Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > Publicações > Visualização > Occupational exposure in fitness clubs to indoor particles

Occupational exposure in fitness clubs to indoor particles

Título
Occupational exposure in fitness clubs to indoor particles
Tipo
Capítulo ou Parte de Livro
Ano
2018
Autores
Cátia Peixoto
(Autor)
Outra
A pessoa não pertence à instituição. A pessoa não pertence à instituição. A pessoa não pertence à instituição. Sem AUTHENTICUS Sem ORCID
Cristina Delerue Matos
(Autor)
Outra
A pessoa não pertence à instituição. A pessoa não pertence à instituição. A pessoa não pertence à instituição. Sem AUTHENTICUS Sem ORCID
Simone Morais
(Autor)
Outra
A pessoa não pertence à instituição. A pessoa não pertence à instituição. A pessoa não pertence à instituição. Sem AUTHENTICUS Sem ORCID
Livro
Páginas: 251-255
ISBN: 978-1-138-54203-7
Outras Informações
Resumo (PT):
Abstract (EN): The aim of this study was to evaluate occupational exposure to indoor particulates in fitness clubs. PM 2.5 were continuously monitored during the opened periods of ten consecutive days at four fitness clubs (C1–C4) situated in Porto Metropolitan Area, Portugal. Various indoor spaces (main body building areas, studios and rooms for group classes) were assessed. Across the clubs the thermal parameters were within the indicated limits. The obtained PM 2.5 ranged between 5–777 μg m –3 with average concentrations (13–43 μg m –3 ) exceeding the Portuguese limit of 25 μg m –3 at C1–C2, thus highlighting the possible risks for the respective staff. Clubs with mechanical ventilations (C3–C4) demonstrated considerably cleaner air, despite the higher number of clients per day. Long period of the monitoring activities (in the main areas) contributed to the majority of the occupational exposure of the staff; however, dose rates due to class teaching accounted between 30% (males at C3) and 47% (females at C1). These results demonstrate that intense physical activity, even though of short duration, may considerably increase the daily inhalation dose. In addition, female instructors have shown 5–20% higher inhalation doses, thus highlighting the necessity of the gender-consideration when assessing personal exposure. © 2018 Taylor & Francis Group, London.
Idioma: Inglês
Tipo (Avaliação Docente): Científica
Nº de páginas: 5
Documentos
Não foi encontrado nenhum documento associado à publicação com acesso permitido.
Publicações Relacionadas

Do mesmo livro

What kind of lower limb musculoskeletal disorders can be associate with bus driving (2018)
Capítulo ou Parte de Livro
Marko Cvetkovic; Maria de Lurdes Dinis; António Fiúza
Radiological characterization of the occupational exposure in hydrotherapy spa treatments (2018)
Capítulo ou Parte de Livro
Maria de Lurdes Dinis; Ana Sofia Silva
Proof of concept - work accident costs analysis tool (2018)
Capítulo ou Parte de Livro
Catarina Correia; João Santos Baptista; Paulo A. A. Oliveira
Main mitigation measures - occupational exposure to radon in thermal spas (2018)
Capítulo ou Parte de Livro
Maria de Lurdes Dinis; Ana Sofia Silva
Levels of urinary biomarkers of exposure and potential genotoxic risks in firefighters risks (2018)
Capítulo ou Parte de Livro
Marta Oliveira; Cristina Delerue Matos; Simone Morais; Klara Slezakova; Maria do Carmo Pereira; Adília Fernandes; Solange Costa; João Paulo Teixeira
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Reitoria da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2024-02-21 às 11:49:13 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias