Saltar para:
Logótipo
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Projecto da Casa da U. Porto
Hoje é domingo
Você está em: Início > Centros de Investigação e Desenvolvimento > Laboratório de Engenharia de Processos, Ambiente, Biotecnologia e Energia
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Laboratório de Engenharia de Processos, Ambiente, Biotecnologia e Energia

Sigla: LEPABE Laboratório de Engenharia de Processos, Ambiente, Biotecnologia e Energia - Abre numa nova janela
Responsável: Arminda Alves
Missão:

O Laboratório de Engenharia de Processos, Ambiente, Biotecnologia e Energia (LEPABE, antigo LEPAE) foi criado em 1998, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (sobretudo no Departamento de Engenharia Química), como um grupo interdisciplinar. A sua área de investigação foca-se na Engenharia Química e Biotecnologia. Tem sido consistentemente avaliado como Excelente, nas várias avaliações internacionais da Fundação para a Ciência e Tecnologia.

O lema do LEPABE, “Da Ciência para a Inovação”, é sustentado pela combinação entre a ciência básica, engenharia aplicada e a inovação. Aliás a compreensão sistemática dos princípios fundamentais, para além da engenharia química e biotecnologia, é um pré-requisito para muitas inovações, tais como células solares, biomateriais e sistemas de libertação controlada de medicamentos. Este tipo de conhecimento profundo só pode surgir através de uma abordagem interdisciplinar, combinando a química, a biologia e a ciência dos materiais biomiméticos com a tecnologia.

O LEPABE tem apresentado, ao longo dos anos, as competências, os recursos, os resultados, a experiência e o reconhecimento internacional, bem como a confiança e parceria industrial, que são as bases para o sucesso. Os resultados da I&D&I dos membros da equipa são de grande mérito e demonstram uma elevada experiência na formação avançada em diversas áreas. Em relação às aplicações tecnológicas e produtos inovadores, para além das patentes registadas, foram lançadas empresas spin-off, resultantes da investigação realizada no LEPABE: ACS - Advanced Cyclone Systems em 2008, liderada por R. Salcedo, a BioMode, em 2010, onde N. Azevedo foi copromotor.

 O LEPABE coloca uma grande ênfase na partilha de saberes de diferentes áreas e os membros integrados são estimulados a cooperar com os colegas de diferentes especializações, nesta e em outras unidades, aumentando as sinergias e procurando avanços em áreas de interesse comum. Esse progresso do conhecimento tecnológico fundamentado na ciência, explica a obtenção, nos últimos anos, de níveis mais elevados de cooperação com a indústria e órgãos governamentais. A formação dos membros do LEPABE é multidisciplinar, com conhecimentos fundamentais em engenharia de reações e ciências de separação e de superfície, modelação matemática avançada, controle de processos, fenómenos de transporte, química e tecnologia do ambiente e alimentar, biotecnologia e biologia molecular. Esta abordagem tem provado ser crucial no desenvolvimento de áreas-alvo, incluindo áreas emergentes tais como a nanociência e novas tecnologias da energia.

 

A visão do LEPABE para 2015-2020 é alcançar uma posição internacional de destaque e ser reconhecido como um laboratório de investigação "excecional" na área de engenharia química e biotecnologia. A nossa missão é desenvolver processos e produtos inovadores que permitam responder eficazmente aos desafios da sociedade, proporcionando a melhoria na riqueza e bem-estar da sociedade europeia. Vamos continuar a usar a base de engenharia química e biológica para produzir produtos e melhorar a qualidade de vida, de forma sustentável e segura para o ambiente e seres humanos.

Para apoiar a nossa missão, o LEPABE está estruturado em três grupos: (a) Engenharia de Processos Químicos e Energia, (b) Biotecnologia e Interfaces e (c) Ambiente, que cruzam com 5 linhas temáticas que são as nossas prioridades de investigação: (1) Processos, Produtos e Energia: (2) Engenharia de Sistemas de Processos; (3) Biotecnologia; (4) Estruturas Supramoleculares e (5) Ciências e Tecnologias do Ambiente.

A consistência da unidade deriva da matriz comum - análise de processos químicos e biológicos - aplicada ao desenvolvimento de processos e produtos inovadores com elevado potencial económico. As sinergias resultantes dos grupos complementares de investigação certamente contribuem para o desenvolvimento socioeconómico e industrial sustentável do país. 

Email: lepabe@fe.up.pt
Telefone: +351 225081687 (Fátima Ribeiro Faustino)
Fax: +351 225081449
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-04-21 às 13:38:01 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais