Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > MML119

Psiquiatria Forense

Código: MML119     Sigla: MML119

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Ciências Sociais
OFICIAL Ciências da Saúde
OFICIAL Ciências Jurídicas
OFICIAL Criminologia

Ocorrência: 2008/2009 - A

Ativa? Sim
Curso/CE Responsável: Mestrado em Medicina Legal

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Maria José Carneiro de Sousa Pinto da Costa Regente

Docência - Horas

Teórica: 0,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Aprofundamento dos conhecimentos relativos à psiquiatria e sua aplicação às questões forenses. A importância da psicologia nas situações de violência.

Programa

Imputabilidade, perigosidade, debilidade, interdição, inabilitação, toxicodependência, incapacidade de testemunhar, internamento compulsivo, personalidade anti-social, parafilias, traumatismos craneo-encefálicos. A entrevista psicológica. Aplicação de baterias de testes.

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Aulas teóricas de duas horas com discussão de casos práticos. Vivência prática nas áreas escolhidas pelo aluno, sempre que possível e em vário tipo de instituições públicas e privadas. Apresentação ao aluno do conteúdo programático das várias disciplinas com indicação dos temas e assuntos mais importantes, considerados imprescindíveis para a formação de um mestrando em Medicina Legal.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Obtenção de frequência

Através do controlo de assiduidade dos alunos mediante assinatura de registo de presença em cada aula. Será considerada frequência válida a presença em dois terços do número de aulas ministradas em cada módulo. Em casos excepcionais previstos na lei a frequência tradicional poderá ser substituída pela realização de trabalhos científicos.

Fórmula de cálculo da classificação final

A classificação da parte teórica do Mestrado é feita de forma quantitativa numa escala de 0 a 20 valores e também na forma qualitativa em quatro graus, não satisfaz, satisfaz suficiente, satisfaz bom e satisfaz muito bom. Na parte teórica cada questão será pontuada com a classificação máxima da prova que será de dezoito valores e a soma das pontuações dividida pelo número de questões determinará a classificação teórica final. A esta classificação será adicionada uma informação do docente do módulo que poderá atingir dois pontos, de forma a poder perfazer a nota máxima de 20 valores. A classificação final do Mestrado é obtida seguindo o previsto no Regulamento de Mestrados da universidade do Porto.

Provas e trabalhos especiais

Poderão ser realizados trabalhos monográficos do tipo resenha bibliográfica ou trabalhos de investigação científica de âmbito experimental sobre temas à escolha do aluno.

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Em casos excepcionais previstos na lei ou em casos devidamente justificados poderá ser realizada uma avaliação fora do contexto habitual e do calendário previsto, a qual poderá versar apenas a realização de uma prova oral sobre apuramento do grau de conhecimento do aluno, relativamente à prática teórica. Esse tipo de avaliação será determinado pela Comissão Coordenadora do Mestrado que informará o aluno sobre o assunto. No que se refere ao trabalho de investigação qualquer avaliação especial deverá ser alvo de análise pela Comissão Coordenadora do Mestrado.

Melhoria de classificação

O aluno poderá solicitar, no semestre seguinte, melhoria da classificação final de cada um dos módulos teóricos do Mestrado. Relativamente à classificação final do Mestrado, nela incluída a classificação obtida na apresentação da sua dissertação, só poderá ser concedida autorização de repetição da prova pública de apresentação da Tese de Mestrado se esta violar alguma disposição legal.

Observações

Os alunos que tenham concluído com aproveitamento o Curso de Especialização em Ciências Médico-Legais terão preferência na selecção como alunos do Curso de Mestrado em Medicina Legal deste Instituto. Os alunos que tenham concluído com aproveitamento o Curso de Especialização em Ciências Médico-Legais e com média final igual ou superior a 14 valores poderão ter equivalência a parte teórica do Mestrado em Medicina Legal, devendo frequentar três seminários com uma carga horária de 20 horas cada) destinado a completar a carga horária do Mestrado. Têm de frequentar a disciplina optativa com a carga horária de 20 horas e realizar o estágio com a carga horária de 30 horas).
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2024-06-15 às 11:17:33 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias