Saltar para:
Logótipo
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Paulo Jesus: Exposição Retrospectiva
Você está em: Início > Regime de Ingresso em Doutoramento - 2016/2017
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Regime de Ingresso em Doutoramento - 2016/2017

Cursos/CE disponíveis

Doutoramento

Destinatários

Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de doutor:
a) Os titulares do grau de mestre ou equivalente legal;
b) Os titulares de grau de licenciado, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela Comissão Científica.
c) Os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização do ciclo de estudos pela Comissão Científica.

A Comissão Cientifica de cada Ciclo de Estudos poderá definir quais as condições de ingresso que pretende considerar, restringindo ou detalhando as condições gerais previstas (consultar informação de cada ciclo de estudos).


Propinas:

Informação de propinas para 2016/17.

 

Vagas

Curso/CE Fase Vagas Ano Curricular
Programa Doutoral em Ciência e Tecnologia de Polímeros 1 6
2 12
Programa Doutoral em Engenharia Biomédica 1 5
2 14
3 7
Programa Doutoral em Engenharia Civil 1 15
2 33
3 27
Programa Doutoral em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química 1 5
Programa Doutoral em Engenharia de Minas e Geo-Recursos 1 6
2 7
3 4
Programa Doutoral em Engenharia do Ambiente 1 10
2 15
3 13
Programa Doutoral em Engenharia e Gestão Industrial 1 10
2 18
3 14
Programa Doutoral em Engenharia e Políticas Públicas 1 3
2 7
3 9
Programa Doutoral em Engenharia Electrotécnica e de Computadores 1 5
2 22
3 9
Programa Doutoral em Engenharia Física 1 7
2 7
3 8
Programa Doutoral em Engenharia Informática 1 15
2 17
3 11
Programa Doutoral em Engenharia Mecânica 1 20
2 38
3 54
Programa Doutoral em Engenharia Metalúrgica e de Materiais 1 5
2 8
3 8
Programa Doutoral em Engenharia Química e Biológica 1 28
2 32
3 18
Programa Doutoral em Líderes para Indústrias Tecnológicas 1
Programa Doutoral em Materiais e Processamento Avançados 1 2
2 4
3 4
Programa Doutoral em Media Digitais 1 10
2 7
Programa Doutoral em Planeamento do Território 1 5
2 5
3 2
Programa Doutoral em Segurança e Saúde Ocupacionais 1 15
2 15
3 29
Programa Doutoral em Sistemas de Transportes 1 6
2 8
3 8
Programa Doutoral em Sistemas Sustentáveis de Energia 1 10
2 2
Programa Doutoral em Telecomunicações 1
Cursos Vagas
Totais 1.ª Fase 2.ª Fase 3.ª Fase
Programa Doutoral em Engenharia Biomédica 15 5 14 7
Programa Doutoral em Engenharia Civil 40 15 33 27
Programa Doutoral em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química 5 5 - -
Programa Doutoral em Engenharia de Minas e Geo-Recursos 7 6 7 4
Programa Doutoral em Engenharia do Ambiente 15 10 15 13
Programa Doutoral em Engenharia e Políticas Públicas 11 3 7 9
Programa Doutoral em Engenharia Electrotécnica e de Computadores 30 5 22 9
Programa Doutoral em Engenharia Física 9 7 7 8
Programa Doutoral em Engenharia e Gestão Industrial 20 10 18 14
Programa Doutoral em Engenharia Informática 25 15 17 11
Programa Doutoral em Engenharia Mecânica 60 20 38 53
Programa Doutoral em Engenharia Metalúrgica e de Materiais 8 5 8 8
Programa Doutoral em Engenharia Química e Biológica 38 28 32 18
Programa Doutoral em Líderes para Indústrias Tecnológicas 12 12 - -
Programa Doutoral em Materiais e Processamento Avançados 4 2 4 4
Programa Doutoral em Media Digitais 15 10 7 -
Programa Doutoral em Planeamento do Território 10 5 5 2
Programa Doutoral em Segurança e Saúde Ocupacionais 40 15 15 29
Programa Doutoral em Sistemas de Transportes 10 6 8 8
Programa Doutoral em Sistemas Sustentáveis de Energia 12 10 2 -

 


Número mínimo de estudantes para funcionamento de cada ciclo de estudos:

Ciclo de estudos N.º mínimo de estudantes para funcionamento
Programa Doutoral em Engenharia Biomédica 1
Programa Doutoral em Engenharia Civil 5
Programa Doutoral em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química 5
Programa Doutoral em Engenharia de Minas e Geo-Recursos 2
Programa Doutoral em Engenharia do Ambiente 1
Programa Doutoral em Engenharia e Políticas Públicas Menos de 5
Programa Doutoral em Engenharia Electrotécnica e de Computadores 5
Programa Doutoral em Engenharia Física 1
Programa Doutoral em Engenharia e Gestão Industrial 5
Programa Doutoral em Engenharia Informática 5
Programa Doutoral em Engenharia Mecânica 1
Programa Doutoral em Engenharia Metalúrgica e de Materiais 1
Programa Doutoral em Engenharia Química e Biológica 5
Programa Doutoral em Líderes para Indústrias Tecnológicas 5
Programa Doutoral em Materiais e Processamento Avançados 5
Programa Doutoral em Media Digitais 5
Programa Doutoral em Planeamento do Território 1
Programa Doutoral em Segurança e Saúde Ocupacionais 5
Programa Doutoral em Sistemas de Transportes 3
Programa Doutoral em Sistemas Sustentáveis de Energia 5

 

Notas:

1 - Às vagas de cada fase acrescem eventuais vagas sobrantes da fase anterior. 
O n.º de vagas da 2.ª fase foi atualizado e inclui já as vagas sobrantes da 1.ª fase.
O n.º de vagas da 3.ª fase foi atualizado e inclui já as vagas sobrantes da 2.ª fase.

2 - Ciclos de estudos cujas candidaturas se realizam noutras Instituições:

  • Programa Doutoral em Matemática Aplicada
  • Programa Doutoral em Líderes para Indústrias Tecnológicas - as candidaturas decorrem no MIT | Portugal
  • Programa Doutoral em Sistemas Sustentáveis de Energia - as candidaturas decorrem no MIT | Portugal
  • Programa Doutoral em Sistemas de Transportes - as candidaturas decorrem na FEUP e no MIT | Portugal, às 10 vagas para candidaturas na FEUP acrescem 5 vagas para candidaturas no MIT | Portugal

3 - Às vagas acima indicadas poderão acrescer vagas especialmente destinadas a candidatos ao abrigo de protocolos.



Candidaturas

Prazos

Consultar informação de cada ciclo de estudos.


Critérios de seriação

Os critérios de seriação são definidos por ciclo de estudos (consultar informação de cada ciclo de estudos).

Notas:

1 - Na 1.ª fase serão admitidos apenas os candidatos com nota de candidatura igual ou superior a 14 valores (escala numérica 0-20)* e que apresentem documentação que prove que concluíram as habilitações necessárias para efeitos do concurso.

2 - Nas fases seguintes serão aceites para seriação candidatos que tenham concluído ou venham a concluir o curso até ao final do prazo de candidatura*. Caso ainda não disponham da certidão de conclusão de curso, será aceite declaração de compromisso de honra em como concluíram as habilitações necessárias para efeitos do concurso.
A inscrição será condicionada à apresentação da respectiva certidão.

* Excepto os ciclos de estudos cuja abertura de funcionamento contemple outras condições de admissão.

 

Documentos a entregar

  • Documento de identificação (Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão/Passaporte) (obrigatório);
  • Certidão de conclusão de um curso superior (obrigatório);
    - Na 2.ª fase e fases seguintes de candidaturas, caso já tenha concluído o curso mas não tenha ainda a respetiva certidão de conclusão, deve apresentar declaração indicando data de conclusão e média final previsível, ficando a sua matrícula condicionada à apresentação da respetiva certidão nas datas publicadas;
    - Para habilitações obtidas no estrangeiro ver nota (1);
  • Certidão de unidades curriculares do estabelecimento do ensino superior em que obteve aprovação com indicação do regime (semestral ou anual) e nº de UC/ECTS. Caso não obtenha a certidão contendo todos estes elementos, deverá acrescentar lista discriminativa das unidades curriculares realizadas, com a informação em falta (obrigatório);
    - A matrícula ficará condicionada à apresentação da respetiva certidão nas datas publicadas;
    - Estudantes UP, poderão digitalizar e anexar informação do percurso académico;
    - Para habilitações obtidas no estrangeiro ver nota (1);
  • Curriculum vitae (Obrigatório);
  • Informação referente ao orientador (opcional);
  • Cartas de recomendação (opcional);
  • Fotografia ("tipo passe", a cores, de preferência com fundo neutro; 200 pixeis de altura por 140 pixeis de largura; Formato JPG; Qualidade média ou superior no algoritmo de compressão do JPG) (opcional).

(1) Notas para candidatos provenientes do ensino superior estrangeiro:
Os documentos deverão ser autenticados pelos serviços consulares ou embaixadas de Portugal com sede no país a que a habilitação diz respeito, ou pelos serviços consulares ou embaixadas em Portugal dos países estrangeiros a que a habilitação diz respeito, ou com Apostilha de Haia, para os países que aderiram à Convenção de Haia. O mesmo deve acontecer relativamente às traduções, obrigatórias, de documentos cuja língua original não seja a portuguesa, espanhola, francesa ou inglesa.

Para além destes documentos, poderão ser solicitados documentos específicos em cada ciclo de estudos (informação disponível no processo de candidatura).

Os candidatos colocados que tenham algum documento pendente no processo de candidatura, só poderão efetuar a matrícula mediante a entrega/envio desse documento.


Emolumentos

A candidatura está sujeita ao pagamento, não reembolsável, de 55 euros.

Procedimento para geração de Referências Multibanco:
1. Clicar na imagem Associar referência MB para pagamento associada ao emolumento de candidatura.
2. Confirmar os dados apresentados e clicar em "Atribuir", ficando automaticamente com a referência associada.
3. Clicando em "voltar à conta corrente" irá novamente encontrar a referência gerada.

No caso de pagamentos efetuados a partir do estrangeiro, deverá realizar uma transferência bancária, com as despesas por conta do ordenante, utilizando os dados do documento anexo.

Notas:
- Terminado o prazo para apresentação das candidaturas, serão indeferidas liminarmente as candidaturas cujos emolumentos não tenham sido pagos.
- Os candidatos excluídos ou não colocados (suplentes) numa fase e que pretendam candidatar-se a outra fase terão de apresentar nova candidatura e pagar os respetivos emolumentos.

O pedido de reconhecimento/creditação (opcional) está sujeito ao pagamento, não reembolsável, dos seguintes emolumentos (consultar Tabela de Emolumentos da Universidade do Porto):

- Pedido de reconhecimento/creditação de formação anterior (exceto nos processos de reingresso, quando a formação a creditar tenha sido realizada enquanto estudante do ciclo de estudos a que se candidata): 50 euros;

- Pedido isolado de creditação de unidades curriculares singulares do ciclo de estudos a que o estudante se candidata (por qualquer concurso/regime, incluindo reingresso): 25 euros;

- Pedido de reconhecimento/creditação de experiência profissional: 200 euros;

- Reapreciação do processo de creditação (incluindo em processos de reingresso): 80 euros.

 

Procedimentos

Procedimento para submissão da candidatura

  1. Escolha o ciclo de estudos/curso e o regime de acesso pretendido (Concursos de Ingresso).
  2. Selecione “Apresentar a candidatura”. Se já é estudante da FEUP, terá de se validar com o utilizador e senha de estudante. Se não for estudante da FEUP ser-lhe-á solicitado que preencha o formulário de pedido de utilizador. As credenciais (utilizador e senha) serão enviadas para o e-mail que indicar no formulário.
  3. Preencha o formulário de candidatura e anexe os documentos solicitados. Nota: os campos a vermelho são de preenchimento obrigatório.
  4. Submeta a candidatura. Se ao tentar submeter for detetado um erro (ex.: campos obrigatórios por preencher), o sistema emite uma mensagem de alerta.
    Se a informação for submetida com sucesso, deverá verificar todos os dados introduzidos e confirmar ou editar os dados.
  5. Após confirmação da submissão da candidatura receberá informação sobre a forma de pagamento do respetivo emolumento (nota: as referências multibanco poderão demorar algum tempo a serem geradas).
    No caso de pagamentos efetuados a partir do estrangeiro, deverá realizar uma transferência bancária, com as despesas por conta do ordenante, utilizando os dados do documento anexo.
    Seguidamente deverá enviar o comprovativo da transferência para acesso.ingresso@fe.up.pt, com os seguintes dados:
    - Nome, morada, país, número de identificação fiscal.
    Nota: Terminado prazo para apresentação das candidaturas, serão indeferidas liminarmente as candidaturas cujos emolumentos não tenham sido pagos.
  6. Qualquer problema que tenha na submissão da candidatura deverá ser reportado para acesso.ingresso@fe.up.pt, durante o prazo para apresentação das candidaturas, ou no dia útil seguinte ao término das mesmas.

Procedimento para consulta do estado da candidatura

  1. Valide-se no sistema de informação com o utilizador e senha que utilizou na candidatura;
  2. Clique sobre o seu nome;
  3. Nas opções que aparecem no lado direito da página selecione “Candidaturas de Ingresso”.

Procedimento para efetuar o pedido de reconhecimento/creditação

  1. No formulário de candidatura, no campo "Pretende efetuar um pedido de reconhecimento", coloque “Sim”.
  2. Após submissão da candidatura, nas opções do lado direito da página em Reconhecimentos selecione "Criar/Editar" e insira o pedido.
  3. Só será dado seguimento ao pedido de creditação após pagamento dos respetivos emolumentos (consultar Tabela de Emolumentos da Universidade do Porto).

Procedimento para realização da matrícula
Este procedimento será disponibilizado através de um link na página de entrada da FEUP, no início do prazo de matrículas.

 

Legislação Aplicável

 

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2018 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2018-11-19 às 11:54:36 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais