Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > Afonso Pinhão Ferreira

Afonso Pinhão Ferreira

Fotografia de Afonso Manuel Pinhão Ferreira
Nome: Afonso Manuel Pinhão Ferreira Ligação à página pessoal de Afonso Manuel Pinhão Ferreira
Sigla: AMPF
Estado: Não Ativo
Salas: FMDUPG231

Funções

Categoria: Professor Catedrático
Carreira: Pessoal Docente de Universidades
Grupo profissional: Docente
Orgão de Gestão: Conselho Executivo
Interrupção: Licença Regime Geral(nº1 art.234 Lei nº59/2008 de 11/9)
Início da Interrupção: 01-03-2019
Fim da Interrupção: 28-02-2023

Apresentação Pessoal

Resumo de curriculum vitae

Afonso Manuel Pinhão Ferreira, filho de António Augusto Ferreira (Secretário Judicial) e de Maria de Fátima Rascão Tavares Pinhão (Professora do Ensino Primário), nasceu em Condeixa-a-Nova em 29 de Agosto de 1957.
Com três meses de idade foi viver para Vila do Conde onde os pais se radicaram, em termos profissionais e sociais.
Frequentou depois a escola do ensino primário em Vila do Conde, tendo concluído o ensino básico em 1967, ano em que realizou com sucesso as provas de admissão ao ensino secundário.
Ingressou depois no Liceu Nacional da Póvoa de Varzim onde concluiu o Curso Complementar dos Liceus na área das ciências, no ano de 1974. Nesse ano foi instituído um ano de Serviço Cívico prévio ao ensino universitário, o qual realizou em 1975 no Hospital Militar do Porto. Aproveitou esse período para fazer um curso de dactilografia, escrita comercial e estenografia.
No ano de 1976 fez o exame de aptidão ao ensino universitário e, simultaneamente, as provas de ingresso à Academia Militar. Ingressou na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto nesse mesmo ano.
Em 5 de Maio de 1976, foi instituído o ensino da Medicina Dentária em Portugal com a criação da Escola Superior de Medicina Dentária. Perante o excesso de alunos na Faculdade de Medicina e a proposta de uma saída profissional moderna, ingressa nesse curso durante o segundo ano da licenciatura.
De acordo com o curso vigente, frequentou então os três primeiros anos do curso regular de medicina, e depois os três últimos na Escola Superior de Medicina Dentária do Porto, tendo concluído a licenciatura em medicina dentária com a média aritmética de treze valores em 1982.
Em Agosto de 1980, contrai matrimónio com Maria Alexandrina da Costa e Silva Ferreira (licenciada em Filosofia e professora do ensino secundário) e reside na cidade da Póvoa de Varzim até Julho de 1997, altura em que passa a viver em casa que mandou construir num terreno herdado (Casa da Mata, sita em Bagunte no Concelho de Vila do Conde).
Tem dois filhos, o António Joaquim Costa e Silva Pinhão Ferreira (nascido em 1982 e licenciado em medicina dentária) e a Elisa Costa e Silva Pinhão Ferreira (nascida em 1986 e estudante no ensino superior no Curso de Filosofia).
Em Julho de 1982, inicia a sua actividade em regime livre, passando a exercer medicina dentária generalista num consultório que monta para o efeito, sito na cidade da Póvoa de Varzim. De 1982 a 1990, constitui um ficheiro de doentes notável, demonstrativo da receptividade da comunidade ao serviço clínico então efectuado.
Desde o início da sua actividade clínica que demonstra preocupação com o aprofundamento e actualização dos conhecimentos na área profissional como é disso prova a elevada frequência de cursos e reuniões científicas (vide elementos do curriculum). Paralelamente demonstra aptidões no campo associativo, sendo sócio fundador da Associação de Estudos de Medicina Dentária da Póvoa de Varzim. Esta Associação que presidiu durante vários anos, infelizmente já desaparecida, desenvolveu imensas actividades de interesse associativo e profissional como sejam: o estudo da prevalência da cárie dentária na população escolar dos 6 aos 17 anos no concelho da Póvoa de Varzim, a promoção várias palestras profissionais de interesse para a comunidade, a homenagem a colegas da profissão que exerceram na comunidade, a organização de diversas conferências científicas com o propósito da valorização socioprofissional dos colegas médicos dentistas do concelho da Póvoa de Varzim.
Em Maio de 1984, inscreve-se na 57.ª Reunião Científica Anual da Sociedade Francesa de Ortopedia Dento-Facial, que se realizou em Lisboa. Esse evento viria a influenciar positivamente a forma de encarar a profissão pelo jovem clínico. Com efeito, essa reunião internacional despertou um interesse desmedido pela especialidade de ortodontia, a tal ponto que a partir desse momento todo o esforço futuro em termos profissionais, nas vertentes clínica e científica passou a ser no âmbito dessa especialidade.
Desse facto resultou um progressivo abandono da prática generalista e um incremento gradual no exercício exclusivo da ortodontia. Para isso contribuiu também o futuro núcleo fundador da Sociedade Portuguesa de Ortopedia Dento-Facial, liderada então pelo saudoso Mestre Prof. Dr. João Bação Leal, que de forma sistemática organizou uma série de cursos de formação contínua nessa área, com o convite de personalidades estrangeiras líderes no ensino da especialidade.
Em 1986 é convidado a proferir uma conferência no âmbito da ortodontia pela então Secção de Medicina Dentária da Ordem dos Médicos. Esta conferência foi acompanhada por uma publicação com o tema “Proposta para a utilização da análise cefalométrica arqueal pelo médico dentista” que foi distribuída aos participantes.
Logo após a apresentação desta conferência, recebe o convite do Diretor do Serviço de Ortodontia da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto, Prof. Doutor J. Campos Neves, para colaborar na criação do 1.º Curso de Pós-graduação em Ortodontia a nível nacional. A verificação que o auto-didatismo não seria suficiente para a formação necessária dentro da especialidade, a necessidade de convívio académico, bem como o gosto pelo estudo e pelo ensino, foram a justificação para aceitar o convite. Foi assim que de 1986 a 1990, colaborou na disciplina de ortodontia em regime voluntário não remunerado e sem contar tempo de serviço.
Em 1987 é sócio fundador da Sociedade Portuguesa de Ortopedia Dento-Facial, cuja escritura teve lugar no 10.º Cartório em Lisboa. Foram sócios fundadores: Prof. Dr. João Bação Leal, Dr. Virgolino Borges, Dr. Pedro Sá e Melo, Prof. Dr. António Machado Capelas, Dr. Manuel Ribeiro Couto, Dr. Afonso Pinhão Ferreira, Dr. Fernando Soromenho Mendonça e Dr.ª Maria de Lurdes Abreu.
Em 1989 torna-se no primeiro médico dentista a exercer exclusivamente ortodontia no nosso país.
Em 1990, iniciou-se o 1.º Curso de Pós-graduação em Ortodontia no qual participa activamente. Esse curso foi um marco importante no ensino pós-graduado, na medida em que foi o primeiro no nosso país de todas as áreas da medicina dentária.
Conseguido esse objectivo, no qual a sua participação foi fundamental, não havia razão para continuar o exercício do ensino sem expectativas de carreira universitária nem remuneração pelo serviço prestado, razão pela qual transmitiu ao Prof. Doutor J. Campos Neves a intenção de abandonar as funções que exercia. Em Abril de 1990, após ter sido demonstrada a conveniência de serviço ao Sr. Reitor Prof. Doutor Alberto Amaral, inicia as funções docentes na carreira universitária como assistente convidado.
A partir desse momento fez da progressão na carreira académica e o do desenvolvimento da especialidade de ortodontia o seu principal objectivo. Assim, em 1993, recebe o diploma de pós-graduado em ortodontia pela Universidade do Porto, após três anos de curso intensivo. Submete-se a provas de doutoramento em ortodontia em 1997 na Universidade do Porto, provas de agregação em 1998 e ganha o concurso para professor associado do Grupo IV de Disciplinas (Odontopediatria e Ortodontia) da Faculdade de Medicina Dentária em 1999. Desde essa data até à altura em que ganhou as eleições para Presidente do Conselho Directivo da Faculdade, foi Director do Serviço de Ortodontia da FMDUP. Em 29 de Julho de 2003, torna-se professor catedrático. Obtem a nomeação definitiva a 13 de Agosto de 2005.
A partir desse momento, assume a regência de várias disciplinas do curso de Medicina Dentária e do curso de pós-graduação em Ortodontia. De Dezembro de 2001 a Julho de 2007, exerce funções de Presidente da Direcção da Sociedade Portuguesa de Ortopedia Dento-Facial. É especialista em ortodontia pela Ordem dos Médicos Dentistas e foi membro da Direção do Colégio de Ortodontia durante vários anos. Em Dezembro de 2006 é eleito Presidente do Conselho Directivo da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto por um triênio. Em Maio de 2010, após eleições para o efeito, é eleito Diretor da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto, no momento em que a Universidade do Porto é uma fundação pública de direito privado.
Exerce ortodontia em exclusividade em clínica privada na cidade da Póvoa de Varzim.
É membro do Movimento Rotário desde 1991, tendo sido Presidente do Rotary Clube da Povoa de Varzim no ano de 1991-92.
Entre os seus interesses, destaca a pintura e a escultura e é coleccionador de arte.

Outros

Categoria: Professor Catedrático
Faculdade: Faculdade de Medicina Dentária
Categoria: Não definida
Faculdade: Faculdade de Medicina Dentária
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-08-18 às 18:27:20 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias