Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FMUP
Você está em: Início » MI113
Autenticação




Esqueceu-se da senha?

Humanidades em Medicina

Código: MI113     Sigla: HUMED

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Medicina

Ocorrência: 2017/2018 - 1S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento Ciências da Saúde Pública e Forenses, e Educação Médica
Curso/CE Responsável: Mestrado Integrado em Medicina

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIMED 303 Mestrado Integrado em Medicina- Plano oficial 2013 (Reforma Curricular) 1 - 3 28 81

Módulos

Código Nome
MI113_A Humanidades em Medicina_A
MI113_B Humanidades em Medicina_B

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

Desenvolver o papel instrumental das humanidades como recurso na educação profissional. Aquisição de competências (1) transversais/“transferíveis”; (2) humanísticas; (3) auto-conhecimento; (4) reflexão crítica e profissional.

Resultados de aprendizagem e competências

No final da UC os estudantes devem ser capazes de:

- Promover a integração na formação médica de outras áreas de conhecimento;

- Valorizar a História da Medicina no desenvolvimento do conhecimento médico;

- Integrar a História da Medicina com atitudes sociais e de poder dominante na sociedade/época;

- Identificar a mudança e a continuidade dos processos da evolução da medicina;

- Referenciar os padrões da História da Medicina portuguesa e internacional;

- Reconhecer a representação social/cultural da saúde na perspetiva multidimensional e ecológica

- Compreender o ciclo de vida e condicionantes sócio-culturais;

- Desenvolver a capacidade reflexiva sobre a condição humana;

- Promover a capacidade de comunicação;

- Desenvolver a prática reflexiva e profissionalismo.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

História da Medicina
Medicina, fonte inesgotável de património
História da Medicina Internacional
História da Medicina Nacional
História dos Instrumentos cirúrgicos
Antropologia médica na formação integral em medicina
A dádiva do corpo humano – centralidade dos cadáveres nas competências de comunicação médico-doente
Ciclo de vida e condicionantes sócio-culturais deste ciclo.
Desenvolvimento interpessoal
Prática reflexiva – “On becoming a doctor”
Arte em Medicina – a arte da observação
Profissionalismo

Bibliografia Obrigatória

Paul F. Griner; The Power of Patients Stories. Learning Moments in Medicine, 2012. ISBN: 9781478178309
José Nuno Silva; A morte e o morrer. Entre o deslugar e o lugar, Afrontamento, 2012. ISBN: 9789723612646
Whitmore, J; Coaching for Performance (People Skills for Professionals), Nicholas Brealey Publish, 2002. ISBN: 978-1857881707
Branch, W; The road to professionalism: reflective practice and reflective learning, Patient Educ Couns 80 (2010) 327-332, 2010
Driessen, E., Tartwijk, J., Dornan, T; The self critical doctor: helping students become more reflective, BMJ 2008; 336:827-30, 2008
Klugman, C., Peel, J. ; Art rounds; teaching interprofessional students visual thinking strategies at one school, Acad Med, 2011, 86(10), 2011
Francesc Torralba i Roselló; Antropología del cuidar, 1998
Martin Buber; Que és el hombre, F.C.E, 1990

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Visitas Guiadas ao Museu da História da Medicina
Prática reflexiva – “On becoming a doctor”
Arte em Medicina – a arte da observação
Profissionalismo

Software

Turnitin

Palavras Chave

Ciências Sociais > Antropologia > Antropologia médica
Ciências Sociais > Ciências da educação > Educação > Formação médica
Ciências da Saúde > Ciências Médicas > Medicina > Anatomia humana
Humanidades > História > História da ciência

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 5,00
Teste 60,00
Trabalho prático ou de projeto 35,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Elaboração de projeto 15,00
Estudo autónomo 23,00
Frequência das aulas 28,00
Trabalho escrito 15,00
Total: 81,00

Obtenção de frequência

A apresentação teórica de temas é predominantemente focalizado na área da história da Medicina e de alguns outros temas selecionados de entre o conteúdo programático com o objetivo de estimular a perceção de novas perspetivas na formação integral dos estudantes. Os seminários permitem o desenvolvimento de tempos de discussão de ideias e de tópicos, de modo a promover a reflexão crítica acerca de ideias, casos, situações.

A avaliação da UC é constituída pelas seguintes componentes: Avaliação Intercalar (AI), Projeto Humanidade(s) (PH) e Assiduidade (A).

A avaliação de cada uma das componentes é calculada da seguinte forma:

  • Avaliação Intercalar (AI)

Prova escrita, com duração de 90 minutos (15 minutos de tolerância), a realizar em Dezembro, da componente de História da Medicina (2 perguntas) e 2 temas relativos aos Seminários, cotada para 20 valores (8 valores / História da Medicina + 12 valores / Seminários).

  • Projeto Humanidade(s) (PH)

Projeto elaborado por grupos de 5 estudantes (que deverão pertencer à mesma turma), cujo tema deverá integrar transversalmente os conhecimentos e os conteúdos abordados nos vários seminários. Os projetos deverão ser entregues em formato eletrónico, através da plataforma Moodle, até ao dia 15 de Novembro. As apresentações dos projetos decorrerão nas duas últimas semanas do semestre.

O trabalho escrito deverá ter no máximo de 5 (cinco) páginas. A apresentação oral deverá ser elaborada em PPT, dispondo cada grupo de 15 minutos para apresentação do projeto e 5 minutos de discussão.

A classificação PH é baseada em 3 fatores: trabalho escrito, apresentação oral e argumentação. A nota do trabalho escrito será a mesma para todos os elementos do grupo. A nota final do PH será cotada para 20 valores.

  • Assiduidade (A)

A classificação A é calculada de acordo com o quadro seguinte:

Classificação (valores)

Número de faltas

(seminários)

20

0

15

1

10

2

5

3

0

>=4

 

Fórmula de cálculo da classificação final

CF = 60%xAI + 35%xPH + 5%xA

Avaliação especial (TE, DA, ...)

CF = 60%xAI + 40%xPH

 

Os trabalhadores estudantes poderão optar por fazer o Projeto individualmente.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2020 © Faculdade de Medicina da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2020-10-24 às 16:57:52 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais