Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
Projecto da Casa da U. Porto
Você está em: Início > CINF030
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Sistemas de Apoio à Decisão

Código: CINF030     Sigla: SAD

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
CORDIS Ciências Sociais

Ocorrência: 2017/2018 - 2S

Ativa? Sim
Página Web: https://sites.google.com/g.uporto.pt/cinf-sad
Unidade Responsável: Departamento de Engenharia e Gestão Industrial
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Ciência da Informação

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
CINF 33 Plano Oficial em Vigor 3 - 6 56 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
José Fernando da Costa Oliveira Regente
Maria Antónia da Silva Lopes de Carravilla Regente

Docência - Horas

Teóricas: 2,00
Práticas: 2,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teóricas Totais 1 2,00
José Fernando da Costa Oliveira 1,00
Maria Antónia da Silva Lopes de Carravilla 1,00
Práticas Totais 2 4,00
José Fernando da Costa Oliveira 3,00
Maria Antónia da Silva Lopes de Carravilla 1,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

CONTEXTO


Esta unidade curricular está centrada na aplicação de métodos analíticos para tomar melhores decisões e fornece aos estudantes ferramentas de modelação e de otimização que serão de grande utilidade na abordagem e resolução de problemas das organizações (indústria e serviços).


OBJETIVOS ESPECÍFICOS


O objectivo desta unidade curricular é o de proporcionar aos estudantes uma visão global sobre os princípios e técnicas usados em processos de tomada de decisão racionais, perante situações de risco e incerteza e com critérios múltiplos, tendo em consideração aspectos quantitativos e qualitativos.

Resultados de aprendizagem e competências

Dotar os alunos com competências para: 

  • identificar e abordar de forma hábil e estruturada problemas de decisão; 
  • construir modelos de problemas de decisão; 
  • identificar e recorrer a métodos analíticos para obtenção de soluções para os modelos construídos, como suporte para decisões fundamentadas; 
  • usar folhas de cálculo para análise e obtenção de soluções para os modelos construídos;
  • formular problemas de decisão com vários critérios e aplicar metodologias de ajuda à decisão em ambientes de incerteza e risco. 

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Conhecimentos básicos sobre Folhas de Cálculo (Informática Básica). 

Programa


  • Modelação de problemas de programação linear com variáveis contínuas.

  • Solver do Excel e análise de relatórios de sensibilidade

  • Modelação de problemas em redes com modelos de programação linear.

  • Modelação de problemas de programação linear com variáveis inteiras e binárias.

  • Teoria da Decisão.

  • Problemas Multicritério.

Bibliografia Obrigatória

Docentes de SAD; Documentação de apoio preparada pelos docentes da unidade curricular (Disponível a partir da página web da unidade curricular)

Bibliografia Complementar

Powell, Stepehn G.; Management Science. ISBN: 978-0-470-03840-6
Clemen, Robert T.; Making hard decisions with decision tools, N. ISBN: 0-534-36597-3

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Exposição dos temas programáticos, sempre que possível com recurso a métodos de aprendizagem ativa. A exposição será sempre ilustrada por casos, exemplos e problemas. Esclarecimento de dúvidas sobre a resolução dos problemas propostos.

Software

Microsoft Excel

Palavras Chave

Ciências Sociais > Economia > Estudos de gestão > Gestão industrial
Ciências Físicas > Matemática > Matemática aplicada > Investigação operacional

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Teste 100,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 106,00
Frequência das aulas 56,00
Total: 162,00

Obtenção de frequência

Conforme o disposto nas normas gerais de avaliação.

Fórmula de cálculo da classificação final

Exercícios a realizar no início das aulas teóricas (sem consulta) (0 a 10 valores)
Soma das 8 melhores classificações de cada estudante nos 10 exercícios de avaliação propostos para resolução no início das aulas teóricas.
Cada exercício será classificado numa escala de 0 a 100%.



Avaliações Intermédias a realizar nas aulas práticas (com consulta) (0 a 10 valores)
Cada uma duas avaliações intermédias será classificada numa escala de 0 a 100%.

Os estudantes serão aprovados se tiverem uma classificação final igual ou superior a 10 valores



Provas e trabalhos especiais

Os estudantes inscritos em REGIME ORDINÁRIO

Deverão resolver 10 exercícios, sem consulta, que serão corrigidos e classificados numa escala de 0 a 100%.
A resolução desses exercícios será discutida individualmente com cada estudante na aula seguinte.

Deverão realizar duas avaliações intermédias, com consulta, que serão corrigidas e classificadas numa escala de 0 a 100%.
A resolução dessas avaliações intermédias será discutida com os estudantes.


Os estudantes que não tenham obrigatoriedade de frequência e que não tenham realizado a avaliação distribuída farão no recurso um exame global com consulta.

Avaliação especial (TE, DA, ...)

As avaliações em época especial serão feitas por uma prova sem consulta.

Melhoria de classificação

ÉPOCA DE RECURSO

Os estudantes poderão melhorar a sua avaliação num exame (com consulta) a realizar na época de recurso.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-02-23 às 15:36:00 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais