Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > Números de emergência internos
Mapa das Instalações
FC6 - Departamento de Ciência de Computadores FC5 - Edifício Central FC4 - Departamento de Biologia FC3 - Departamento de Física e Astronomia e Departamento GAOT FC2 - Departamento de Química e Bioquímica FC1 - Departamento de Matemática

Emergência

Números de emergência internos

Grave estes números!
Em caso de emergência, e apenas nesse caso, ligue para um dos números de emergência da portaria correspondente ao edifício em que está:
Portaria FC1 22 0402 112 | 963 605 071 | Extensão interna: #112
Portaria FC2/FC3 22 0402 212 | 967 180 422 | Extensão interna: #112
Portaria FC4/FC5 22 0402 412 | 967 180 447 | Extensão interna: #112
Portaria FC6 22 0402 612 | 967 180 448 | Extensão interna: #112
Portaria FCV2 Geral: : 22 0402 850 | 968 315 802
Instituto Geofísico Geral: 22 0402 881
Observatório Astronómico Geral: 935 377 095
Nos edifícios do Campo Alegre, uma chamada através de telefone interno para a extensão interna #112 será encaminhada para a portaria correspondente. Um telefonema para o número fixo de emergência é encaminhado para o telemóvel de emergência, mesmo em caso de falha de energia. Nas restantes instalações da FCUP deve ser usado o número geral.


Número europeu de emergência

Se for necessário chamar o INEM (nº europeu de emergência: 112) tenha atenção que:
  • Deve manter-se perto da vítima, para poder responder às questões colocadas;
  • Deve indicar o local exato na FCUP onde se encontra e a via de entrada da viatura do INEM ou ambulância para esse local:
    • Edifícios FC1, FC2, FC3: Via Panorâmica, nº 45
    • Edifícios FC4/FC5: Rua do Campo Alegre, nº 823
    • Edifício FC6: Travessa de Entrecampos nº 184
  • É essencial avisar o Posto de Segurança (Portaria), para que seja facilitada a entrada da viatura no recinto da FCUP.

Instruções Gerais de Segurança

Em caso de Evacuação (Sirenes de Alarme)
  • A necessidade de evacuação de um local é comunicada verbalmente pela Equipa de Segurança ou através de um Alarme sonoro de toque contínuo das sirenes.
  • Dirija-se imediatamente para as saídas sem perder tempo a reunir os seus pertences.
  • Encaminhe-se para o exterior do edifício seguindo as indicações da sinalização de evacuação;
  • Auxilie quem necessitar de apoio;
  • Não tente utilizar os elevadores;
  • Evite passar por zonas com fumo e na impossibilidade de o evitar, desloque-se agachado.
  • Siga as instruções da Equipa de Segurança da FCUP.
  • Uma vez no exterior do edifício, dirija-se calmamente para o Ponto de Encontro;
  • Se tiver informações que possam ser relevantes ao controlo da emergência, transmita-as à Equipa de Segurança da FCUP;
  • Não volte ao interior do edifício até ser decretado o fim da emergência;
  • Aguarde calmamente por informações no Ponto de Encontro.


EVACUAÇÃO DAS SALAS DE AULA E LABORATÓRIOS
Em caso de Ordem de Evacuação, os professores, investigadores ou técnicos responsáveis devem:

  • Comunicar a necessidade de evacuar a sala/laboratório;
  • Informar que ninguém deve sair do local com objetos que possam atrasar ou dificultar a evacuação;
  • Garantir que todos os ocupantes saem de forma célere e ordeira;
  • Efetuar os procedimentos necessários para que o local fique em condições de segurança (paragem de equipamentos, corte de energia, interrupção de experiências, corte de gases, etc.);
  • Assegurar que as portas e janelas ficam fechadas, mas não bloqueadas;
  • Após atestar a evacuação total do local (varrimento), encaminharem-se para o ponto de encontro.




Em caso de Emergência Psicológica

Sinais de Ansiedade e Pânico

  • Olhar vago e vazio, não responsivo a orientações verbais;
  • Desorientado (a deambular);
  • Reações emocionais muito intensas (choro incontrolável, hiperventilação);
  • Reações físicas incontroláveis (tremores);
  • Comportamento frenético de busca;
  • Atividades de risco (bater em objetos e/ou bater no próprio corpo, proferir ameaças…).

Atuação em situações de Ansiedade e Pânico

  • Remover a pessoa do local onde ocorreu o episódio de ansiedade/pânico e conduzi-la para um lugar seguro e reservado;
  • Se não tiver condições para acompanhar a pessoa, chame ou peça para chamar a equipa de primeiros socorros;
  • Perguntar se costuma tomar algum medicamento (ansiolítico) e, se for o caso, perguntar se o tem consigo e se o quer tomar;
  • Ajudar a pessoa a acalmar-se e a respirar;
  • Se a pessoa não estiver agitada fisicamente, pedir para a pessoa se sentar;
  • Caso a pessoa não estabilizar, explicar que vai ligar para o 112 e que a vão ajudar (em caso de dúvida ligar sempre para o 112);
  • Se for enviada uma ambulância para a FCUP, informe o Posto de Segurança (Portaria);
  • Pedir informações de identificação à pessoa (nome, contacto telefónico, número de estudante / mecanográfico) para fazer a sinalização da ocorrência.
Em caso de Emergência Médica
  • Garanta as condições de segurança para si, para a vítima e para terceiros;
  • Comunique a ocorrência ao Posto de Segurança (Portaria);
  • Mantenha-se no local até à chegada da Equipa de Segurança.
  • Em casos graves de vítimas de doença súbita ou acidente, ligue rapidamente 112 e tenha atenção que:
    • Deve manter-se perto da vítima, para poder responder às questões colocadas;
    • Deve indicar o local exato na FCUP onde se encontra e a via de entrada da ambulância para esse local:
      • Edifícios FC1, FC2, FC3: Via Panorâmica, nº 45
      • Edifícios FC4/FC5: Rua do Campo Alegre, nº 823
      • Edifício FC6: Travessa de Entrecampos nº 184
    • É essencial avisar o Posto de Segurança (Portaria), para que seja facilitada a entrada da viatura no recinto da FCUP.

Metodologia de ALERTA 112

IdentificaçãoMorada e local exato
Nome e idade da vítima
Situação que motivou a ocorrência
Situação atualDescrição da condição clínica
Sinais e Sintomas
Antecedentes
(quando possível aferir)
Histórico de doenças
Medicação habitual
Alergias
AvaliaçãoTipo de emergência identificada
Procedimentos realizados
Em caso de Incêndio
  • Informe as pessoas presentes da necessidade de se retirarem do local;
  • Comunique rapidamente a ocorrência ao Posto de Segurança (Portaria);
  • Caso possua conhecimentos adequados e estiverem reunidas as condições de segurança, tente extinguir o incêndio com os extintores disponíveis no local;
  • Se as condições piorarem e tiver de abandonar a área, feche todas as portas próximas do incêndio.
Em caso de Explosão
  • Proteja-se da explosão;
  • Informe o Posto de Segurança (Portaria)
  • Afaste-se do local em segurança e dirija-se para o Ponto de Encontro.
Em caso de Sismo
  • Afaste-se de janelas, envidraçados, estantes, armários e outros objetos pesados que possam cair;
  • Coloque-se debaixo duma secretária, mesa, cadeira, encoste-se a um pilar, ou parede interior e proteja a cabeça com as mãos;
  • Mantenha a serenidade e acalme as pessoas que o rodeiam;
  • Permaneça protegido até terminar o abalo;
  • Apoie pessoas em dificuldades, mas não corra riscos desnecessários.
  • Encaminhe-se cuidadosamente e em segurança para o Ponto de Encontro.
Em caso de Fuga de Gás
  • Comunique a ocorrência ao Posto de Segurança (Portaria);
  • Não ligue nenhum aparelho elétrico, nem acione interruptores;
  • Se for seguro, areje o local, abrindo portas e janelas;
  • Afaste-se do local em segurança.
Em caso de Ameaça de Bomba
  • Informe unicamente o Posto de Segurança (Portaria).



Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Faculdade de Ciências da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2023-10-05 I  Página gerada em: 2024-05-28 às 02:28:57 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias