Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Logótipo
Você está em: Início > E206

Psicologia da Educação

Código: E206     Sigla: PED

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Psicologia da Educação

Ocorrência: 2021/2022 - 2S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Página Web: http://https://sigarra.up.pt/fpceup/pt/ucurr_geral.ficha_uc_view?pv_ocorrencia_id=406208
Unidade Responsável: Ciências da Educação
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Ciências da Educação

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
LCED 24 Plano Oficial 1 - 6 57 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Rui Eduardo Trindade Fernandes Regente

Docência - Horas

Teorico-Prática: 3,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teorico-Prática Totais 3 9,00
Rui Eduardo Trindade Fernandes 9,00

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos



  1. Ler e analisar textos de referência, no domínio da Psicologia da Educação, relacionados com as temáticas do programa da unidade curricular;




  2. Refletir, individualmente e em grupo, sobre textos, narrativas e casos relacionados com o domínio da relação entre educação e aprendizagem;




  3. Animar e participar em fóruns, presenciais e virtuais, que permitam promover momentos de partilha e de reflexão sobre questões entendidas como pertinentes no domínio da relação entre educação e aprendizagem;




  4. Refletir, individualmente e em grupo, sobre narrativas e casos relacionados com a problemática da relação pedagógica;




  5. Animar e participar em fóruns, presenciais e virtuais, que permitam promover momentos de partilha e de reflexão sobre questões entendidas como pertinentes no domínio da relação pedagógica;




  6. Produzir trabalhos escritos, individualmente e em grupo, que tanto constituam a memória dos processos de aprendizagem, como o repositório dos projetos de reflexão dos estudantes.



Resultados de aprendizagem e competências

1. Enunciar os pressupostos concetuais dos paradigmas da instrução, da aprendizagem e da comunicação;

2. Relacionar as abordagens comportamentalista, cognitivista e socioculturalista com cada um dos três paradigmas pedagógicos;

3. Distinguir, quanto ao papel que atribuem aos professores, aos alunos e ao património cultural dito comum, os paradigmas da instrução, da aprendizagem e da comunicação;

4. Analisar de forma teoricamente sustentada textos e situações relativos aos atos de ensinar e aprender e à organização e gestão do processo de ensino aprendizagem;

5. Identificar uma relação pedagógica como um tipo particular de relação educativa;

6. Identificar as dimensões estruturantes da relação pedagógica;

7. Distinguir as dinâmicas-tipo que permitem configurar a relação pedagógica em cada um dos três paradigmas estudados

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Não estão previstos

Programa

A. Educação escolar e processos de influência educativa

1. O universo educacional que o modelo de educação escolar configura como matriz estruturante da reflexão sobre processos de influência educativa;

2. O paradigma da instrução e a abordagem comportamentalista em educação: Pressupostos conceptuais e implicações educativas concretas;

3. O paradigma da aprendizagem e a abordagem cognitivista em educação: Pressupostos conceptuais e implicações educativas concretas;

4. O paradigma da comunicação e a abordagem socioculturalista: Pressupostos conceptuais e implicações educativas concretas.


B. Relação pedagógica

1. A relação pedagógica como uma relação ecossistémica: Problemas e questões;

2. A relação pedagógica como uma relação singular e diversificada: Factores e dimensões.

Bibliografia Obrigatória

Ausubel David P.; Aquisição e retenção de conhecimentos. ISBN: 972-707-364-6
Meirieu Philippe; A^pedagogia entre o dizer e o fazer. ISBN: 85-7307-879-0
Trindade Rui; Educar e aprender na escola. ISBN: 978-989-8151-12-4
Trindade Rui; Escola, poder e saber. ISBN: 978-989-8148-34-6
Vygotsky, L. S.; A formação social da mente, S. Paulo: Martins Fontes, 1998. ISBN: ISBN: 85-336-0818-7
Oliveira, Martha Khol; Vygotsky: Aprendizado e desenvolvimento - Um processo sócio-histórico, S. Paulo: Editora Scipione, 1997. ISBN: ISBN: 85-262-1936-7
Bruner, Jerome; Cultura da educação, Edições 70, 2000
Charlot, Bernard; Da relação com o saber: Elementos para uma teoria, Artmed, 2000
Howard Gardner; A^nova ciência da mente. ISBN: 972-708-683-7
Philippe Meirieu; A^pedagogia entre o dizer e o fazer. ISBN: 85-7307-879-0
César Coll; El^constructivismo en el aula. ISBN: 84-7827-156-2
• Silva, Carlos Fernandes da; Nossa, Paulo Nuno Sousa; Silvério, Jorge Manuel Amaral ; Incidentes críticos na sala de aula, Quarteto, 2000

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

1. Palestras e/ou aulas-comentários da responsabilidade do professor;
2. Debates, sujeitos a temáticas preferenciais, animados pelo docente ou pelos alunos;
3. Visionamento de filmes;
4. Reflexões coletivas sobre textos, narrativas e filmes em fóruns presenciais ou virtuais;
5.Trabalhos de pesquisa em grupo;
6. Tutorias;
7. Trabalhos individuais de reflexão.

Palavras Chave

Ciências Sociais > Ciências da educação > Estudos sobre aprendizagem

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Trabalho escrito 100,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 50,00
Trabalho escrito 50,00
Total: 100,00

Obtenção de frequência

Os estudantes ordinários terão que ter uma participação mínima de 75% no total das aulas previstas para o semestre em que funciona a unidade curricular.

Fórmula de cálculo da classificação final

Os estudantes serão avaliados em função da realização de dois trabalhos pessoais ao longo do semestre. Cada um destes trabalhos terá uma cotação de 10 valores.

Provas e trabalhos especiais

Não estão previstos.

Trabalho de estágio/projeto

Não está previsto

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Os estudantes que usufruam da possibilidade de serem submetidos a uma avaliação especial (estudantes-trabalhadores, dirigentes associativos, atletas com o estatuto de alta competição, etc.) e que, comprovadamente, não possam frequentar a via ordinária de trabalho atrás enunciada, terão que contatar o docente, o mais tardar até à terceira aula do semestre, para estabelecerem um calendário de trabalho e de avaliação,o qual será formalizado através de um documento escrito.

Melhoria de classificação

Qualquer aluno pode requerer a melhoria da classificação obtida, nos períodos que se encontram prescritos no nº 1 do artª 11º do Despacho nº GR.02105/2010. A melhoria da classificação poderá ser obtida de formas diversas, tratando-se de uma decisão a tomar mediante um processo de negociação entre estudantes e docente, cabendo ao segundo indicar as opções que se colocam ao primeiro neste domínio.

Observações

NA
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2021-09-24 às 23:31:44 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais