Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > GEOL2003
Mapa das Instalações
FC6 - Departamento de Ciência de Computadores FC5 - Edifício Central FC4 - Departamento de Biologia FC3 - Departamento de Física e Astronomia e Departamento GAOT FC2 - Departamento de Química e Bioquímica FC1 - Departamento de Matemática

Petrologia Metamórfica

Código: GEOL2003     Sigla: GEOL2003     Nível: 200

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Geologia

Ocorrência: 2018/2019 - 1S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento de Geociências, Ambiente e Ordenamento do Território
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Geologia

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
L:B 0 Plano de Estudos Oficial 3 - 6 56 162
L:CC 0 Plano de estudos a partir de 2014 2 - 6 56 162
3
L:F 0 Plano de Estudos Oficial 2 - 6 56 162
3
L:G 25 Plano estudos a partir do ano letivo 2017/18 3 - 6 56 162
L:M 0 Plano de Estudos Oficial 2 - 6 56 162
3
L:Q 1 Plano estudos a partir do ano letivo 2016/17 3 - 6 56 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Maria dos Anjos Marques Ribeiro Regente

Docência - Horas

Teórica: 2,00
Práticas Laboratoriais: 2,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 2,00
Maria dos Anjos Marques Ribeiro 2,00
Práticas Laboratoriais Totais 2 4,00
Maria dos Anjos Marques Ribeiro 4,00

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

Compreensão das características e dos contextos de génese das rochas metamórficas, e respetiva integração geotectónica.

 

 

Resultados de aprendizagem e competências

Identificação e caracterização das rochas metamórficas e respetivos processos genéticos.

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Mineralogia e Cristalografia. Mineralogia Ótica

 

Programa

COMPONENTE TEÓRICA

1. Metamorfismo e processos metamórficos

     Conceito de metamorfismo e condições de fronteira;

     Enquadramento dos processos metamórficos no ciclo petrogenético.

2. Tipos de metamorfismo e respetivo enquadramento

3. Fatores de metamorfismo

    Gradientes de pressão e temperatura na crusta e no manto;

    Pressão litostática e pressão hidrostática;

    Pressão de fluidos: regime confinado e não confinado;

    Tensão tectónica (stress), anisotrópica, deviatória ou dirigida; sobrepressão tectónica;

    Temperatura, fluxo térmico e gradiente geotérmico.

4. Reações e transformações metamórficas

     Reacções mineralógicas;

     Equilíbrio e estabilidade;

     Evolução textural;

     Condições iniciais e condições finais; Trajectórias pressão, temperatura, tempo

5. Caraterização e classificação das rochas metamórficas

     Nomenclatura e classificação proposta pela SCMR (Subcommission on the Systematics of Metamorphic Rocks);

     Texturas das rochas metamórficas

6. Condições metamórficas

     Minerais tipomorfos ou minerais índice;

     Isógradas e zonas de metamorfismo;

     Gradientes e graus metamórficos;

     Fácies metamórficas;

     Relações blastese-deformação.

7. Evolução metamórfica das principais séries composicionais

 

COMPONENTE PRÁTICA

  1. Texturas metamórficas; Critérios de descrição estrutural e textural;
  2. Estudo macro e microscópico dos principais tipos de rochas metamórficas; Caracterização paragenética e textural; Exemplificação com rochas do Orógeno Varisco.
  3. Um dia de campo em contexto metamórfico.

 

 

Bibliografia Obrigatória

Winter John DuNann; An introduction to igneous and metamorphic petrology. ISBN: 0-13-240342-0

Bibliografia Complementar

Hibbard M.J.; Petrography to Petrogenesis. ISBN: 0-05-354145-8
Yardley B. W. D.; Atlas of metamorphic rocks and their textures. ISBN: 0-582-30166-1
Winkler Helmut G. F.; Petrogenesis of metamorphic rocks
Best Myron G.; Igneous and metamorphic petrology. ISBN: 1-405-10588-7

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

 

Aulas expositivas, previligiando-se a interação professor/aluno, quer com levantamento de questões quer com discussões abertas ao grupo/turma.

Como recursos didácticos recorre-se a apresentações em Powerpoint (disponibilizadas, posteriormente on-line).

Promove-se o trabalho de pesquisa, nomeadamente no trabalho prático, desenvolvido individualmente.

 

Palavras Chave

Ciências Naturais > Ciências do ambiente > Ciências da terra

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Exame 75,00
Participação presencial 10,00
Trabalho laboratorial 15,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 4,00
Frequência das aulas 4,00
Trabalho laboratorial 1,00
Total: 9,00

Obtenção de frequência

 

Para obterem frequência nas aulas práticas é necessário cumprir o exigido pelo Regulamento da Faculdade no que respeita ao número máximo de faltas admitido, bem como apresentação de 2/3 dos trabalhos práticos.

 

Os alunos com estatuto de trabalhador, embora dispensados da obrigatoriedade de aulas práticas, têm que realizar 2/3 dos trabalhos práticos (laboratoriais ou de campo).

 

As aulas teóricas são facultativas mas altamente recomendáveis.

 

 

 

Fórmula de cálculo da classificação final

A classificação final da disciplina será 75% do exame teórico; 15% do trabalho prático e 10% participação, empenho e desempenho nas aulas práticas.

Notas inferiores a 8 valores no exame final, correspondem a reprovação

NF= 75% Exame Final + 25 % Componente Laboratorial.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Ciências da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-10-06 às 11:14:36 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias