Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
Formação regular da Biblioteca |fevereiro a maio
Hoje é domingo
Você está em: Início > EIC0091
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Gestão de Operações e Logística

Código: EIC0091     Sigla: GOLO

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Métodos Quantitativos e Gestão

Ocorrência: 2018/2019 - 2S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento de Engenharia e Gestão Industrial
Curso/CE Responsável: Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIEIC 12 Plano de estudos a partir de 2009/10 4 - 6 42 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Américo Lopes de Azevedo Regente
Bernardo Sobrinho Simões de Almada Lobo Regente

Docência - Horas

Teórico-Práticas: 3,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 1 3,00
Américo Lopes de Azevedo 1,50
Bernardo Sobrinho Simões de Almada Lobo 1,50

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

Esta unidade curricular tem como objectivos principais:

  • dar a conhecer e explorar os conceitos fundamentais da gestão de operações e da logística, orientados  à resolução de problemas reais em empresas industriais e de serviços;
  • proporcionar uma visão integrada da gestão de operações nas organizações, nomeadamente quanto a conceitos, técnicas e estratégias, bem como ser capaz de identificar e abordar problemas, usando métodos quantitativos para a sua resolução;
  • permitir compreender a necessidade e o papel dos métodos de previsão, do planeamento de inventário e da produção, e do escalonamento das atividades produtivas nos sistemas de produção e cadeias de abastecimento;
  • conhecer e aplicar conceitos e ferramentas lean manufacturing com o objetivo de reduzir desperdícios e aumentar a eficiência dos sistemas de produção.
  • conhecer e aplicar conceitos e ferramentas no âmbito dodo desenho, planeamento e gestão de sistemas logísticos e de distribuição.

Resultados de aprendizagem e competências

Criar, atualizar e desenvolver nos estudantes competências em gestão de operações e logística, que lhes permitam:

- Compreender o papel das operações e da logística na estratégia global da empresa,

- Desenvolver uma visão integrada dos conceitos fundamentais, das estratégias e das técnicas avançadas de gestão de operações, de logística e de gestão da cadeia de abastecimento,

- Saber identificar, explorar e proteger os gargalos do sistema de produção de modo a garantir a eficácia das suas intervenções na busca da melhoria da produtividade.

- Desenhar, planear e gerir operações e logística, tendo em conta a maximização da eficiência operacional e a satisfação do cliente.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

Esta unidade curricular introduz os conceitos e as técnicas relacionadas com o desenho, o planeamento, o controlo e a melhoria de operações industrias e de serviço. Os tópicos seguintes são abordados:

  1. Competitividade e Operações; Diferentes abordagens à estratégia das operações: custo, qualidade, tempo de resposta, flexibilidade e inovação; Estratégias de outsourcing e ‘contract manufacturing’; Estratégias de operações nos serviços.
  2. Fundamentos da produção em fluxo: abordagens, ferramentas e técnicas.
  3. Análise Processos
  4. Desenvolvimento, implementação e manutenção de abordagens “lean” em operações.
  5. Desenho, Coordenação e Otimização da cadeia de abastecimento
  6. Gestão estratégica e agregada de Capacidades/ Planeamento e escalonamento de produção
  7. Gestão de materiais, Planeamento da Procura e Gestão do Inventário
  8. Sistemas logísticos e de distribuição: Planeamento de Transportes e Roteamento de veículos.
  9. Localização de Armazéns

Bibliografia Obrigatória

Richard B. Chase, F. Robert Jacobs, Nicholas J. Aquilano; Operations management for competitive advantage. ISBN: 0-07-121555-7
Ronald H. Ballou; Business logistics management. ISBN: 0-13-081262-5

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

A Unidade Curricular orienta-se pela corrente de aprendizagem predominantemente ativa.  Baseia-se numa combinação de exposição pontual dos conteúdos e conceitos com fases de resolução e discussão em grupo de casos de estudo. Para atingir os objetivos da unidade curricular, os estudantes terão que:

- Preparar e resolver casos de estudo;

- Ler e apresentar casos e artigos científicos em diferentes tópicos de gestão de operações e logística;

- Resolver exercícios e discuti-los nas sessões em aula;

São utilizados como meios de apoio computadores, "datashow" e aplicações informáticas específicas, para além do EXCEL.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Defesa pública de dissertação, de relatório de projeto ou estágio, ou de tese 20,00
Participação presencial 20,00
Teste 20,00
Trabalho de campo 20,00
Trabalho escrito 20,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Elaboração de projeto 30,00
Estudo autónomo 40,00
Frequência das aulas 52,00
Trabalho de campo 40,00
Total: 162,00

Obtenção de frequência

Presença nas aulas, de acordo com as "Normas Gerais de Avaliação", Conselho Pedagógico da FEUP).

Fórmula de cálculo da classificação final

A classificação final (P) é a média pesada da classificação obtida nas 5 componentes de avaliação (20% cada componente):
- análise e discussão de 2 casos individuais
- análise e discussão de 2 casos em grupo
- mini-teste indicidual

Melhoria de classificação

Os estudantes podem repetir numa prova de recurso o mini-teste
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-05-26 às 12:46:00 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais