Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > AGR3002
Mapa das Instalações
FC6 - Departamento de Ciência de Computadores FC5 - Edifício Central FC4 - Departamento de Biologia FC3 - Departamento de Física e Astronomia e Departamento GAOT FC2 - Departamento de Química e Bioquímica FC1 - Departamento de Matemática

Viticultura Geral

Código: AGR3002     Sigla: AGR3002     Nível: 300

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Agronomia

Ocorrência: 2018/2019 - 1S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento de Geociências, Ambiente e Ordenamento do Território
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Biologia

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
L:B 0 Plano de Estudos Oficial 3 - 6 49 162
L:CC 0 Plano de estudos a partir de 2014 2 - 6 49 162
3
L:F 0 Plano de Estudos Oficial 2 - 6 49 162
L:G 0 Plano estudos a partir do ano letivo 2017/18 2 - 6 49 162
3
L:M 0 Plano de Estudos Oficial 2 - 6 49 162
3
L:Q 0 Plano estudos a partir do ano letivo 2016/17 3 - 6 49 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Jorge Bernardo Lacerda de Queiroz Regente

Docência - Horas

Teórica: 1,50
Práticas Laboratoriais: 2,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 1,50
Anabela de Amaral Oliveira Carneiro 1,00
Jorge Bernardo Lacerda de Queiroz 0,50
Práticas Laboratoriais Totais 1 2,00
Jorge Bernardo Lacerda de Queiroz 0,50
Anabela de Amaral Oliveira Carneiro 1,50

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Conhecer os princípios técnico-científicos que regem a produção de uva.
Desenvolver competências que permitam a aplicação em toda a área da vitivinicultura desses princípios e de novas tecnologias de produção, tais como sistemas de condução, gestão do coberto vegetal, relações hídricas da videira e mecanização da cultura da vinha.

Resultados de aprendizagem e competências

Conhecer a importância do sector da vinha e do vinho em Portugal e no Mundo. 

Conhecer e aplicar os princípios de gestão da vinha ao longo do seu ciclo vegetativo (poda, manutenção do solo, operações em verde, doenças e pragas, plantação da vinha).

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Não aplicável

Programa

1 – História e evolução da Viticultura. Principais regiões vitivinícolas portuguesas e tipos de vinhos produzidos.
2 – Origem e evolução das Vitáceas. Sistemática. Escolha dos porta-enxertos.
3 – Morfologia e anatomia da videira. Ciclo biológico.
4 – Ecofisiologia da videira.
5 – Poda de Inverno.
6 – Propagação da videira.
7 - Implantação da vinha
8 - Introdução aos Sistemas de Condução da vinha.
9 – Gestão do coberto vegetal.

Bibliografia Obrigatória

Magalhães Nuno; Tratado de viticultura. ISBN: 978-972-8987-15-2
Hidalgo Luis; Tratado de viticultura general. ISBN: 84-7114-802-1
Huglin Pierre; Biologie et écologie de la vigne. ISBN: 9782743002602

Observações Bibliográficas

Serão distribuidas as apresentações das aulas.
Aconselha-se a consulta de Jornais científicos como por exemplo o OENO ONE

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Exposição teórica dos conteúdos, complementada por aulas práticas na vinha da FCUP e por visita a vinhas e adegas da região. Serão elaborados relatórios das atividades efetuadas nas aulas práticas, nas vinhas.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Exame 80,00
Trabalho de campo 5,00
Trabalho prático ou de projeto 15,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Elaboração de relatório/dissertação/tese 4,00
Frequência das aulas 49,00
Trabalho de campo 20,00
Total: 73,00

Obtenção de frequência

Perde a frequência o aluno que faltar a mais de um quarto das aulas práticas, ou não realizar satisfatoriamente dois terços dos trabalhos de índole laboratorial

Fórmula de cálculo da classificação final

A classificação final resultará do somatório da avaliação obtida nas componentes teórica e prática: A componente teórica, com peso de 80%, será avaliada através de teste escrito, enquanto a parte prática com peso de 20%, será avaliada por meio de duas componentes, avaliação dos relatórios (15%) e avaliação prática da operação de poda da videira (5%).
A nota final será obtida através da fórmula:

Nota Final = (T x 80 % + R x 15 % + P x 5 %)

T - Classificação obtida no teste.
(Serão admitidos ao teste os alunos que tenham frequentado com aproveitamento 3/4 das aulas práticas).

R - Classificação obtida nos relatórios.

P - Classificação obtida nas aulas práticas de poda .
A aprovação na disciplina está condicionada à obtenção de uma NOTA FINAL>= 9,5 valores e classificação mínima de 8,0 valores em todas as provas (T, R e P).

Melhoria de classificação

A melhoria de nota pode ser feita independentemente em qualquer dos componentes da avaliação: T, R e P. Para melhoria de R é necessária a apresentação de novos trabalhos e para a de P a frequência das aulas práticas de poda.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Ciências da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-10-02 às 07:37:59 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias