Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
Pré-candidaturas mobilidade 2019/2020
Você está em: Início > EIC0105
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Métodos Estatísticos

Código: EIC0105     Sigla: MEST

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Matemática

Ocorrência: 2013/2014 - 2S (de 10-02-2014 a 06-06-2014)

Ativa? Sim
Página Web: http://paginas.fe.up.pt/~jlborges/statistics/mest_2014.html
Unidade Responsável: Departamento de Engenharia e Gestão Industrial
Curso/CE Responsável: Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIEIC 189 Plano de estudos a partir de 2009/10 1 - 5 56 135

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
José Luís Cabral Moura Borges Regente

Docência - Horas

Teóricas: 2,00
Teórico-Práticas: 2,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teóricas Totais 1 2,00
José Luís Cabral Moura Borges 2,00
Teórico-Práticas Totais 7 14,00
Andreia Zanella 4,00
José Luís Cabral Moura Borges 6,00
Pedro Sanches Amorim 4,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Garantir que os alunos adquiram uma visão integrada de conceitos e técnicas básicas da Estatística no âmbito do curso de Engenharia Informática.

Resultados de aprendizagem e competências

No final da unidade curricular, os estudantes devem ser capazes de:

- utilizar métodos para explorar, sumarizar e apresentar dados;

- utilizar métodos de inferência estatística.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

1. Objeto e Método da Estatística. 2. Estatística Descritiva: Caracterização de amostras Univariadas e bivariadas constituídas por dados quantitativos ou qualitativos. 3. Teoria Elementar de Probabilidade. 4. Variáveis Aleatórias e Distribuições de Probabilidade: Distribuições de variáveis discretas e contínuas. Parâmetros das distribuições. Variáveis transformadas. 5. Distribuição Conjunta de Probabilidade de Duas Variáveis Aleatórias: Distribuições conjunta, marginal e condicional. Variáveis independentes. Covariância e correlação. Distribuição de funções de duas variáveis aleatórias. 6. Caracterização de Algumas Distribuições Discretas Univariadas: Binomial. Hipergeométrica e Poisson. 7. Caracterização de Algumas Distribuições Contínuas Univariadas: Uniforme. Exponencial Negativa, Normal. X2, t e F. 8. Amostragem Aleatória e Distribuições Amostrais: Distribuição da média amostra. Teorema do limite central. Geração de variáveis aleatórias. 9. Estimação por Intervalo: Especificação de intervalos de confiança. 10. Teste de Hipóteses: Especificação de testes de hipóteses.

Bibliografia Obrigatória

Guimarães, Rui Manuel Campos; Estatística. ISBN: 978-84-481-5589-6
Rui Campos Guimarães e José António Sarsfield Cabral; Estatística, 2ª edição, Verlag Dashofer, 2011. ISBN: 978-989--642-108-3
Deborah Rumsey; Statistics Essentials FOR Dummies, wiley, 2010. ISBN: 978-0-470-61839-4

Bibliografia Complementar

Wonnacott, Thomas H.; Introductory statistics. ISBN: 0-471-51733-X
Rui Campos Guimarães, José A. Sarsfield Cabral; Estatística. ISBN: 978-84-481-5589-6

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Aulas Teórico: exposição dos conceitos relativos aos capítulos do programa, acompanhada por exemplos de aplicação e resolução de exercícios selecionados. Aulas Teórico-Práticas: resolução de problemas selecionados e esclarecimento de dúvidas.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 0,00
Exame 70,00
Teste 30,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 72,00
Frequência das aulas 56,00
Total: 128,00

Obtenção de frequência

Não exceder o número de faltas de acordo com as normas gerais de avaliação. A média das classificações nos mini testes deverá ser igual ou superior a 6.00 valores. A frequência obtida em anteriores edições da disciplina só é válida: - no caso de ter sido igual ou superior a 6.00 valores - ter sido obtida no ano letivo anterior (ex, em 2012/2013 são apenas consideradas classificações obtidas em 2011(2012)

Fórmula de cálculo da classificação final

Nota Final = MT1 * 0.15 + MT2 * 0.15 + Exame * 0.70

Para a Nota Final ser positiva é necessário (MT1 + MT2)/2 >= 6.00 e Exame >= 8.00

A classificação dos mini-testes conta tanto na época normal como na época de recurso. (apenas para os alunos que na época de recurso estão inscritos para melhoria os mini-testes não são contabilizados na classificação final)

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Para os alunos dispensados de frequência (de acordo com as regras estabelecidas nas normas gerais de avaliação) a nota final será a nota obtida no exame. No entanto, os alunos dispensados de frequência poderão optar por efectuar os mini-testes devendo, nesse caso, informar o docente dessa opção e sendo a sua classificação final calculada pela seguinte fórmula: MT1 * 0.15 + MT2 * 0.15 + Exame * 0.70 Note-se que todos os alunos que efectuem os mini-testes estão sujeitos ao critério de nota mínima, isto é, a média das classificações obtidas nos dois mini-testes terá de ser igual ou superior a 6.00 valores. A comparência em qualquer um dos mini testes pressupõe a opção de se submeter à componente de avaliação distribuída.

Melhoria de classificação

A melhoria da classificação obtida nos mini-testes poderá ser efectuada na época de recurso para os alunos que tenham obtido aprovação à disciplina na época normal. Assim, para os alunos que no exame de recurso pretendam efectuar melhoria de classificação obtida na Época Normal a nota obtida nos mini testes não conta. Neste caso a classificação final será a obtida no exame, isto é, Nota final = Exame Final (para os alunos que na época de recurso ainda não estão aprovados na disciplina os mini-testes contam 30%, tal como na época normal)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2018 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2018-12-14 às 18:05:15 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais