Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FAUP
Você está em: Início > Notícias > Prémio Fernando Távora 7ª edição | Paulo Moreira

Notícias

Prémio Fernando Távora 7ª edição | Paulo Moreira

Antigo aluno da FAUP vence com a proposta "Exploratório Urbano da Chicala: Um percurso alternativo pela topografia pós-colonial de Luanda, Angola"

fotografias
O Vencedor da 7ª edição do Prémio Fernando Távora, foi anunciado a 2 de Abril de 2012, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Matosinhos.

Os membros do Júri da 7ª edição do Prémio Fernando Távora, presidido pelo Historiador José Mattoso, e constituído pelo Engenheiro António Ferrão (em representação da família de Fernando Távora), pelo Arquitecto Walter Rossa, pelo Arquitecto Ricardo Vieira de Melo (em representação da Casa da Arquitectura) e pelo Arquitecto Nuno Grande (em representação da OASRN), deliberaram por unanimidade atribuir o Prémio à proposta "Exploratório Urbano da Chicala: Um percurso alternativo pela topografia pós-colonial de Luanda, Angola" do arquitecto Paulo Moreira.

"A proposta enquadra-se numa investigação em curso na Faculty of Architecture and Spatial Design (FASD), London Metropolitan University, financiada pela FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia. O programa de Doutoramento no qual está inserida tem como lema melhorar a vida de seres humanos através da arquitectura, topografia urbana e suas práticas. Este estudo, em particular, está empenhado em decifrar a Chicala, um dos musseques mais centrais de Luanda, como laboratório para uma reflexão mais alargada sobre o desenvolvimento pós-colonial da cidade. (...) Propõe-se complementar este estudo através do "Exploratório Urbano da Chicala", um conjunto de práticas que irá contribuir para a consolidação do bairro. Este lugar é, em diversos níveis, um reflexo da história do país, e portanto deveria ser integrado na sua ordem arquitectónica, urbana e territorial. (...)
Com a bolsa atribuída pelo Prémio Távora, propõe-se passar trinta dias em Angola, entre Abril e Maio de 2012, adaptando e complementando os materiais produzidos num Workshop de Arquitectura Social - que teve lugar em Agosto de 2011 - contando com a colaboração de estudantes e representantes do bairro, e tornando o material público e acessível através da implementação de intervenções/instalações produzidas em colaboração com as autoridades locais e as Universidades participantes. (...)
O "Exploratório Urbano da Chicala" resulta de uma colaboração entre a Faculty of Architecture and Spatial Design e instituições académicas angolanas: Departamento de Arquitectura da Universidade Agostinho Neto e Faculdade de Arquitectura da Universidade Lusíada de Angola. Terá o apoio logístico de duas organizações não-governamentais: Development Workshop e Hope & Space."
Excertos da proposta de viagem.

O Júri "enalteceu o número e a qualidade da generalidade das propostas concorrentes, pelo potencial que encerram como propostas de investigação no âmbito da arquitectura, reconhecendo que o trabalho premiado nesta 7.ª Edição do Prémio Távora se distingue por recuperar a importância da função social do arquitecto, num ambiente urbano pós-colonial, tendo a cidade de Luanda como destino de viagem e reflexão".

"Este papel do arquitecto, suscitado e experienciado nas décadas de 1960 e 1970, em diversas partes do mundo, teve um especial reflexo na prática da "Escola do Porto", através do contributo, entre outros, de Fernando Távora, no levantamento das más condições de vida da Área Urbana da Ribeira-Barredo, e depois das chamadas "ilhas do Porto", um conhecimento directo que informou ainda o Processo SAAL (Serviço de Apoio Ambulatório Local)".

Para o Júri, a proposta de Paulo Moreira "prolonga, para um novo contexto geográfico, e para uma nova realidade social, esse papel pró-activo do arquitecto na procura de um envolvimento, através da organização de um workshop amplamente participado, da população autóctone, assim como das instituições e dos cursos de arquitectura locais, no sentido de valorizar alguns aspectos do tecido do "musseque" de Chicala enquanto parte integrante da história da construção de Luanda.
O carácter laboratorial da viagem permitirá, na visão do júri, chamar a atenção para uma realidade urbana global, particularmente comum a tantos outros países de miscigenação cultural semelhante, procurando assinalá-la enquanto fenómeno contemporâneo".
Excerto da acta do Júri.

Paulo Moreira nasce no Porto em 1980. É licenciado em Arquitectura pela Faculdade de Arquitectura do Porto (2005), Mestre pela London Metropolitan University (2008/09), e frequenta, actualmente, o doutoramento na Faculty of Architecture and Spatial Design, London Metropolitan University (2010/13). Estagiou com Herzog & de Meuron em Basileia (2003/04) e trabalhou como free-lancer em Barcelona no b720 arquitectos (2005/07). Entre 1995 e 2011, orientou visitas guiadas na Fundação de Serralves (Serviço Educativo, 1999/2005), e leccionou em diversos semestres nas escolas de arquitectura: EPF Lausanne / FAUP (2009), Universidade Agostinho Neto / Universidade Lusíada de Angola (2001) e London Metropolitan University (2009/11). Como crítico e conferencista convidado, foi orador, entre outras, na University of Leeds, na University of Greenwhich, na Architectural Association e na Kingston University. Em 2009, foi galardoado com o Noel Hill Travel Award, American Institute of Architects - UK Chapter, entre outros prémios. Recentemente apresentou no Porto a exposição "A Chicala não é um bairro pequeno", a partir da qual lançou um livro em Janeiro de 2012 (Edição de autor), e que se relaciona com a viagem agora proposta. A 5 de Abril de 2012, apresenta a mostra "Angola is not a small Kingdom" na Galeria The Gopher Hole, em Londres, uma parceria entre o colectivo "aberrant architecture" e Beatrice Galilee, a curadora da Trienal de Arquitectura de Lisboa 2013.

A OASRN recebeu 31 candidaturas à 7ª edição do Prémio Fernando Távora. O prazo de entrega de candidaturas terminou a 6 de Fevereiro de 2012. A Conferência do Vencedor, Anúncio público da constituição do Júri e abertura da 8ª edição do Prémio decorrerá a 1 de Outubro de 2012, Dia Mundial da Arquitectura.

O Prémio é organizado pela OASRN em parceria com a Câmara Municipal de Matosinhos (CMM) e a Associação Casa da Arquitectura (ACA), contando ainda com o patrocínio da AXA.

Mais informações em oasrn


Imagens (de cima para baixo):
Trabalho de campo na Chicala © UAN ULA LMU
Entre a Chicala 2 e 3 © Paulino Damiao
Planta da Chicala © Paulo Moreira
Paulo Moreira © DR
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2018 © Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2018-10-24 às 02:21:06