Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > 50148C5

Fotografia de Arquitetura, Cidade e Território

Código: 50148C5     Sigla: FACT

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
CNAEF Arquitetura e urbanismo

Ocorrência: 2022/2023 - 1S

Ativa? Sim
Página Web: http://scopionetwork.com
Unidade Responsável: Arquitectura (A)
Curso/CE Responsável: Mestrado Integrado em Arquitetura

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIARQ 40 MIARQ 4 - 3 - 81
5

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Pedro Leão Ramos Ferreira Neto Regente

Docência - Horas

Teórica: 0,00
Teorico-Prática: 0,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 0,00
Pedro Leão Ramos Ferreira Neto 1,50
Teorico-Prática Totais 1 0,00
Pedro Leão Ramos Ferreira Neto 2,00

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

O objectivo de FACT do 1º semestre é, por um lado, aprofundar o estudo e prática adquiridos em CAAD I e II sobre a utilizacção da fotografia e do seu potencial para questionar e problematizar o universo da Arquitectura, Cidade e Território. Por outro lado, levar os alunos a desenvolver uma narrativa visual fotográfica com maior maturidade, capaz de comunicar novas perspectivas sobre o espaço e a realidade urbana e que possa constituir uma base para a sua dissertacção final do MIARQ.

O intuito é dar a conhecer aos alunos trabalhos de diversos autores que utilizam a fotografia documental para questionar e problematizar o espaço urbano e seus modos de apropriacção e despertar neles a consciência para a existência de diversas correntes e estratégias artísticas aquando da utilizacção da fotografia documental como um instrumento de investigacção e comunicacção crítica no universo da Arquitectura, Cidade e Território.

A unidade curricular desenvolve-se através de dois vectores paralelos, um teóricoprático e outro prático. As aulas teórico-práticas têm como objectivo dar aos alunos os conhecimentos necessários (técnicos / conceptuais / teóricos / práticos) para que estes sejam capazes de questionar e problematizar o potencial da Fotografia para a análise crítica e poética do espaço no universo da Arquitectura, Cidade e Território. As aulas práticas têm como objectivo acompanhar os alunos ao longo do desenvolvimento das narrativas visuais – ajudar a relacionar os trabalhos dos alunos com os diversos autores, correntes artísticas e projectos no universo da fotografia referidos nas teórico-práticas -, sendo crítico das mesmas e da forma como os alunos utilizam as referências e adoptam diversas estratégias artísticas aquando da construção das suas narrativas.

Do trabalho desenvolvido devem resultar diversas narrativas visuais num formato de foto-livro em suporte físico - livro de artista ou foto-livro de FACT para a Anuária - e digital - projectos digitais na plataforma scopio network. Esta plataforma é o suporte activo de comunicacção e acervo didático sobre o universo de fotografia Documental relacionado com Arquitectura, Cidade e Território. 

Ao longo do 1º semestre são convidados docentes de outras instituições de ensino e diversos autores /artistas ligados à representacção do espaço público e arquitectura, e em especial à fotografia de autor, para comentarem os trabalhos dos alunos e realizarem sessões abertas de discussão e debate, tendo como base temas ou trabalhos práticos ou teóricos à sua escolha relacionados com estas temáticas. Essas sessões serão enquadradas através do Ciclo de Conferencias scopio Debates integrado na Unidade Curricular de FACT.

Resultados de aprendizagem e competências

Adquirir os conhecimentos e competências necessários para aplicação da fotografia como instrumento de investigação e suporte para a comunicação e representação da Arquitectura, Cidade e Território

Adquirir os conhecimentos e competências necessários para explorar o potencial da fotografia e da acessibilidade e interactividade da platforma scopio network para a comunicação e percepção dos espaços de cidade e suas vivencias.

Adquirir os conhecimentos e competências necessários para  criar um portfolio na scopio network e um fotolivro, constituído por imagens e texto, que dê suporte a um conjunto de ideias capazes de formular uma posição, argumento ou história sobre uma determinada problemática do espaço de cidade.

 

Modo de trabalho

Presencial

Programa

O intuito da unidade curricular é o de levar os alunos, numa primeira fase, a explorar, questionar e problematizar o potencial da fotografia como forma de representar e questionar a realidade urbana. Do trabalho proposto devem resultar diversas narrativas visuais – fotolivro ou livro de autor e portfolios digitais. Estes portfolios digitais e os fotolivros descrevem simultaneamente (i) determinadas problemáticas e características dos espaços e (ii) dão a conhecer novasperspectivas sobre o espaço público e a forma como as pessoas o percepcionam e vivem nele.

Bibliografia Obrigatória

Adams Ansel; Examples. ISBN: 0-821-21750-X
Adams, A. and J. P. Schaefer; The Ansel Adams Guide: Basic Techniques of Photography 
- Book 1, London, Little, Brown and Company, 1999
Adams, A. and J. Szarkowski; Ansel Adams at 100, 2007
Alvao, D. ; A cidade do Porto na obra do fotografo Alvão: 1872-1946, 1984
Antunes J. P. 730; Bauhausfotografie
Armstrong Carol; Scenes in a library. ISBN: 0-262-01169-7
Barthes Roland; A câmara clara. ISBN: 972-44-0076-X
Basilico Gabriele; Arquitectura em Portugal. ISBN: 989-95159-1-4
Beleza, F. and M. Claudio; Porto: margens do tempo, 1994
Belting Hans; Thomas Struth. ISBN: 3-88814-496-5
Durant Mark Alice; McDermortt & McGough. ISBN: 0-9657280-2-1
Elwall Robert; Building with light. ISBN: 1-85894-215-2
Evening Martin; Adobe photoshop cs3 for photographers. ISBN: 978-0-240-52028-5
Fieldman, E. B.; Varieties of visula experience., New York, Harry N. Abrams, Inc. , 1992
Gilbert, N., Ed.; Researching social life, London, Sage, 1993
GRUPO IF; Drummond, A., Ed.; Porto Esquinas do Tempo, MEMENTO. Porto. , 1981
Habermas, J; Historia y crítica de la opinión pública. La transformación estructural de la 
vida pública, Barcelona, G. Gili, 2002
Hirsch, R. ; Seizing the light: a history of photography, New York, Mc Graw Hill Higher 
Education. 
, 2000
Innerarity, D.; La sociedade invisible., Madrid, Espasa, 2004
Innerarity, D.; El Nuevo Espacio Público., Madrid, Espasa, 2006
Jorge, F., Ed.; 5 arquitectos fotógrafos. , 1994
Langa, E. A; Los blogs: perspectivas individuales en el espacio público, Global Media 
Journal Volume, 1-13 DOI, 2006
Laurel, B., Ed.; Design Research: methods and perspectives, London, The MIT Press , 2003
Maas, Winy; Five Minutes City: Architecture and [im]mobility, Episode publishers, 
Rotterdam, 2003
Moure Gloria 340; La arquitectura sin sombra. ISBN: 84 343 0910-6
Neto Pedro Leão 340; Scopio. ISBN: 1647-8266
Rodrigues, C.; Blogs e a fragmentação do espaço público, rom 
http://www.labcom.ubi.pt/livroslabcom/pdfs/rodrigues-catarina-blogs-fragmentacao-espacopublico.pdf, 2006
Schattner Karljosef; Architektur. ISBN: 3-7643-6934-5
Siza M. Teresa 340; Porto. ISBN: 972-8451-06-7
Sontag, Susan; On Photography, 1977

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Os princípios metodológicos que orientam esta disciplina têm como pilares fundamentais: fomentar e facilitar a comunicação e intercâmbio de ideias entre  discentes e docentes e tornar possível aos discentes ter um papel activo no próprio processo pedagógico de forma a despertar o interesse dos alunos pelos conteúdos programáticos, incentivar a cooperação e o trabalho em grupo e promover uma maior auto-responsabilização dos alunos relativamente ao desenvolvimento e consecução dos trabalhos a realizar. Pretende-se, assim, adoptar uma estratégia de trabalho que leve os alunos a desenvolver simultaneamente projectos de autoria colectiva e individual e, sem prejuízo dos métodos de avaliação tradicionais, adoptar um processo de debate de ideias e auto-avaliação dos trabalhos realizados ao longo do semestre.
A disciplina desenvolve-se em dois vectores paralelos, um teórico e outro teóricoprático.
Pretende-se dar as bases teóricas necessárias para o desenvolvimento dos exercícios de representação e
comunicação propostos. Isto significa dar aos alunos os conhecimentos necessários  para que estes sejam capazes de questionar e problematizar o potencial da fotografia para a
comunicação e percepção do espaço público e, em seguida, despertar neles a consciência de como podem utilizar métodos quantitativos e qualitativos na investigaçao sobre esses espaços.

Software

InDesign - Adobe
Photoshop - Adobe

Palavras Chave

Humanidades > Artes
Humanidades > Artes > Artes visuais > Fotografia
Ciências Tecnológicas > Arquitectura

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 25,00
Trabalho de campo 25,00
Trabalho escrito 25,00
Trabalho laboratorial 25,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Elaboração de projeto 50,00
Trabalho de campo 25,00
Trabalho laboratorial 25,00
Total: 100,00

Obtenção de frequência

Para a obtenção de frequência é necessário garantir a assiduidade a, pelo menos, 75% das aulas previstas e obter o mínimo de 9,5 valores resultantes da actividade de participação nas aulas e do trabalho individual a realizar.

Fórmula de cálculo da classificação final

MÉTODOS DE CÁLCULO DA CLASSIFICAÇÃO FINAL
Parâmetros e percentagem de avaliação dos exercícios de comunicação:
PA1: – 25%
PA2: – 25%
PA3: – 25%
PA4:– 25%
Cálculo da nota final:
Nota final = [PA1 + PA2 + PA3 + PA4]
A nota final está cotada com o máximo de 20 valores.

(a) PA1: Domínio e exploração das potencialidades técnicas de representação fotográfica e edição dos programas;
(b) PA2: Exploração e coerência dos métodos e narrativas visuais adoptados para analisar e explorar o espaço e comunicar os conteúdos de cada exercício (a forma como as ideias e o argumento sobre o espaço público foram expressas através das narrativas visuais apresentadas);
(c) PA3: Estrutura e desenvolvimento do texto que acompanha o trabalho final;
(d) PA4: Assiduidade e interesse do aluno.

Melhoria de classificação

Refinar o projecto de comunicação (trabalho de narrativa visual crítica teórico-prático) que será novamente avaliado de acordo com os critérios definidos.

Observações

Unidade curricular opcional, sem precedências.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2024-04-13 às 17:48:18 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias