Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > PFI211

Práticas de Fotografia I

Código: PFI211     Sigla: PFI

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Artes Plásticas

Ocorrência: 2015/2016 - 2S

Ativa? Sim
Página Web: http://esquerdadireitaesquerda.wordpress.com
Unidade Responsável: Artes Plásticas
Curso/CE Responsável: Artes Plásticas

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
AP 26 Plano de estudos oficial 2011 2 - 4,5 64 121,5
3
4

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Susana Cristina Lourenço Félix Marques Regente

Docência - Horas

Teorico-Prática: 4,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teorico-Prática Totais 1 4,00
Susana Cristina Lourenço Félix Marques 4,00

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

Em Práticas da Fotografia 1 são apresentados os conhecimentos técnicos e conceptuais da gramática fotográfica e leccionados processos híbridos (analógico vs digital) reconhecendo o vaivém disciplinar da sua prática desde a sua invenção.

Com o intuito de compreender a especificidade do meio fotográfico é realizada uma introdução tecnológica específica ao nível do manuseamento do equipamento, prática de laboratório, incluindo técnicas de fotografia primitiva e domínio dos instrumentos apropriados ao controlo de luz, natural e artificial, na representação de objectos e/ou figura humana e consequente reflexão sobre a capacidade de construção/encenação da imagem fotográfica.

No desenvolvimento das suas competências os estudantes devem realizar projectos individuais e de grupo, incentivando-se um discurso autónomo e crítico.

Resultados de aprendizagem e competências

As aulas de formação tecnológica, permitem uma correcta utilização dos equipamentos e materiais utilizados no contexto do processo fotográfico analógico e compreender a base da matriz fotográfica através de exercícios que aplicam as experiências inaugurais: pin-hole, cianotipias, fotogramas, albuminas, viragens, entre outras.

 A utilização de processos híbridos de registo e reprodução fotográfica através de exercícios práticos, potenciam a especificidade do meio fotográfico, a diversidade de suportes de registo e de impressão, a noção de positivo/negativo e transparente/ opaco, bem como a análise dos elementos que compõem o enquadramento fotográfico: perspectiva, profundidade de campo, planos, orientação/ formato, cor e sequência.

 O acompanhamento presencial das propostas permite identificar as metodologias de trabalho adequadas e respectiva calendarização das diferentes etapas de produção de um projecto fotográfico.

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Não aplicável.

Programa

1. CÂMARAS FOTOGRÁFICAS

- Pin-hole, cianotipias, fotogramas, polaroid, etc.

- Formato (Grande, Médio e Pequeno Formato).

- Visor: Directo e Reflex.

 

2. OBJECTIVAS

- Fixas e intermutáveis.

- Distância Focal.

 

3. DIAFRAGMA E OBTURADOR

- Escala de aberturas relativas.

- Noção de profundidade de campo: factores de variação.

- Tipos de obturador: Central/ Cortina.

- Escala de tempos de exposição e respectiva proporcionalidade.

- Noção de movimento e velocidade.

 

4. PELÍCULA

- Películas e Sensores.

- Os componentes do filme.

- Sensibilidade e grão.

 

5. LABORATÓRIO

- Reveladores e revelação: componentes e conservação.

- Processo de revelação, lavagem e secagem.

- Características dos papéis fotográficos.

- Filtros Multigrade.

- Provas de Contacto/ Provas de Teste.

- Digitalização, edição e impressão.

 

6. ILUMINAÇÃO

- Luz incidente e luz reflectida.

- Flash sincronizado.

- Controlo das tonalidades do fundo.

- Flashmeter e outros acessórios.

- Reflectores e difusores.

- Introdução às câmaras de médio formato.



Bibliografia Obrigatória

William H. F. Talbot, ; The Pencil of Nature, 1844
Charles Baudelaire; Le public moderne et la photographie, 1859
Lewis Carroll; Alice’s Adventures in Wonderland, 1865
Henry P. Robison; Pictorial Effect in Photography, 1869
Editora Photographia Moderna; A Arte Photographica, 1884
Siegfried Kracauer; Photography, 1927
Laszlo Moholy Nagy; Malerei, Fotografie, Film, 1925
Walter Benjamin; Kleine Geschichte der Photographie (Pequena História da Fotografia), 1931
Walter Benjamin; Das Kunstwerk im Zeitalter seiner technischen Reproduzierbarkeit (A obra de arte na era da reprodutibilidade técnica, 1936
James Agee; Walker Evans; Let us now praise famous men, 1941
Henri Cartier Bresson; L’instant decisif, 1952
Robert Frank; Les Americains, 1958
Vitor Palla; Costa Martins; , Lisboa, Cidade Triste e Alegre, 1959
Pierre Bourdieu; Photographie, un art moyen, essai sur les usages sociaux de la photographie, 1965
Helmut & Alison Gernsheim; , The History of Photography 1685-1914, 1969
William M. Ivins Jr.; Prints and Visual Communication, 1969
John Berger; Ways of seeing, 1972
Giséle Freund; Photographie et société, 1974
Ando Gilardi; Storia Sociale de la Fotografia, 1976
Larry Sultan, Mike Mendel; Evidence, 1977
Carlos Oliveira; Finisterra, 1978
Herberto Helder; Photomaton & Vox, 1979
Susan Sontag; On Photography, 1979
Roland Barthes; La chambre claire. Note sur la photographie, 1980
Beaumont Newhal; lThe History of Photography: from 1839 to the Present, revised and enlarged 5th edition, 1982
Fernando Pessoa; O livro do desassossego, 1982
John Tagg; , The Burden of representation essays on photographic histories, 1988
Richard Bolton (ed.); The Contest of Meaning: Critical Histories of Photography, 1989
Jorge Calado; 1839-1989, Um ano depois/ One year later,., 1990
Pedro Miguel Frade; Figuras de Espanto, a fotografia antes da sua cultura, 1992
Jean Rabb; Literature and Photography Interactions 1840-1990, 1995
Eduardo Cadava; Words of Light, Theses on the photography of history, 1997
António Sena,; História da Imagem Fotográfica em Portugal, 1839-1997, 1998
Stephen Shore; , The Nature of Photography,., 2007
Richard Benson; The Printed Picture, 2008
Vaclav Macek (Ed.); , The History of European Photography (vol. 1) 1900-1938,., 2011
Carlos Spottorno,; The Pigs,, 2013

Observações Bibliográficas

Dada a morosidade em inserir referências bibliográficas não são identificadas as obras que se encontram disponíveis na biblioteca da FBA.UP. 


A selecção bibliográfica definida é para leitura e visualização, e é ordenada pelas datas da primeira edição sem referência à editora ou local de edição.
Existem traduções para parte da bibliografia estrangeira, por favor verificar.

No âmbito das aulas será entregue e discutida bibliografia complementar.

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

A aprendizagem técnica é realizada sequencialmente, através de módulos de trabalho prático, no exterior, em laboratório e em estúdio, acompanhados por aulas expositivas. 

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 5,00
Trabalho laboratorial 95,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Elaboração de projeto 50,00
Trabalho laboratorial 50,00
Total: 100,00

Obtenção de frequência

A avaliação é sistemática e continua e realizada com base na apreciação dos trabalhos de componente prática complementar aos conteúdos tecnológicos leccionados em aula.

Para a ponderação do valor a atribuir em cada um destes momentos e para cada uma das propostas de trabalho, são considerados os seguintes factores:

1.Aquisição, articulação e aplicação de conceitos.

2.Curiosidade científica e tecnológica.

3.Utilização de uma linguagem conceptual e técnica apropriada.

4.Cumprimento dos prazos na entrega das propostas.

5.Assiduidade.

Fórmula de cálculo da classificação final

Durante o semestre são desenvolvidos quatro propostas de trabalho. A percentagem de cada uma das propostas para a avaliação final é de:

Proposta 1 — 35% [7/ 20 valores]

Proposta 2 — 35% [7/ 20 valores]

Proposta 3 — 30% [6/ 20 valores]


As propostas que não sejam devidamente acompanhadas no decorrer da sua concretização não serão consideradas para avaliação.

 

Provas e trabalhos especiais

Não aplicável.

Trabalho de estágio/projeto

Não aplicável.

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Não aplicável.

Melhoria de classificação

Não aplicável.

Observações

Não aplicável.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-05-23 às 00:40:21 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais