Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > Procedimentos de segurança
Vamos a livros:: abril 2024

Procedimentos de segurança

voltar

Situação perigosa

Se detetar uma situação invulgar ou potencialmente perigosa para as pessoas, equipamentos e/ou ambiente, avise imediatamente o Vigilante, pessoalmente ou através do número interno de emergência - #115 (a partir de qualquer extensão da rede interna da FEUP) ou 912233377.


Emergência Médica


Em caso de vítimas de doença súbita ou acidente ligue diretamente o 112 (Número Nacional de Emergência). O operador da Central de Emergência vai pedir-lhe informações sobre a vítima que irão permitir um socorro rápido e eficaz e o envio dos meios de socorro apropriados. Depois de ligar o 112 deverá contactar imediatamente o Vigilante - #115 (a partir de qualquer extensão da rede interna da FEUP) ou 912233377 - para que este tome as medidas necessárias para enviar socorristas da FEUP ao local e facilitar o acesso da ambulância.


Incêndio

  1. Mantenha a calma;
  2. Dê o alarme - pressionando o botão de alarme manual mais próximo, ou telefonando para o número interno de emergência - #115 (a partir de qualquer extensão da rede interna da FEUP) ou 912233377;
  3. Providencie a evacuação da área atingida;
  4. Ataque o fogo com o extintor mais próximo, não correndo riscos desnecessários;
  5. Não utilize água para extinguir incêndios em equipamentos elétricos;
  6. Caso não consiga extinguir o incêndio, abandone o local, fechando as portas e janelas;
  7. Utilize as costas das mãos numa porta para sentir o calor - não tente abrir se estiver muito quente (poderá ser o único obstáculo entre si e o fogo); procure uma segunda saída;
  8. Mantenha-se próximo de chão, onde há menos fumo e mais oxigénio;
  9. Nunca utilize os elevadores - use as escadas;
  10. Se tiver a roupa a arder, não corra: pare, deite-se no chão e role.
  11. Dirija-se para o ponto de reunião.
voltar ao topo

Fuga de gás

  1. Efetue o corte geral do gás na válvula de corte;
  2. Não ligue nenhum aparelho elétrico, nem acione o interruptor da luz;
  3. Areje o local, abrindo as portas e janelas;
  4. Em caso de incêndio, proceda de acordo com a respetiva instrução de segurança, e se necessário, combata as chamas usando extintores de pó químico seco;
  5. Nunca use chamas para procurar a fuga;
  6. Contacte os STM - 1500 (ext. da rede interna) - para providenciarem a reparação e a execução da inspeção de segurança.
voltar ao topo

Inundação

  1. Efetue o corte parcial da água na válvula de corte adequada; se necessário proceda ao corte geral da água;
  2. Proceda ao escoamento das águas, construindo, se necessário, barreiras por forma a encaminhar a água para o ralo de pavimento mais próximo ou para o exterior;
  3. Contacte os STM - 1500 (ext. da rede interna) - para providenciarem a reparação e a limpeza.
voltar ao topo

Sismo

As principais causas de acidente durante um tremor de terra são:

  1. Desmoronamento total ou parcial de edifícios;
  2. Atuação humana precipitada devido ao pânico;
  3. Incêndios, agravados normalmente por falta de água e dificuldade nos acessos;
  4. Queda de móveis e outros objetos;
  5. Queda de cabos de energia elétrica.

Em caso de ocorrência de sismo, durante o mesmo proceda da seguinte forma:

  1. Domine o pânico, mantenha a calma;
  2. Proteja-se no vão de uma porta interior, no canto de uma sala ou debaixo de uma secretária ou mesa; esteja atento à eventual queda de objetos; mantenha-se afastado das janelas e envidraçados;
  3. Não ligue aparelhos elétricos.

Após o sismo inicie as suas funções de segurança procedendo, de acordo com a gravidade do mesmo, da seguinte forma:

  1. Antes de iniciar a deslocação pelo edifício proteja a cabeça e a cara;
  2. Efetue os cortes gerais de eletricidade, de água e de gás;
  3. Inspecione as instalações fazendo o inventário de eventuais anomalias e prejuízos;
  4. Se necessário promova a evacuação do edifício encaminhando os ocupantes para o exterior, em local afastado de edifícios ou muros, seguindo o Plano de Evacuação;
  5. Verifique se há feridos e socorra-os; se houver feridos graves não os remova a menos que corram perigo - ligue o 112;
  6. Se existirem incêndios desencadeie o Plano de Emergência, e proceda de acordo com a respetiva instrução de segurança de atuação em caso de incêndio;
  7. Limpe urgentemente os produtos inflamáveis que eventualmente se tenham derramado;
  8. Ligue um rádio e siga as instruções da Proteção Civil e das outras autoridades.
voltar ao topo

Evacuação

A comunicação de evacuação geral de um edifício é realizada através de um alarme sonoro de toque contínuo da sirene acompanhado de comunicação por voz.

Perante este alarme dirija-se para o ponto de reunião:

  1. Abandone imediatamente o seu local de trabalho ou sala de aula, garantindo, no entanto, que os equipamentos sob sua responsabilidade ficam desligados;
  2. Não demore a recolher objetos pessoais. Evite levar objetos (livros, material escolar, malas ou casacos dificultam a evacuação). Se tiver computador portátil feche-o e leve sem os cabos;
  3. Feche portas e janelas;
  4. Não corra; não grite; mantenha a calma;
  5. Utilize as escadas, nunca os elevadores;
  6. Nas escadas, deixe passar alternadamente as pessoas que entram nos andares abaixo;
  7. Siga as instruções dos Delegados de Segurança da FEUP;
  8. Oriente as suas visitas, e auxilie as pessoas com capacidades limitadas ou em dificuldade;
  9. Não pare na porta de saída do edifício; dirija-se ao ponto de reunião e permaneça lá até que lhe seja dada autorização para sair ou voltar ao edifício.

Em caso de incêndio tenha ainda o cuidado de:

  1. Utilizar as costas das mãos numa porta para sentir o calor, não tentando abrir se estiver muito quente (poderá ser o único obstáculo entre si e o fogo); deverá procurar uma segunda saída;
  2. Manter-se próximo de chão, onde há menos fumo e mais oxigénio;
  3. Se tiver a roupa a arder, não corra: pare, deite-se no chão e role.

O Professor e/ou Técnico responsável, na sala de aula e/ou laboratório, perante o alarme sonoro de evacuação deve:

  1. Repetir a ordem com voz calma e autoritária de forma a evitar o pânico;
  2. Abrir a porta e orientar os alunos, através dos caminhos de evacuação, para as saídas indicadas;
  3. Indicar aos alunos qual o ponto de reunião para onde se devem dirigir;
  4. Por último, verificar se não fica ninguém na sala/laboratório, fechar a porta e dirigir-se também para o ponto de reunião, certificando-se que nenhum aluno volta para trás.

Consulte as plantas de emergência de forma a conhecer bem quais os caminhos de evacuação a seguir caso ocorra uma situação de emergência.

voltar ao topo

Como usar o extintor


  1. Retire a cavilha e aperte a alavanca para verificar o funcionamento, dirija-se depois para o local do fogo;
  2. Faça a aproximação ao fogo no sentido do vento ou da tiragem normal do edifício;
  3. Ataque o fogo dirigindo o jato do extintor à base das chamas;
  4. Não dirija o jato para um recipiente que contenha um líquido em chamas (este pode ser projetado para fora do recipiente);
  5. Em caso de incêndio em equipamentos elétricos e/ou eletrónicos, utilize um extintor de CO2;
  6. Ao utilizar um extintor de CO2, pegue no manípulo isolante, pois a parte do cone arrefece muito e pode queimar as mãos;
  7. Assegure um número suficiente de extintores e de pessoas para os utilizar;
  8. Preveja a possibilidade de reignição do incêndio;
  9. No final, providencie a recarga dos extintores utilizados contactando os STM - 1500 (ext. da rede interna).
voltar ao topo

Como usar a manta ignífuga

Ao utilizar uma manta de ignífuga tenha ter em consideração o seguinte:

  1. Retire a manta da caixa puxando pelas argolas/pegas disponíveis, sem retirar a caixa da parede;
  2. Desdobre a manta e use-a:
    • Para extinguir um pequeno foco de incêndio, envolvendo as chamas com a manta;
    • Para envolver pessoas em chamas;
    • Como escudo térmico ao fugir de um incêndio de maiores proporções.
  3. No final, se a manta ainda estiver boa dobre-a e recoloque-a na respetiva caixa; se estiver estragada providencie a sua substituição contactando os STM - 1500 (ext. da rede interna).
voltar ao topo
voltar
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2015-05-26 I  Página gerada em: 2024-04-23 às 15:04:48 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias