Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FAUP
Você está em: Início > 30309B3

Figura Humana e Representação do Espaço

Código: 30309B3     Sigla: 30309B3

Ocorrência: 2010/2011 - A

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Desenho (D)
Curso/CE Responsável: Mestrado Integrado em Arquitetura

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIARQ 45 MIARQ (até a 2011/12) 3 - 6 -

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Vítor Manuel Oliveira da Silva Regente

Docência - Horas

Teorico-Prática: 3,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teorico-Prática Totais 2 6,00
Vítor Manuel Oliveira da Silva 3,00
José Maria da Silva Lopes 3,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Adquirir competências técnicas e expressivas nos domínios do desenho da figura humana e da representação do espaço. Desenvolver a prática do desenho de figura humana na sua relação com o espaço. Aprofundar, através das imagens do desenho, o entendimento das relações existentes entre corpo e espaço
Em suma, trata-se de promover percursos de pesquisa pessoais que assegurem a prática do desenho enquanto relação dialógica e estruturante da imaginação e do pensamento.

Programa

Conteúdos temáticos e faseamento
O programa da unidade curricular processa-se segundo três fases. As duas primeiras fases incidem sobre a observação, a produção e a análise do desenho de figura humana e das representações do espaço. A 3ª fase propõe-se estudar processos de invenção incidindo sobre modos de concepção, de ilustração e de composição.

Temas e matérias de estudo:
1. Figura humana. Teorias das proporções do Corpo Humano. Os Cânones. Anatomia, Medida e valor simbólico. Desenhos de cópia. Desenhos de estátua, de estampas e de fotografias. Os modelos clássicos. O modelo vivo.

2. Modos de representação e de expressão. A figura e o espaço. Postura, gesto e Movimento. Escala e encenação. Desenho Contemporâneo. Modos de expressão e de composição. Técnicas gráficas: meios riscadores, as aguadas, os pastéis e a cor. A colagem. Sequência de experiências gráficas com a presença de modelo vivo.

3. Corpo e Espaço. Figura humana e arquitectura. Memória e cultura do desenho arquitectónico. Articulações simbólicas, expressivas e ilustrativas.
Desenho de imaginação: a figura humana e o espaço. Modelos de interacção figural e representativa. Processos de ilustração, composição e montagem.

Bibliografia Obrigatória

ADLER, Kathleen; POINTON, Marcia; The Body Imaged: The Human Form and Visual Culture Since the Renaissance , Cambridge; New York: Cambridge University Press, 1993
ANDERSON, Alex T. ; On the Human Figure in Architectural Representation, Journal of Architectural Education, Association of Collegiate Schools of Architecture, 55/4, 2002
CAZORT, Mimi; KORNELL, Monique, ROBERT, K. B.; The Ingenious Machine of Nature: Four Centuries of Art and Anatomy , The National Gallery of Canada,, 1996. ISBN: ISBN: 0888846576
GOLDSTEIN, Nathan; Figure Drawing: The Structure, Anatomy, and Expressive Design of the Human Form , London: Prentice Hall International, 5 ed, 1999
HALE, Robert Beverly ; Drawing Lessons from Great Masters: 100 Great Drawings Analized, Figure Drawing Fundamental Defined , New York: Watson-Guptill, 1989. ISBN: ISBN 0823014010.
RECHT, Roland ; Le Dessin d’Architecture. Origine et Fonction. , Paris: Adam Biro , 1995 . ISBN: ISBN 2-8766-0156-7
SAINZ, Jorge; El Dibujo de Arquitectura. Teoría e História de un Lenguage Gráfico. Madrid: Editorial Nerea, 1990. ISBN: ISBN 84-86763-32-0

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

O programa será desenvolvido de acordo com o tipo de aula teórico-prática. Sessões teóricas destinam-se a enquadrar as matérias, os temas, os exemplos e os fundamentos teóricos dos exercícios práticos a desenvolver em cada fase de trabalho e estudo.
As fichas de trabalho definem o enquadramento teórico e prático de cada fase, bem como o regime dos exercícios e os parâmetros de avaliação e crítica.
Os exercícios constituem o referente didáctico, por excelência, a partir do qual se promove o debate individual e colectivo. Privilegia-se o contacto constante e permanente entre o docente e o aluno, sujeitos implicados na interacção de saberes e de expectativas, de questões e de respostas. Os pontos de situação e as sessões de avaliação constituem momentos fundamentais de todo processo.

Palavras-chave

Humanidades > Artes > Belas artes > Desenho

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Descrição Tipo Tempo (Horas) Peso (%) Data Conclusão
Participação presencial (estimativa) Participação presencial 102,00
Total: - 0,00

Obtenção de frequência

Para a obtenção da frequência é necessário garantir a assiduidade a, pelo menos, 75% das aulas previstas.

Fórmula de cálculo da classificação final

No final de cada fase, a avaliação será o resultado dos desenvolvimentos comparados das respostas dos estudantes, tendo como referência os parâmetros definidos nas fichas de trabalho.
É obrigatório a apresentação de um caderno de desenho (diário gráfico) no qual se dará cumprimento ao desenvolvimento de exercícios livres e específicos. O caderno de desenho perfaz 25% do total da classificação em cada fase.
O cálculo da classificação pressupõe a progressão dos níveis de exigência dos exercícios, bem como a perspectiva temporal e a síntese das aprendizagens. A classificação final, considerada a assiduidade e o aproveitamento global do aluno, será a média ponderada das três classificações previstas para o ano lectivo, (25% +25%+ 50%).

Observações

Palavras Chave
Desenho> Figura Humana> Expressão> Representação> Espaço> Escala> Imagem> Ilustração> Composição>Montagem.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2018 © Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2018-12-13 às 04:40:18