Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > AST3005
Mapa das Instalações
FC6 - Departamento de Ciência de Computadores FC5 - Edifício Central FC4 - Departamento de Biologia FC3 - Departamento de Física e Astronomia e Departamento GAOT FC2 - Departamento de Química e Bioquímica FC1 - Departamento de Matemática

Fluidos e Plasmas em Astrofísica

Código: AST3005     Sigla: AST3005

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Astronomia

Ocorrência: 2018/2019 - 1S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento de Física e Astronomia
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Química

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
L:B 0 Plano de Estudos Oficial 3 - 6 56 162
L:CC 1 Plano de estudos a partir de 2014 2 - 6 56 162
3
L:F 15 Plano de Estudos Oficial 2 - 6 56 162
3
L:G 0 Plano estudos a partir do ano letivo 2017/18 3 - 6 56 162
L:M 0 Plano de Estudos Oficial 2 - 6 56 162
3
L:Q 0 Plano estudos a partir do ano letivo 2016/17 3 - 6 56 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
João José de Faria Graça Afonso Lima Regente

Docência - Horas

Teórica: 2,50
Teorico-Prática: 1,50
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 2,50
João José de Faria Graça Afonso Lima 2,50
Teorico-Prática Totais 1 1,50
João José de Faria Graça Afonso Lima 1,50

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Na primeira parte são introduzidos conceitos e ferramentas fundamentais em mecânica de fluídos e são discutidas aplicações da mesma à física e à astrofísica. Na segunda parte tal abordagem é estendida ao estudo de plasmas, com particular ênfase na teoria orbital de plasmas e na magneto-hidrodinâmica (MHD). No final são apresentados alguns exemplos de aplicação da MHD ao sol e outros objetos astronómicos.

Resultados de aprendizagem e competências

Ser capaz de compreender um certo número de fenómenos associados com o comportamento de fluidos neutros, quer no limite ideal que incluindo os efeitos de viscosidade. Ser capaz de entender o comportamento dos plasmas e alguns dos seus fenómenos associados, quer no limite sem colisões quer no limite dominada por colisões.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

PARTE 1: FLUIDOS

1. Introdução Fluidos e plasmas em Física e Astrofísica

2. Fluidos ideais Propriedades Derivação macroscópica das equações da hidrodinâmica. A equação da continuidade. A equação do movimento - equação de Euler. A equação de energia. A condição para que a convecção esteja ausente. O fluxo de energia e o fluxo da quantidade de movimento. Fluídos incompressíveis e barotrópicos. A conservação da circulação. O teorema de Kelvin da vorticidade. O princípio de Bernoulli para escoamentos estacionários. Hidrostática. Forças em superfícies sólidas submersas. Modelação da corona solar. Potencial de escoamento. Escoamento em torno de um cilindro Função de corrente.

3. Fluidos viscosos Propriedades. Tensões tangenciais num fluido newtoniano. A equação de Navier-Stokes. Dissipação de energia num fluido incompressível. Escoamento entre 2 planos paralelos sujeitos, num tubo circular e entre 2 cilindros em rotação. Factores de escala e o Número de Reynolds. Escoamentos viscosos em torno de corpos sólidos. Camadas limite. Discos de acreção em astrofísica: dinâmica de discos de acreção; soluções estacionárias.

4. Teoria linear de ondas e instabilidades A filosofia da análise das perturbações. Instabilidade convectiva e ondas gravíticas internas: a condição de Schwarzschild. Ondas gravíticas de superfície. Perturbações numa superfície de separação entre 2 fluidos: Instabilidade de Rayleigh-Taylor; Instabilidade de Kelvin-Helmholtz. Instabilidade de Jeans e o processo de formação estelar. Oscilações em estrelas. Helio-sismologia.

PARTE 2: PLASMAS

5. Física de plasmas: teoria orbital de plasmas, dinâmica de múltiplas partículas carregadas e processos sem colisões em plasmas. Aproximações usadas na teoria dos plasmas Órbitas de movimentos de partículas num plasma. Efeito de uma força perpendicular: gradiente e curvatura. Raio e frequência de Larmor. Espelhos magnéticos. Aceleração de partículas em astrofísica. Cintura de Van Allen. Raios cósmicos. Propriedades básicas de plasmas. Diferentes tipos de plasma. Neutralidade eléctrica num plasma. A blindagem e o comprimento de Debye. O parâmetro do plasma. Oscilações em plasmas. A frequência do plasma. Ondas electromagnéticas em plasmas frios e quentes.

6. Magneto-hidrodinâmica: Equações fundamentais. As equações de plasma. A equação de indução e suas consequências. Magneto-hidrostática. Ondas magneto-hidrodinâmicas. Ondas de Alfén e ondas magneto-acústicas.

7. Aplicações da MHD: Magneto-convecção e manchas solares. Propriedade flutuante dos tubos de fluxo magnético. A instabilidade de Parker para o campo magnético. O campo magnético como transportador do momento angular: travagem magnética e ventos magnetizados. Reconecção magnética e aplicação a “flares” solares. Teorias do dínamo e o dínamo solar.

Bibliografia Obrigatória

Arnab Rai Choudhuri ;The physics of fluids and plasmas : an introduction for astrophysicists, Cambridge University Press, 1998. ISBN: 0-521-55543-4
Eric Priest; Magnetohydrodynamics of the Sun, Cambridge University Press. ISBN: 0521854717
J. Monteiro Moreira, J. Machado da Silva, J. Brochado Oliveira; Elasticidade e dinâmica dos fluidos, U.Porto, 2015. ISBN: 978-989-746-067-8

Bibliografia Complementar

Landau & Lifshitz; Fluid Mechanics. 2nd edition, Butterworth-Heinemann, 1987. ISBN: 978-0750627672
F. Shu; The Physics of Astrophysics Volume II: Gas Dynamics, University Science books, 2009. ISBN: 978-1891389672
James Ward Brown, Ruel V. Churchill; "Complex variables and applications", McGraw-Hill, 1996. ISBN: 0071140654

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Métodos expositivo nas aulas teóricas. Nas aulas teorico-práticas é promovida a resolução dos exercícos pelos alunos.

Palavras Chave

Ciências Físicas > Física > Mecânica clássica > Dinâmica dos fluidos
Ciências Físicas > Astronomia > Astrofísica

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Teste 100,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 106,00
Frequência das aulas 56,00
Total: 162,00

Obtenção de frequência

Tem frequência à disciplina o aluno que não faltar a mais de 1/4 das aulas teorico-praticas previstas.

Fórmula de cálculo da classificação final

Avaliação distribuída
Consiste em 2 testes de avaliação (cada um destes contribui com 10 valores para a nota final da unidade curricular); nota mínima de 7 valores (em 20) em cada teste.

Se o aluno obtiver aprovação na avaliação distribuída, a nota combinada dos 2 testes será a nota da época normal.
Se o aluno não obtiver aprovação por esta via, poderá tentar aprovação nos exames das épocas normais e de recurso

Avaliação por exame final
Se o aluno optar por não se submeter a avaliação contínua, deve informar o regente (por email) até à data do exame da época normal. Nesse caso, a nota final é a nota do exame (cotado para 20 valores).

Melhoria de classificação

É possível a melhoria de nota apenas no exame da época de recurso (sem consulta, cotado para 20 valores).

Observações




Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Ciências da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-10-03 às 16:00:04 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias