Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > Publicações > Visualização > Bologna and the institutionalisation of the european higher education area

Bologna and the institutionalisation of the european higher education area

Título
Bologna and the institutionalisation of the european higher education area
Tipo
Trabalho Académico
Ano
2010
Autores
Amélia Veiga
(Autor)
FPCEUP
Ver página pessoal Sem permissões para visualizar e-mail institucional Pesquisar Publicações do Participante Sem AUTHENTICUS Sem ORCID
Outras Informações
Resumo (PT): Este estudo procura avaliar em que medida a implementação do processo de Bolonha está a contribuir para a institucionalização de uma Área Europeia de Ensino Superior (AEES), tomando como suporte as percepções das partes que constituem a Universidade: pessoal docente, estudantes e o pessoal não-docente. Ao analisar este processo político e na tentativa de apreender os contextos de implementação, nos quais os indivíduos interpretam a política, este trabalho usa como metodologia o 'ciclo das políticas'. Esta metodologia justifica-se pelo facto de permitir uma compreensão sobre as interacções desenvolvidas no seio das instituições - europeias, nacionais e do campo organizacional - tal como é expresso pelas opiniões das partes constituintes da Universidade em relação ao processo de Bolonha e ao grau de institucionalização atingido no domínio da AEES. Como instrumento de recolha das percepções utilizámos um questionário que foi dirigido a sete instituições de ensino superior localizadas em quatro países – Alemanha, Itália, Noruega e Portugal. Os resultados da investigação apontam para uma ineficiência de Bolonha em institucionalizar a AEES. O nível de conhecimento sobre os objectivos e prioridades definidos pelo país político, ou seja, pelas instituições que operam no nível Europeu e no nível nacional, é baixo. Por outro lado, há um número muito alargado de respondentes que decidiram não formular a sua opinião. Reconhece-se pelos dados analisados que ocorreu uma interacção no âmbito das instituições envolvidas no processo de Bolonha com efeitos diferenciados dependentes do nível de análise. Esta interacção no seio das instituições deu a conhecer o modo como as projecções emanadas, do processo de Bolonha, evidenciaram ou encobriram diferentes níveis de análise. Como estudo centrado na institucionalização da AEES, este inquérito serviu para sublinhar a importância das respostas do país real, difíceis e por vezes reticentes aos olhos daqueles que operam nas esferas europeia e nacional.
Abstract (EN): This study assesses how the Bologna process institutionalises the European Higher Education Area (EHEA). It does so by focusing on the perceptions academic staff, students and administrative and management staff have on the purposes and priorities set out in the Bologna process itself. In analysing this policy and also to grasp the particular contexts in which individuals interpret policy, the thesis employs the 'policy cycle' approach. This approach was justified in the understanding it provided of the interactions within institutions at different levels of analysis – European, national and organizational field – as expressed in the opinions held by university consituencies in relation to the Bologna process and the degree of institutionalisation it provided for the EHEA. The main research instrument was a questionnaire, administered to seven higher education institutions located in four countries - Germany, Italy, Norway and Portugal. The main findings point to a lack of effectiveness by the Bologna process to institutionalise the EHEA. The level of awareness about the purposes and priorities set by the pays politique that is, by institutions operating at European (e.g. European Commission) and national levels (e.g. governments) was low. Equally marked were the large numbers of those polled who chose to suspend their opinion. Amongst the significant implications this study presents for policy implementation is the fact that the understanding of interaction within institutions at different levels tends at one and the same time to obscure certain level of analysis whilst also revealing others, less expected. This process allows learning how these levels operate to implement the Bologna process. As a study in institutionalising the EHEA, this inquiry serves to underscore the importance of taking full account of the response by the pays réel, difficult and at times unforthcoming though it may be, to planners who operate within European and national spheres.
Idioma: Inglês
Tipo (Avaliação Docente): Científica
Notas: Tese de Doutoramento.
Nº de páginas: 479
Documentos
Não foi encontrado nenhum documento associado à publicação.
Publicações Relacionadas

Dos mesmos autores

Regulation distance higher education in Portugal (2021)
Poster em Conferência Internacional
Leila Ribeiro; Amélia Veiga; Alfredo Soeiro
Under pressure: higher education institutions coping with multiple challenges (2019)
Livro
Pedro N. Teixeira; Amélia Veiga; Maria João Machado Pires da Rosa; António M. Magalhães

Ver todas (105)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Reitoria da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2024-04-20 às 04:24:58 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias