Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > Publicações > Visualização > Kidzania: da cidade ideal para as crianças ao ideal de cidade das crianças

Kidzania: da cidade ideal para as crianças ao ideal de cidade das crianças

Título
Kidzania: da cidade ideal para as crianças ao ideal de cidade das crianças
Tipo
Tese
Ano
2017-12-04
Autores
Andreia Sofia Ferreira Rodrigues
(Autor)
FPCEUP
Ver página pessoal Sem permissões para visualizar e-mail institucional Pesquisar Publicações do Participante Sem AUTHENTICUS Sem ORCID
Classificação Científica
FOS: Ciências sociais > Ciências da educação
Outras Informações
Resumo (PT): O presente relatório refere-se ao estágio curricular desenvolvido no âmbito do Mestrado em Ciências da Educação, domínio Infância, Família e Sociedade, na FPCE da Universidade do Porto, e procura analisar, à luz dos contributos teóricos das Ciências da Educação e da Sociologia da Infância, o processo trabalho realizado num espaço de educação não formal, extraescolar e de tipo comercial, especialmente destinado à infância. O entendimento contemporâneo das crianças como atores sociais e consumidoras de bens culturais, de lazer e entretenimento, encontrou na invenção de Parques Temáticos para a Infância uma oportunidade de promover atividades com esse carácter e de as conciliar com objetivos educativos. Esse é o caso da KidZania, um empreendimento multinacional recentemente implementado em Portugal, Lisboa, que comporta até um total de 1000 crianças. Este relatório visa então compreender de que modos e até que ponto os valores e princípios propagados pela KidZania vão ao encontro das expetativas das crianças – terem aí acesso a todos os estabelecimentos e usufruto sem grandes condicionamentos. Assim, num primeiro momento, analisam-se os documentos de divulgação da KidZania visando conhecer quais as conceções de criança, de infância, de educação e de ludicidade, enquanto expressões dos direitos de participação infantil, presentes e/ou subjacentes na sua filosofia, missão, objetivos, organização e funcionamento. Num segundo momento, procura-se compreender, com base em observações diretas realizadas no contexto de vários “estabelecimentos” da KidZania, e na análise de interações entre as crianças e entre estas e os/as respetivos/as animadores/as, de que modos aquelas propostas de atividades se realizam, a fim de aferir até que ponto conceções e práticas são (in)coerentes no que se refere ao brincar e à ludicidade. As reflexões críticas que se devolvem neste relatório apontam para a existência de diversas contradições e ambiguidades: entre uma KidZania que se apresenta como um espaço de oportunidade para todos, valorizando os direitos das crianças e a importância dos valores da sua cultura – brincar com outras crianças - mas que, ao invés, na prática revela i) um acesso infantil altamente seletivo, predominando um viés de classe social e económico que favorece a frequência de crianças oriundas de famílias pertencentes a grupos da classe média alta e de instituições educativas ou escolares tanto privadas como públicas; ii) um funcionamento dos “estabelecimentos” que limita as escolhas e ações das crianças em termos de tempo, de recursos materiais, de idades e estaturas ou de exploração criativa das propostas. Por fim, e trazendo as preferências e recomendações das próprias crianças, perspetivam-se sugestões relativamente ao funcionamento de algumas atividades e à promoção de uma educação para todos mais inclusiva.
Idioma: Português
Nº de páginas: 113
Documentos
Não foi encontrado nenhum documento associado à publicação com acesso permitido.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2020 © Reitoria da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2020-12-05 às 03:37:01 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais