Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > PVII211

Práticas do Video II

Código: PVII211     Sigla: PVII

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Artes Plásticas

Ocorrência: 2015/2016 - 1S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Artes Plásticas
Curso/CE Responsável: Artes Plásticas

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
AP 14 Plano de estudos oficial 2011 3 - 4,5 64 121,5
4

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Fernando José Magalhães Pinto Pereira Regente

Docência - Horas

Teorico-Prática: 4,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teorico-Prática Totais 1 4,00
Fernando José Magalhães Pinto Pereira 4,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Na unidade curricular de Práticas do Vídeo II é proposto aos alunos a realização e produção de projectos que impliquem e se desenvolvam a partir de tecnologias audiovisuais.
 Pretende-se um aprofundamento teórico-prático da concepção artística, assim como da realização videográfica. Através da discussão das suas especificidades, pretende-se alargar este campo, contextualizando o vídeo como um dos medium privilegiados da prática artística contemporânea.

Procurar-se-á acompanhar e estimular criticamente as diferentes etapas da realização de um projecto videográfico – concepção, realização, edição, pós-produção e instalação – de modo a que estas sejam consequentes nos resultados alcançados, assim como capacitem os alunos com uma autonomia técnica e conceptual relativamente a este medium.

Resultados de aprendizagem e competências

. Aperfeiçoamento das capacidades técnicas no âmbito das tecnologias audiovisuais; 
. Desenvolvimento do sentido reflexivo e de análise crítica e auto-crítica da prática artística; 
. Domínio das linguagens específicas utilizadas no contexto da produção artística contemporânea, com especial incidência na área do vídeo e da imagem em movimento;

 

Modo de trabalho

Presencial

Programa

1. Concepção e realização: 

  • A pré-produção, edição, produção e pós-produção
  • A especificidade do vídeo nas artes plásticas

2. Aspectos técnicos e tecnológicos:

  • A aprendizagem da câmara
  • Registo e tratamento sonoro
  • Manuseamento de sistemas de edição vídeo e audio
  • A edição como técnica narrativa video-cinematográfica
  • Continuidade na acção, no espaço e no tempo

3. Análise do video e do cinema:

  • Plano sequência
  • Dramaturgia da luz e cor
  • Continuidade, campo e contra-campo
  • Montagem
  • Pontuação
  • Narrativa linear e narrativa não-linear
  • Narrativa sincrónica e assincrónica

4. Exemplos de obras e artistas que utilizam o vídeo como medium privilegiado:

  • A década de 60 e 70
  • A confirmação de um media
  • A legitimação e massificação

 

 

Bibliografia Obrigatória

Stafford Barbara Maria; Devices of wonder. ISBN: 0-89236-590-0
Rieser Martin 340; New screen media. ISBN: 0-85170-864-1 50.25
Parfait Françoise; Video. ISBN: 2-84105-133-1 44.40
Manovich Lev; The^language of new media. ISBN: 0-262-63255-1
Wollen Peter; Signos e significação no cinema
Krauss Rosalind; A voyage on the north sea. ISBN: 0-500-28207-2
Latour Bruno 340; Iconoclash. ISBN: 0-262-62172-X
Krauss Rosalind; La originalidad de la vanguardia y otros mitos modernos. ISBN: 84-206-7135-5
Goetz Ingvild 340; Fast forward. ISBN: 81.10
Magnan Nathalie 340; La^vidéo, entre art et communication. ISBN: 2-84056-047-X 19.34
Chion Michel; L. audio-vision. ISBN: 2-09-190704-9

Observações Bibliográficas

Será atribuída bibliografia complementar em função de cada proposta de trabalho, assim como especificada no decorrer do plano de trabalho dos alunos.

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Prática intensa e regular, proporcionando a criação constante de novas situações e problemas. Apresentação de propostas para a realização de projectos. Acompanhamento individualizado dos projectos de trabalho. Aulas teórico-práticas com recurso a meios audiovisuais, textos e outros. Análise fundamentada do contexto artístico contemporâneo na área específica do vídeo.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 100,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Frequência das aulas 92,00
Total: 92,00

Fórmula de cálculo da classificação final

Para além da qualidade dos projectos desenvolvidos por cada estudante ao longo do semestre, nas suas diferentes etapas, serão valorizados na avaliação os seguintes factores, sem prejuízo dos demais aspectos contemplados no programa: a) Assiduidade. b) Participação nas discussões e outras actividades lectivas. c) Cumprimento dos prazos estabelecidos no calendário das aulas.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-05-27 às 09:29:47 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais