Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > AGR1001
Mapa das Instalações
FC6 - Departamento de Ciência de Computadores FC5 - Edifício Central FC4 - Departamento de Biologia FC3 - Departamento de Física e Astronomia e Departamento GAOT FC2 - Departamento de Química e Bioquímica FC1 - Departamento de Matemática

Agricultura I

Código: AGR1001     Sigla: AGR1001     Nível: 100

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Agronomia

Ocorrência: 2018/2019 - 1S

Ativa? Sim
Página Web: https://www.fc.up.pt/pessoas/mccunha/
Unidade Responsável: Departamento de Geociências, Ambiente e Ordenamento do Território
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Biologia

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
L:B 2 Plano de Estudos Oficial 3 - 6 49 162
L:CC 0 Plano de estudos a partir de 2014 2 - 6 49 162
3
L:F 0 Plano de Estudos Oficial 2 - 6 49 162
L:G 0 Plano estudos a partir do ano letivo 2017/18 3 - 6 49 162
L:M 0 Plano de Estudos Oficial 2 - 6 49 162
3
L:Q 0 Plano estudos a partir do ano letivo 2016/17 3 - 6 49 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Mário Manuel de Miranda Furtado Campos Cunha Regente

Docência - Horas

Teórica: 1,50
Práticas Laboratoriais: 2,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 1,50
Mário Manuel de Miranda Furtado Campos Cunha 1,50
Práticas Laboratoriais Totais 1 2,00
Mário Manuel de Miranda Furtado Campos Cunha 2,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Os principais objetivos da disciplina são:

- Domínio de terminologia técnica e científica utilizada na agricultura e agronomia.

- Desenvolver uma visão integrada da agricultura e da sua multifuncionalidade.

- Conhecer a relevância económica da agricultura

- Fundamentar a integração das operações gerais de cultura com as características do ambiente biofísico, económico e social da exploração agrícola e com a natureza das actividades (produções vegetais e animais), combinando racionalmente os recursos disponíveis em diferentes modos de produção.

- Compreender que a agricultura pelo valor que gera, pelo espaço que ocupa, pela mão-de-obra que requer e pela sua tradição implícita, desempenha um conjunto diversificado de funções com grande impacte na utilização dos recursos naturais, na construção da paisagem e na sociedade, pelo que o design dos agro-sistemas devem basear-se em processos ecologicamente sustentáveis, socialmente responsáveis mas também economicamente eficientes.

Resultados de aprendizagem e competências

 Pretende-se que os alunos:

Pretende-se que os alunos

- Desenvolvam uma visão integrada da agricultura.

- Conheçam a relevância da agricultura: na economia, no ambiente e na construção da paisagem.

- Sistematizem o conhecimento das ciências de base na fundamentação das práticas agronómicas.

- Compreendam as operações gerais de cultura em diferentes modos de produção (ex Agricultura biológica, produção integrada).

- Habilitar os alunos para integrar equipas multidisciplinares para estudar problemas complexos ao nível do  sistema de agricultura.

 

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

n.a.

Programa

- Conceitos básicos de agricultura e agronomia.

- Abordagem multifuncional e sistémica da agricultura como actividade do homem inserido numa sociedade.

- Perspectiva história e panorama actual da agricultura.

- Principais sistemas de produção (e.x. agricultura biológica, produção integrada, agricultura de precisão)

- O ambiente edáfico, climático e económico-social da agricultura.

- Bases ecofisiológicas do crescimento e desenvolvimento das culturas e a fundamentação de operações gerais de cultura.

- Rotações e consociações de culturas.

- Estudo de operações gerais de cultura: preparação e manutenção do solo, sementeiras e plantações, fertilização do solo, protecção da cultura, rega e drenagem, colheita.

- Estudo das grandes produções vegetais e dos sistemas de agricultura em Portugal (Tema com continuidade em AGII).

Bibliografia Obrigatória

Loomis, R.S e Connor, D.J. ; Ecología de cultivos: productividad y manejo agrarios, Mundi Prensa,, 2002
Terrón, P; Fitotecnia: ingeniería de la producción vegetal, Mundi Prensa, 2002
Caldas, C.; A agricultura portuguesa através dos tempos, Instituto Nacional de Investigação Científica, 1991
Mazoyer, M. e Roudart, L; Histoires des Agricultures du Monde, Editions du Seuil, França, 1997
Speding, R; An introduction to agricultural systems, Elsevier, Londres, 1988
Porta, J., Acevedo, M., Roquero, C; Edafología para la agricultura y el medio ambiente, Mundi Prensa, 1999

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Aulas teóricas Os temas das aulas teóricas serão preferencialmente expostos através de apresentações de slides (power-+points) e discussão de temas . Sempre que oportuno projecto na aula filmes (pequenos excertos) especializados que tenho vindo a compilar. Alguns tópicos poderão ser ministrados sob a forma de seminários dados por especialistas.

Aulas práticas:
- 1) Trabalhos de campo para permitir aos alunos um primeiro contacto directo com as plantas, as fitotécnicas e os sistemas de produção. 2) Alguns destes trabalhos consistem na instalação e acompanhamento do crescimento e desenvolvimento de culturas diversas - Recurso a computadores para: i) simulações de tomadas de decisões ao nível do sistema de cultura. ii) consulta de bases de dados.

3) Parte das aulas sobre máquinas agrícolas serão lecionadas em explorações colaborantes (acordo prévio com a FCUP).

4) Estão previstas visitas de estudo.

 

 

Palavras Chave

Ciências Naturais > Ciências agrárias > Agronomia

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Exame 64,00
Trabalho de campo 19,00
Trabalho escrito 17,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Elaboração de projeto 10,00
Frequência das aulas 25,00
Trabalho de campo 10,00
Total: 45,00

Obtenção de frequência

Presença em pelo menos 75% das aulas previstas: ver normas da FCUP https://sigarra.up.pt/up/LEGISLACAO_GERAL.ver_legislacao?p_nr=4025

Entrega e
apresentação dos trabalhos práticos (TPn) na data prevista

Os alunos com frequência e aprovação nos trabalhos práticos em anos anteriores serão admitidos a exame final, sem que para isso tenham que realizar novamente os trabalhos práticos.

- Os estudantes dispensados de cumprir a assiduidade não estão dispensados de realizar as provas que exigem uma componente presencial.

Fórmula de cálculo da classificação final

A avaliação dos alunos na UC será feita através de 3 tipos de provas:

1- Exame
escrito sobre toda a matéria (EE). Ao longo do semestre serão propostos 32 mini-testes intercalares e optativos. Caso tenha optado pela realização de
mini-testes o valor de EE é obtido pela média de todos os mini-testes sendo que
nenhum deles pode ser menor que oito valores. A obtenção de uma classificação
igual ou superior a 8 valores num dado mini-teste, dispensa o aluno de
avaliação em exame final da respectiva parte da matéria. No exame final apenas
é possível repetir um dos mini-testes.

2- Trabalhos práticos (TP1, TP2, TP3) (ver dossier da UC)

3- Avaliação continua (AC) (ver dossier da UC)
 
A classificação final (CF) é obtida através da seguinte formula:

 
CF = (EEx64 + TP1x12 + TP2x12 + TP3x9 + ACx3)/100
 

Para aprovação na disciplina a CF >= 10 e classificação mínima de 8 valores em todas as provas. No caso de alguma das provas previstas não se realizar o seu valor percentual atribuído na CF será adicionado ao exame escrito (EE).

No exame de recurso não é possível realizar avaliações parciais da componente EE.

Provas e trabalhos especiais

n.a.

Trabalho de estágio/projeto

n.a.

Avaliação especial (TE, DA, ...)

n.a

Melhoria de classificação

A melhoria da classificação apenas pode ser feita no modulo EE. Não estão previstas melhorias de parciais para qualquer uma das provas.

Observações

- Para alguns temas serão disponibilizados artigos tecnicos e cientificos.

- Para facilitar a comunicação com os alunos, elaborei e mantenho um web site de apoio à disciplina: http://webpages.icav.up.pt/pessoas/mccunha. 2. Acompanhamento dos alunos fora dos tempos lectivos Disponibilizo todos os meus contactos (telefone, telemóvel, e e-mails) e dou autorização para me telefonarem a qualquer hora, alertando para a ponderação em função da urgência do assunto. Antes do exame, farei 1 aula de esclarecimento de dúvidas.
Por imperativos do ECDU, manterei um horário de assistência aos alunos fora dos tempos lectivos: Horário de atendimento: terça-feira das 13h30 às 15h30min.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Ciências da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-10-03 às 15:33:24 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias