Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > AGR1004
Mapa das Instalações
FC6 - Departamento de Ciência de Computadores FC5 - Edifício Central FC4 - Departamento de Biologia FC3 - Departamento de Física e Astronomia e Departamento GAOT FC2 - Departamento de Química e Bioquímica FC1 - Departamento de Matemática

Bases Fisiológicas de Produção Vegetal

Código: AGR1004     Sigla: AGR1004     Nível: 100

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Agronomia

Ocorrência: 2018/2019 - 1S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento de Geociências, Ambiente e Ordenamento do Território
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Biologia

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
L:B 1 Plano de Estudos Oficial 3 - 6 49 162
L:CC 0 Plano de estudos a partir de 2014 2 - 6 49 162
3
L:F 0 Plano de Estudos Oficial 2 - 6 49 162
3
L:G 0 Plano estudos a partir do ano letivo 2017/18 3 - 6 49 162
L:M 0 Plano de Estudos Oficial 2 - 6 49 162
3
L:Q 0 Plano estudos a partir do ano letivo 2016/17 3 - 6 49 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Maria Eugénia dos Santos Nunes Regente

Docência - Horas

Teórica: 1,50
Práticas Laboratoriais: 2,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 1,50
Maria Eugénia dos Santos Nunes 1,50
Práticas Laboratoriais Totais 1 2,00
Maria Eugénia dos Santos Nunes 2,00

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

Compreender os mecanismos fisiológicos da interacção entre o desenvolvimento e produção da planta e os factores bióticos e abióticos, para se estabelecerem práticas culturais adequadas e perceber as opções de maneio.

Resultados de aprendizagem e competências

Conhecer os mecanismos fisiológicos que resultam num ajustamento do crescimento quando as plantas são expostas a mudanças no seu ambiente.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

I. Princípios Fundamentais de Fisiologia das Plantas

1.      Intercepção da radiação solar pela canópia da cultura

1.1   Componentes da expansão da área foliar da folha da planta

Emergência

Produção foliar

Afilhamento e ramificação

Senescência da folha

1.2   Desenvolvimento da canópia da cultura

Desenvolvimento sazonal

Época de sementeira e densidade de plantas

Fertilização azotada

Colheita, pragas, doenças e stress ambiental

1.3   Arquitectura da canópia

1.4   Padrões sazonais de intercepção

Índice de área foliar óptimo e máximo

Fotossíntese da folha e arquitectura da canópia

2.      Eficiência fotossintética: fotossíntese e fotorrespiração

2.1   Fotossíntese

2.2   Factores endógenos

2.2.1        Fotorrespiração

2.2.2        Plantas C3 e plantas C4

2.2.3        Idade da folha

2.3   Factores ambientais

2.3.1        Stress hídrico

2.3.2        Doenças

2.4   Potencial para aumentar a fotossíntese nas culturas

3.      Eficiência fotossintética: respiração

4.      Partição da matéria seca

4.1   Limitações das fontes e drenos

4.2   Importância do índice de colheita

4.3   Partição do carbono


II. Casos de culturas

1.      Cereais temperados

2.      Batata

3.      Pastagens temperadas

Bibliografia Obrigatória

Hay Robert K. M. 1946-; The physiology of crop yield. ISBN: 9781405108591

Observações Bibliográficas

Artigos cientificos serao disponibilizados para apoio de materias especificas.

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Aulas Teóricas: exposição de temas utilizando material de apoio diverso (slides, multimédia, internet).

Aulas Práticas: utilização de culturas em ensaios na estufa e equipamento para medições de parâmetros de fotossíntese.

Palavras Chave

Ciências Naturais > Ciências agrárias > Agronomia
Ciências Naturais

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Exame 75,00
Trabalho de campo 25,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 49,00
Frequência das aulas 49,00
Total: 98,00

Obtenção de frequência

Os estudantes tem que ter 85% da frequencia as aulas teoricas e 85% da frequencia das aulas praticas.

Fórmula de cálculo da classificação final

A avaliação será constituída por uma avaliação teórica e uma avaliação prática.

A avaliação teórica vale 15 valores e a avaliação prática, 5 valores.

Melhoria de classificação

A melhoria far-se-á exclusivamente com base na cotação do exame escrito (15 valores).

Observações

Para serem admitidos a exame os estudantes têm que ter nota positiva (10 valores) na avaliação prática.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Ciências da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-10-06 às 10:49:56 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias