Saltar para:
Logótipo
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
exposição ''A Intersecção de Duas Linhas Paralelas''
Você está em: Início > Portal do Candidato > Como se candidatar?
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Candidatos

Como se candidatar?


  • Prazos de Candidatura
  • Procedimentos de Candidatura
  • Destinatários
  • Vagas
  • Duração do Período de Mobilidade
  • Plano de Estudos
  • Financiamento
  • Informação adicional

Para uma mobilidade (intercâmbio) ser formalmente considerada e reconhecida pela U.Porto/FEUP, seja de estudos ou de estágio, o estudante interessado deve cumprir previamente todos os nossos prazos e procedimentos de candidatura.

Alertamos que uma nomeação e/ou a submissão online de uma candidatura não assegura ao estudante, por si só, a aceitação automática. Todas as candidaturas são alvo de análise e decisão. Nenhum candidato deverá comprar viagens, providenciar alojamento ou viajar para o Porto sem que primeiro seja aceite para mobilidade. A aprovação de uma candidatura é formalizada através do envio, ao estudante candidato, da Carta de Aceitação emitida pela Reitoria da U.Porto.

Todas as candidaturas de mobilidade à U.Porto/FEUP, sejam de estudos ou de estágio, devem ser submetidas na plataforma online. Por isso, salvo em situação excepcional requerida pela U.Porto/FEUP, os documentos de candidatura não devem ser enviados por correio postal, nem por correio eletrónico.

Prazos de Candidatura

Os prazos podem ser revistos em cada ano letivo. Atualmente os prazos de candidatura para mobilidade na FEUP são


MOBILIDADES DE ESTUDOS:

- até 30 de abril: para períodos de mobilidade a iniciar no 1º semestre da FEUP, ou seja, em setembro (resultados a anunciar entre junho e julho);

- até 15 de outubro: para períodos de mobilidade a iniciar no 2º semestre da FEUP, ou seja, em fevereiro (resultados a anunciar entre novembro e dezembro).

Atenção: Para o ano letivo 2020/2021 as candidaturas só poderão ser submetidas no sistema online da U.Porto a partir de março de 2020


MOBILIDADES DE ESTÁGIO:

- até 2 meses antes da data de início pretendida (por exemplo: se pretender iniciar o estágio em 1 de setembro, deverá submeter a candidatura no sistema, incluindo os documentos obrigatórios, até ao dia 1 de julho).

Para realizar na U.Porto/FEUP um período de mobilidade, seja de estudos ou de estágio, um estudante deve submeter primeiro a sua candidatura e receber uma Carta de Aceitação (ver tópico Procedimentos de Candidatura).

Início da Página

Procedimentos de candidatura 

Para uma mobilidade (intercâmbio) ser formalmente considerada e reconhecida pela U.Porto/FEUP, seja de estudos ou de estágio, o estudante interessado deve cumprir previamente todos os nossos prazos e procedimentos de candidatura.

Todas as candidaturas de mobilidade à U.Porto/FEUP, sejam de estudos ou de estágio, devem ser submetidas na plataforma online. Por isso, salvo em situação excepcional requerida pela U.Porto/FEUP, os documentos de candidatura não devem ser enviados por correio postal, nem por correio eletrónico.

O estudante selecionado pela sua Universidade de Origem deve registar-se online, para obter o utilizador e senha de acesso, necessários para aceder ao Formulário de candidatura, na página da Universidade do Porto. Ao estudante registado, o sistema enviará, de forma automática, um email com o utilizador e senha de acesso.

Aconselhamos todos os estudantes interessados em realizar um período de mobilidade na U.Porto a ler cuidadosamente o Manual de Candidatura Online, disponível também, na mesma página (menu lateral, à direita).

Para que possa preencher o formulário de candidatura de uma forma mais fácil e eficaz, recomendamos que, antes de iniciar o seu preenchimento, o estudante prepare a informação com o responsável pela mobilidade na sua Universidade e organize a documentação pessoal e o cadastro académico, imprescindíveis para a submissão da candidatura.

Tenha em consideração que uma candidatura só está concluída depois de ser feito o carregamento (upload) de todos os documentos obrigatórios.

Para concluir a sua candidatura, o estudante deve fazer o carregamento (upload) dos seguintes documentos obrigatórios, num único ficheiro:

  1. Formulário de Candidatura da UP (inclui a proposta do contrato inicial de estudos), devidamente assinado pelo estudante e assinado e carimbado pela universidade de origem;
  2. Histórico Escolar/Transcrição de Registos, com as matérias realizadas e as respetivas notas. ATENÇÃO: Não é o curriculum vitae, mas sim o histórico escolar emitido pela Universidade brasileira de origem;
  3. Cópia do Documento Legal de Identificação (Bilhete de Identidade; Passaporte…)
  4. Comprovativo de atribuição/obtenção de bolsa emitido pelo Banco Santander (apenas aplicável aos estudantes que concorram ao abrigo da modalidade Programa Santander Universidades)
  5. Outros documentos (opcional): CV, Carta(s) de Motivação e/ou de Recomendação.
NOTA:

No caso de uma candidatura para estágio, o CV (Curriculum Vitae) deve ser considerado documento obrigatório! No formulário de candidatura, na secção relativa aos dados do Professor Responsável pela Mobilidade na Instituição Anfitriã, deve ser indicado o nome e contacto do Supervisor do estágio na FEUP!

Uma vez concluídos todos estes passos, a candidatura será analisada pela FEUP.

IMPORTANTE: 

Sem o carregamento (upload) de todos os documentos obrigatórios, num único ficheiro, uma candidatura não é considerada finalizada e será automaticamente rejeitada no Sistema.  

Qualquer candidatura de mobilidade deve ser submetida dentro do prazo, caso contrário, não será analisada e será rejeitada no sistema (ver tópico ‘Prazos de Candidatura’).

A proposta inicial de contrato de estudos será analisada pelo(s) Coordenador(es) de Mobilidade da(s) área(s) de Engenharia incluídas nesse contrato (ver listagem no tópico ‘Planos de Estudos’). Pode levar até cerca de um mês para chegar a uma decisão final sobre cada candidature individual, contanto desde a data em que foi submetida no sistema da UP (incluindo o carregamento dos documentos obrigatórios).

Assim que uma candidatura for aprovada pela FEUP, será validada pelo  Serviço de Relações Internacionais da Universidade do Porto – Reitoria da UP, que enviará diretamente ao estudante candidato a Carta de Aceitação + Contrato de Estudos aprovado, juntamente com outras informações de interesse.

 Início da Página

Destinatários

Pode candidatar-se à realização de mobilidade na FEUP um estudante que pretenda realizar um período de estudos sem vista à obtenção de graduação/diploma pela FEUP, e que no momento do mobilidade esteja a frequentar um dos dois últimos anos do curso de graduação, proveniente de:

1. Instituições de Ensino Superior do Brasil que mantenham um protocolo/convénio de cooperação com a U.Porto e/ou com a FEUP (no formulário online selecionar, no "Programa de Mobilidade", a opção "Acordo de Cooperação");


  1. Caso o estudante pretenda realizar a mobilidade com bolsa do programa Santander Universidades, deve selecionar no formulário on-line, a opção "Programas Santander Universidades". Se concorrer ao abrigo desta opção, alertamos que é imperativo a inclusão de um documento comprovativo de atribuição de BOLSA SANTANDER no conjunto de documentos de candidatura obrigatórios.

  2. Instituições de Ensino Superior do Brasil que não tenham qualquer protocolo/convénio com a U.Porto ou com a FEUP, na condição de estudante visitante – Free Mover (no formulário online selecionar, no "Programa de Mobilidade", a opção "Estudante visitante Free Mover"). Nesse caso o estudante deve ler o tópico ‘Financiamento’, pois terá de pagar taxas para o período de mobilidade a realizar.

Isto significa que só poderemos aceitar estudantes do 3º ou 4º ano (no caso de cursos de 4 anos/8 semestres) ou do 4º ou 5º ano (no caso de cursos de 5 anos/10 semestres).

Assim, no momento de candidatura, o estudante poderá estar ainda a frequentar o ano anterior, como por exemplo, o 3º ano (caso o estudante pretenda realizar a mobilidade na FEUP correspondente ao 4º ano que estaria a frequentar no seu país/universidade de origem) ou o 4º ano (caso o estudante pretenda realizar a mobilidade na FEUP correspondente ao 5º ano que estaria a frequentar no seu país/universidade de origem).


Estudantes Elegíveis

As condições de elegibilidade para a candidatura a mobilidade são as seguintes:

  1. Na altura em que pretende realizar a mobilidade, o estudante tem de estar ainda vinculado à sua universidade, isto é, tem ainda de ser estudante na universidade do seu país de origem e ter disciplinas por concluir para terminar a graduação;
  2. Tem de haver uma validação/reconhecimento académico (total ou parcial), previamente estabelecido com a universidade no seu país de origem, relativamente às disciplinas que irão ser realizadas pelo estudante na FEUP;
  3. O estudante deve verificar quais são os critérios de selecção na sua própria Universidade de origem, para preenchimento das vagas disponíveis mencionadas no tópico ‘Vagas’.

IMPORTANTE: Os estudantes que entretanto tenham terminado os estudos de graduação (no momento em que vão iniciar o mobilidade) deixam de ser elegíveis para se candidatarem a uma ação de mobilidade na FEUP.

Para candidatura aos Cursos de Graduação (Licenciatura ou Mestrado Integrado) por parte da FEUP não há pré-requisitos estabelecidos, para além dos acima mencionados. Contudo, ao seleccionar as matérias que pretende frequentar na FEUP, o estudante deverá ler com atenção o conteúdo programático daquelas que pretende estudar, a fim de verificar se os conhecimentos adquiridos até ao momento da candidatura são suficientes para frequentar as matérias em questão.

Para candidatura aos Mestrados Independentes o estudante tem de estar a frequentar uma graduação em Engenharia, Matemática, Informática, Economia, ou área afim, tendo já terminado o 3º ano de estudos.

Um estudante de Doutorado que queira candidatar-se para fazer parte de investigação/tese e/ou frequentar disciplinas dos Programas Doutorais deverá juntar ao Formulário de Candidatura, diploma de Mestrado com histórico escolar; caso ainda não tenha o diploma, poderá apresentar o certificado de conclusão ou a declaração de conclusão do Curso de Mestrado. Um estudantea de Doutorado, deve selecionar, no formulário online, no "Programa de Mobilidade" , a opção "Acordo de Cooperação - Estágio".

Início da Página

Vagas

Salvo nos protocolos em que o número de vagas está especificado de forma diferente, a FEUP estabeleceu um número máximo de vagas para os estudantes de mobilidade: para cada ano académico da FEUP, período entre Setembro e Julho, que inclui os dois semestres (ver Calendário Académico da FEUP), cada universidade parceira poderá enviar no máximo 2 candidaturas de estudantes de/para cada Curso da FEUP, num máximo de 20 estudantes por cada universidade brasileira para cada ano letivo (tomando em consideração o nosso calendário académico e não o calendário brasileiro). Isto significa que provavelmente vai haver um processo seletivo dos estudantes dentro de cada universidade brasileira de origem, antes das candidaturas serem enviadas para a U.Porto, o qual deverá ter em consideração as candidaturas para os dois semestres.


Início da Página

Duração do Período de Mobilidade

IMPORTANTE: um estudante só pode realizar mobilidade na FEUP ao abrigo de acordo de cooperação até ao máximo de dois semestres (consecutivos ou não). Uma mobilidade na FEUP para além de dois semestres terá de ser realizada na qualidade de estudante visitante - freemover, ficando sujeita ao pagamento de taxas.

Num mesmo ano académico, o período de mobilidade pode ter a duração de um semestre ou, no máximo, o ano académico completo (dois semestres consecutivos).

Se um Estudante pretender realizar uma mobilidade na FEUP durante todo o ano académico (dois semester consecutivos), na página 2 do fomulário de candidatura (Período de estudos na Universidade do Porto – Periodo de aulas), deve escolher Anual e as datas aparecerão automaticamente.

Se um Estudante pretender realizar uma mobilidade na FEUP durante o 1º semestre (de setembro a fevereiro), na página 2 do fomulário de candidatura (Período de estudos na Universidade do Porto – Periodo de aulas), deve escolher 1º semestre e as datas aparecerão automaticamente.

Se um Estudante pretender realizer uma mobilidade na FEUP durante o 2º semestre (de fevereiro a junho), na página 2 do fomulário de candidatura (Período de estudos na Universidade do Porto – Periodo de aulas), deve escolher 2º semestre e as datas aparecerão automaticamente.

Se um Estudante pretender realizer uma mobilidade na FEUP durante um período específico que não corresponda às datas dos semestres pré-definidos, na página 2 do fomulário de candidatura (Período de estudos na Universidade do Porto – Periodo de aulas), deve escolher Outro Período e as datas de início e de conclusão.

ATENÇÃO:
Um estudante que realize mobilidade semestral (apenas no 1º ou no 2º semestre), deve ter a certeza de que escolhe apenas matérias que estarão disponíveis no semestre correspondente ao periodo de estudos proposto.


Extensão do período de estudo


Apenas os estudantes que estão a realizar o 1º semestre e desejam permanecer no 2º semestre podem formalizar um pedido de prolongamento do período de estudo. Este procedimento não se aplica a estudantes que já estão a realizar todo o ano letivo (1º + 2º semestre). Os estudantes que estão a realizar uma mobilidade apenas durante o 2º semestre não podem propor um pedido de prolongamento, uma vez que já estão a frequentar a 2ª/ última parte do ano letivo.

IMPORTANTE: um estudante só pode realizar mobilidade na FEUP ao abrigo de acordo de cooperação até ao máximo de dois semestres (consecutivos ou não). Uma mobilidade na FEUP para além de dois semestres terá de ser realizada na qualidade de estudante visitante - freemover, ficando sujeita ao pagamento de taxas.

Requisitos para formalizar o procedimento:

Em primeiro lugar, o estudante deve obter o acordo formal do professor/coordenador responsável pela sua mobilidade na Instituição de Origem;
Tendo obtido esse acordo, o estudante deve formalizar o pedido de prolongamento submetendo-o no sistema de mobilidade online da U.Porto, indicando as seguintes alterações:

- Tipo de mudança: Prolongamento do período de estudos

- Período de aulas: Anual

- Em seguida, deve indicar as unidades curriculares que pretende frequentar no para o 2º semestre (por favor, consulte o Manual do Utilizador Online, para relembrar o procedimento de alteração).

- Em seguida, grave/salve, imprima/descarregue o PDF., assina e envia para a Instituição de Origem, para assinatura(s) e carimbo(s).

Prazo para formalizar o pedido de prolongamento:

O pedido de prolongamento do período de estudos deve ser submetido no sistema online da U.Porto entre os dias 1 e 15 de novembro e o respetivo Formulário, assinado pelo estudante e também assinado e carimbado pela Instituição de Origem, deve ser entregue à Unidade de Cooperação da FEUP (sala A215 ou incoming@fe.up.pt) até 30 de Novembro.

 
Início da Página


Plano de Estudos

Os estudantes selecionados para mobilidade na FEUP no âmbito deste Programa podem frequentar disciplinas dos cursos da FEUP abaixo indicados, designados por Mestrados Integrados (5 anos de duração), que correspondem aos cursos de graduação no Brasil, e também da Licenciatura em Engenharia de Minas e Geo-Ambiente (3 anos de duração, mas com Mestrado Independente associado).

Podem, também, frequentar disciplinas dos Mestrados Independentes lecionados na FEUP. Estes cursos, que têm 2 anos de duração, disponibilizam disciplinas equivalentes ao 4º ou 5º ano dos cursos de graduação brasileiros.


IMPORTANTE: 

-  Apesar da FEUP possibilitar ao estudante a proposta de frequência de matérias de diferentes cursos de engenharia, considerando logicamente o backgroung académico do estudante, salvaguardamos que pelo menos 60% do número global de créditos do plano de estudos deve pertencer à área de formação do Curso na universidade de origem (por exemplo: um estudante de Gestão de Produção no Brasil, deverá apresentar um contrato de estudos com pelo menos 60% do número global de créditos para o curso equivalente na FEUP, que é o Mestrado Integrado em Engenharia e Gestão Industrial).

-  A carga global de ECTS recomendada é de 30 ECTS por semestre, 60 ECTS por ano académico completo, sendo 20 ECTS o nº mínimo obrigatório e 37,5 o nº máximo permitido, por semestre.

- A matéria 'Projeto FEUP' não é disponibilizada para estudantes de mobilidade/intercâmbio.

- A matéria 'Dissertação' não é disponibilizada a estudantes freemover/estudantes visitantes.

- Os Cursos MESW e MPRINCE não estão disponíveis para estudantes de mobilidade/intercâmbio.


Os horários de cada matéria só estarão disponíveis no início de cada semestre.

- Os planos de estudos dos cursos da FEUP poderão sofrer alterações que só serão conhecidas a partir de Setembro (1º semestre)/Fevereiro (2º semestre), pelo que o Contrato de Estudos Inicial aprovado pela nossa Faculdade é provisório e estará sempre sujeito a eventuais alterações e/ou ajustes aquando da chegada do estudante de mobilidade à Faculdade.

- Salvaguarda-se ainda que quanto mais diversificada for a proposta (em Cursos e/ou em anos curriculares), maior será a probabilidade de se virem a registar sobreposições de horários que impliquem eventuais alterações e/ou ajustes.

Ao seleccionar as matérias que pretende frequentar na FEUP, o estudante deverá ler com atenção o conteúdo programático daquelas que pretende estudar, a fim de verificar se os conhecimentos adquiridos até ao momento da candidatura são suficientes para frequentar as matérias em questão. O estudante deve ter a certeza de que escolhe apenas matérias que estarão disponíveis no semestre correspondente ao periodo de estudos proposto e escolher apenas as matérias que realmente pretende realizar, de modo a evitar alterações posteriores desnecessárias ao contrato de estudos inicial.

ATENÇÃO – A língua de ensino de algumas matérias/cursos é o inglês, pelo que o estudante terá de ter competências linguísticas nesse idioma.

Através dos links abaixo indicados encontram detalhes sobre as disciplinas, bem como informação sobre objetivos, conteúdos, professores, horários, etc..


Ano Académico FEUP (padrão)

1º Semestre (entre Setembro e Fevereiro)
(o estudante que pretende realizar mobilidade nesse período deverá selecionar apenas matérias do 1º semestre, de qualquer ano do curso).

2º Semestre (entre Fevereiro e Julho) 
(o estudante que pretende realizar mobilidade nesse período deverá selecionar apenas matérias do 2º semestre, de qualquer ano do curso)

Coordenadores de Mobilidade responsáveis pela análise das propostas de contrato de estudos:

Bioengenharia - Prof.ª Maria do Carmo Pereira
Engenharia Civil - Prof.ª Isabel Ribeiro
Engenharia do Ambiente - Prof.ª Cidália Botelho
Engenharia Electrotécnica e de Computadores - Prof. Rui Esteves Araújo
Engenharia e Gestão Industrial - Prof. José Barros Basto
Engenharia Informática e Computação - Prof. Carlos Soares
Engenharia Mecânica - Prof.Manuel Romano Barbosa
Engenharia Metalúrgica e de Materiais - Prof. José Carlos Fonseca
Engenharia Química - Prof. Miguel Madeira
Engenharia de Minas e Geo-Ambiente - Prof. Jorge Carvalho
Engenharia de Serviços e Gestão – Prof.ª Gabriela Beirão

Mestrados Integrados (MI) e Licenciaturas (L)
Cursos de 5 anos: para mobilidade é aconselhável selecionar, preferencialmente, disciplinas do 4º ou 5º anos e do mesmo curso, caso contrário poderá haver incompatibilidade de horários entre as disciplinas.

Mestrado Integrado em Bioengenharia (MIB)
Mestrado Integrado em Engenharia Civil (MIEC)
Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente (MIEA)

Mestrado Integrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (MIEEC)
Mestrado Integrado em Engenharia e Gestão Industrial (MIEGI)
Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação (MIEIC)
Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica (MIEM)

Mestrado Integrado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais (MIEMM)
Mestrado Integrado em Engenharia Química (MIEQ)
Licenciatura em Ciências da Engenharia - Engenharia de Minas e Geoambiente (LCEEMG)

Mestrados Independentes
 

Cursos de 2 anos: para mobilidade, selecionar matérias de qualquer ano pois correspondem ao 4º e 5º ano dos cursos de graduação no Brasil.

Ciência da Informação (MCI)
Engenharia Biomédica (MEB)
Engenharia de Minas e Geo-Ambiente (MEMG)
Engenharia de Segurança e Higiene Ocupacionais (MESHO)
Engenharia de Serviços e Gestão (MESG)
Inovação e Empreendedorismo Tecnológico (MIETE)
Multimédia (MM)
Planeamento e Projeto Urbano (MPPU)

Programas Doutorais

Estudantes de doutorado brasileiros que queiram fazer parte do seu trabalho de projeto/tese/investigação e/ou frequentar disciplinas de algum Programa Doutoral da FEUP podem também candidatar-se para mobilidade no âmbito deste Programa.

Engenharia Biomédica (PRODEB)
Engenharia Civil (PRODEC)
Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química (PDERPQ)
Engenharia de Minas e Geo-Recursos (PDEMGR)
Engenharia do Ambiente (PDEA)
Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (PDEEC)
Engenharia Física (PRODEF)
Engenharia e Gestão Industrial (PRODEGI)
Engenharia Mecânica (PRODEM)
Engenharia Metalúrgica e de Materiais (PDEMM)
Engenharia Química e Biológica (PDEQB)
Líderes para Indústrias Tecnológicas (DLIT)
Media Digitais (PDMD)

ATENÇÃO – Alguns dos Programas Doutorais indicados têm matérias que não são lecionadas na FEUP; assim, e para evitar possíveis incompatibilidades de horários e/ou dificuldades de deslocação (há matérias lecionadas em Faculdades/Universidades localizadas fora da cidade do Porto), aconselhamos que, previamente, contactem o Secretariado do respectivo Programa Doutoral e se informem sobre o local de lecionação da(s) disciplina(s) pretendida(s).


Realização de Projeto Final/Estágio

Quase todos os nossos cursos de graduação (Mestrados Integrados) têm uma "matéria" do 5º ano que faz parte do plano de estudos oficial de cada curso (com código específico e designação respectiva), e que corresponde a um estágio/dissertação/ projeto final de curso, o qual pode ser realizado aqui na Faculdade, ou também numa empresa ou centro de investigação, mas sempre numa perspetiva de mobilidade académica entre duas instituições de ensino superior. Essa "matéria" implica uma carga horária equivalente a um semestre completo, com horário a tempo inteiro, e corresponde normalmente a 30 ECTS.

No âmbito do programa de mobilidade académica MOBILE e segundo as regras determinadas pela Coordenação deste Programa, os estudantes brasileiros só se podem candidatar à possibilidade de estágio/dissertação/projeto final de curso após a realização de um primeiro semestre académico inteiro. Com esta norma pretende-se garantir que numa primeira fase os estudantes tomem contacto com a realidade académica da instituição de acolhimento. Isto significa que primeiro os estudantes terão de realizar um semestre inteiro apenas frequentando matérias da FEUP (que não a "matéria" estágio/dissertação/projeto) e só no semestre seguinte é que poderão candidatar-se à realização da respectiva "matéria" existente nos planos de estudo dos nossos cursos de graduação que corresponde ao estágio/dissertação/projeto final, equivalente a 30 ECTS (= 1 semestre completo).

Esta matéria de estágio/dissertação/projeto final tem de ser frequentada em regime de exclusividade, sem a frequência de qualquer outra matéria em paralelo, ou a realização de qualquer outro tipo de avaliação, no mesmo semestre.

Os estudantes podem optar por realizar um trabalho de pesquisa em tempo parcial (Estágio Curricular) sob orientação de um professor ou investigador da FEUP, para além das unidades curriculares a que estão inscritos, se conseguirem acordo relativamente a tal orientação.

Este trabalho pode prolongar-se, no máximo, até 31 de agosto. No final, o estudante deve elaborar um relatório e o orientador deverá elaborar um parecer final onde consta o objetivo, atividades, resultados do trabalho e carga horária estimada, assim como a avaliação do trabalho realizado pelo estudante. Este trabalho de pesquisa em tempo parcial não será certificado em termos de ECTS e deverá ocupar apenas, entre 8 a 16 horas por semana.

Os estudantes podem, também, realizar um estágio em tempo parcial numa organização externa à FEUP (Estágio Extracurricular), incluindo institutos de pesquisa, sob orientação de um profissional de engenharia dessa organização, se conseguirem disponibilidade para o efeito por parte dessa organização e desse profissional.

No final desse estágio o estudante deve elaborar um relatório e o orientador na organização deverá elaborar um parecer final onde consta o objetivo, atividades, resultados do trabalho, e carga horária estimada, assim como a avaliação do trabalho realizado pelo estudante. Este trabalho de estágio não será certificado em termos de ECTS. Deverá igualmente ocupar apenas, entre 8 a 16 horas por semana.

ATENÇÃO - Para a realização deste Estágio Extracurricular é essencial a existência prévia de um protocolo entre a FEUP e a empresa ou instituto de pesquisa externo.

 
Início da Página

Financiamento

Um estudante que concorra à mobilidade deve ter em atenção que não há possibilidade de atribuição de qualquer tipo de apoio financeiro por parte da FEUP e/ou da U.Porto.

Se o candidato a mobilidade pretender obter informações sobre possíveis apoios financeiros (bolsas, subsídios, etc.), deverá contactar diretamente o Serviço de Cooperação/Relações Internacionais da sua Universidade de origem, e informar-se sobre os apoios financeiros existentes na sua Universidade ou país de origem.


Taxas Académicas

Os estudantes de mobilidade ao abrigo de um protocolo/convénio não pagarão qualquer taxa na FEUP, apenas o seguro escolar que cobre acidentes pessoais (cerca de 2 euros).

Os estudantes que concorram para mobilidade como estudantes visitantes - Free Movers* terão de pagar taxas de acordo com as regras da FEUP aplicáveis. Em cada ano letivo o valor das taxas é sujeito a revisão e corresponde a 1/5 da propina em vigor (estudante UE e estudante Internacional: CPLP e outros - tempo integral), por unidade curricular (excepto a unidade curricular 'Dissertação' que um estudante Free Mover não pode frequentar!). Quanto mais unidades curriculares um estudante Free Mover seleccionar, maior será a taxa global a pagar.

Os estudantes que se candidatem como estudantes visitantes - Free Mover devem seguir os procedimentos e prazos de candidaturas indicados.

* Estudantes visitantes - Free Movers* são estudantes:

a) não abrangidos por um protocolo/convénio entre a universidade de origem e a U.Porto ou a FEUP;
b) não previstos no número máximo de vagas de acordos pré-estabelecidos.

 Início da Página

Informação adicional



Se pretender obter informações adicionais, por exemplo, sobre o calendário escolar, alojamento e os Orientation Days (Dias de Orientação), consulte os restantes menus do Portal do Candidato da FEUP. Não perca essas informações igualmente interessantes para o sucesso da sua estadia no Porto e na FEUP!

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2019-12-02 I  Página gerada em: 2019-12-16 às 07:33:32 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais