Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > L.EIC030

Projeto Integrador

Código: L.EIC030     Sigla: PI

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Engenharia Informática e Computação

Ocorrência: 2022/2023 - 2S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Página Web: https://sites.google.com/view/l-eic-projeto-integrador/
Unidade Responsável: Departamento de Engenharia Informática
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Engenharia Informática e Computação

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
L.EIC 238 Plano Oficial 3 - 6 13 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
João Carlos Pascoal Faria Regente
Miguel Tavares Coimbra Regente

Docência - Horas

Orientação Tutorial: 1,00
Tipo Docente Turmas Horas
Orientação Tutorial Totais 34 34,00
Ana Paula Cunha da Rocha 0,125
Ana Cristina Ramada Paiva 1,00
Bruno Miguel Carvalhido Lima 3,50
Carlos Miguel Ferraz Baquero-Moreno 0,125
Diamantino Rui da Silva Freitas 0,125
Filipe Alexandre Pais de Figueiredo Correia 0,375
Henrique Daniel de Avelar Lopes Cardoso 0,50
João António Correia Lopes 0,625
João Carlos Pascoal Faria 4,875
Jorge Manuel Gomes Barbosa 0,25
José Carlos Medeiros de Campos 0,875
José Manuel de Magalhães Cruz 0,625
Luís António Pereira de Meneses Corte-Real 0,125
Manuel Firmino da Silva Torres 0,50
Miguel Tavares Coimbra 1,00
Pedro Nuno Ferreira da Rosa da Cruz Diniz 1,00
Pedro Alexandre Guimarães Lobo Ferreira Souto 0,50
Alexandre Miguel Barbosa Valle de Carvalho 1,00
Gil Manuel Magalhães de Andrade Gonçalves 1,125
Nuno Filipe Moreira Macedo 0,25
Maria Teresa Magalhães da Silva Pinto de Andrade 0,125
Gabriel de Sousa Torcato David 0,25
Daniel Augusto Gama de Castro Silva 1,00
João Paulo de Sousa Ferreira Fernandes 0,25
Jorge Alves da Silva 0,25
João Carlos Viegas Martins Bispo 0,625
Daniel Filipe Martins Tavares Mendes 0,125
Maria Teresa Galvão Dias 0,50
António Manuel Lucas Soares 0,125
Ademar Manuel Teixeira de Aguiar 0,25
Jácome Miguel Costa da Cunha 0,50
Rui Pedro Amaral Rodrigues 0,50
Luís Paulo Gonçalves dos Reis 0,50
António Miguel Pontes Pimenta Monteiro 0,25
António Augusto de Sousa 0,50
Luís Filipe Pinto de Almeida Teixeira 0,50
Rosaldo José Fernandes Rossetti 1,50
Rui Filipe Lima Maranhão de Abreu 0,125
António Fernando Vasconcelos Cunha Castro Coelho 0,50
João Pedro Carvalho Leal Mendes Moreira 0,50
Sérgio Sobral Nunes 0,375
André Monteiro de Oliveira Restivo 0,50
Rui Carlos Camacho de Sousa Ferreira da Silva 0,50
Nuno Honório Rodrigues Flores 0,75
Mais informaçõesA ficha foi alterada no dia 2023-02-01.

Campos alterados: Objetivos, Resultados de aprendizagem e competências, Métodos de ensino e atividades de aprendizagem, Componentes de Avaliação e Ocupação, Programa, Observações, Obtenção de frequência

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

Esta unidade curricular pretende expor os estudantes a um projeto de Engenharia Informática em ambiente real, aplicando conhecimentos e competências adquiridas ao longo do curso. 

A metodologia de ensino com base num projeto permite que os estudantes, não só adquiram e pratiquem os conceitos abordados num ambiente real, mas igualmente desenvolvam o espirito de colaboração, cooperação e trabalho em equipa. O acompanhamento semanal da evolução dos projetos, quer presencial, quer através das ferramentas utilizadas para o efeito, permite uma aferição efetiva da evolução dos conhecimentos e competências adquiridas.

Através da metodologia de ensino baseado em projetos, é possível não só aplicar os conceitos já adquiridos, como também aprofundá-los através da prática e integração dos mesmos, com um acompanhamento e monitorização regulares por parte dos docentes.

Desta forma, adota-se uma filosofia pedagógica de "aprender, fazendo" que estimula a interiorização dos conhecimentos e expõe os estudantes aos problemas reais que surgem durante um projeto de engenharia informática. Através da demonstração pública dos resultados dos projetos, os estudantes são igualmente estimulados ao conceito de "produto" de software, apelando a uma componente inovadora e viabilizadora da possível atração de investidores interessados num produto real. 

No caso de um estágio em ambiente industrial ou de um projeto I&D multidisciplinar, será garantido pelo corpo docente que o estudante será integrado num ambiente de trabalho que permita a persecução dos objetivos de aprendizagem.

Resultados de aprendizagem e competências

(A) Ser capaz de aplicar metodologias, ferramentas e técnicas adequadas à resolução de um problema real de média complexidade no domínio da Engenharia Informática e Computação, em ambiente empresarial ou de investigação, abrangendo a análise do problema, a conceção, implementação e validação da solução, e a respetiva documentação e demonstração.

(B) Compreender e saber descrever aspetos organizacionais e funcionais de contextos empresariais ou de investigação e desafios que se colocam à prática de Engenharia Informática e Computação nesses contextos.

(C) Ser capaz de desenvolver trabalho colaborativo em Engenharia Informática e Computação em ambiente real, interagindo com colegas de equipa, clientes e outras partes interessadas, e utilizando ferramentas e meios adequados de comunicação e colaboração.

(D) Ser capaz de desenvolver trabalho em Engenharia Informática e Computação em ambiente real, com elevado grau de autonomia e autodisciplina, e ser capaz de comunicar adequadamente os resultados do trabalho desenvolvido, de forma escrita e oral.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

Nesta UC, em paralelo com as restantes UCs do semestre, os estudantes, organizados em equipas de média dimensão (4 estudantes), devem realizar um projeto de engenharia informática com impacto social, para resolução de um problema real, com base em propostas oriundas preferencialmente de organizações externas à UP (empresas, instituições, organismos de solidariedade social, etc.), envolvendo deslocação ao exterior para contato com proponentes e utilizadores finais. No final do semestre, é organizado um evento (feira) de exposição pública dos resultados alcançados. Durante todo o decorrer do projeto, os estudantes serão acompanhados por um docente que orientará a equipa na persecução dos objetivos de aprendizagem. 

Em alternativa, sob proposta do estudante, e mediante autorização do diretor do ciclo de estudos, os estudantes poderão realizar um estágio em ambiente empresarial ou numa unidade ou laboratório de I&D, sob orientação de um docente.

Bibliografia Obrigatória

Ken Schwaber; Agile software development with Scrum. ISBN: 0-13-067634-9

Bibliografia Complementar

Kent Beck; Extreme programming explained. ISBN: 978-0-321-27865-4

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

No caso da modalidade de projeto em equipa, os estudantes terão um horário em comum com um conjunto de salas reservadas para o desenvolvimento do projeto em conjunto, e interação com o docente orientador. 

Estes espaços servirão para o acompanhamento e desenvolvimento do projeto, através do uso dos sistemas, linguagens e ferramentas escolhidos para a implementação da solução.

No caso de um estágio em ambiente empresarial ou de investigação, será da responsabilidade do tutor/orientador, definir as componentes avaliativas, adequando-as ao contexto, dimensão e complexidade do trabalho.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Trabalho prático ou de projeto 50,00
Defesa pública de dissertação, de relatório de projeto ou estágio, ou de tese 15,00
Trabalho escrito 35,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Elaboração de relatório/dissertação/tese 32,00
Trabalho laboratorial 130,00
Total: 162,00

Obtenção de frequência

A frequência à UC implica o cumprimento das horas de trabalho previstas de cada componente de ocupação.

Fórmula de cálculo da classificação final

A classificação final individual é calculada para média ponderada das seguintes componentes:


  • Qualidade do trabalho (peso 50%)

  • Qualidade do relatório (peso 35%)

  • Qualidade da apresentação final (peso 15%)

Observações

Na edição de 2022/23, aplicam-se os seguintes prazos relativamente às 3 componentes objeto de avaliação:



  • Trabalho - no caso de projeto em equipa, espera-se que o trabalho de projeto seja concluído até ao final do período de aulas estipulado no calendário escolar da FEUP (26 de maio); no caso de estágios individuais, aplica-se a data definida no contrato de estágio (limite 30 de junho);

  • Relatório - no caso de projeto em equipa (PE), o relatório deve ser submetido via moodle até ao dia 23 de junho (final da época normal de exames); no caso de estágios individuais, aplica-se a data definida no contrato de estágio (limite 30 de junho);

  • Apresentação final - pode consistir na apresentação de poster num evento final da unidade curricular (“feira”) ou na submissão de vídeo curto (3 a 5 minutos), a realizar em julho em data e moldes a definir oportunamente; no caso de estágios (E), apenas se aplica a modalidade de vídeo.



Para mais detalhes sobre o funcionamento da unidade curricular e suas vertentes, ver 
https://sites.google.com/view/l-eic-projeto-integrador/
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2024-02-28 às 02:57:00 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias