Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > D201

Desenho II

Código: D201     Sigla: DII

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Desenho

Ocorrência: 2015/2016 - 1S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Página Web: http://d2fbaup.wordpress.com/
Unidade Responsável: Desenho
Curso/CE Responsável: Artes Plásticas

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
AP 67 Plano de estudos oficial 2011 2 - 7,5 96 202,5
DC 61 Licenciatura em Design de Comunicação 2 - 7,5 96 202,5

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Paulo Luís Ferreira de Almeida Regente

Docência - Horas

Teorico-Prática: 6,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teorico-Prática Totais 5 30,00
Emílio Augusto Figueiredo Remelhe 6,00
Joaquim Jorge da Silva Marques 6,00
Fabrízio de Matos Scoditti 6,00
Paulo Luís Ferreira de Almeida 6,00
Sílvia Patricia Moreno Simões 6,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Introduzir e aprofundar competências técnicas e processuais no âmbito do desenho, que ampliem as capacidades expressivas e comunicativas de cada estudante.

Consolidar a coordenação olhar-gesto nas representações do real.

Iniciar o confronto crítico com o universo histórico e funcional das imagens e processos de desenho.

Situar a relação entre perceção visual e perceção háptica como base operativa do desenho.

Compreender e usar o desenho como processo de hipótese e correcção.

Estimular o uso do desenho como instrumento privilegiado na mediação da realidade visível e conceptual.

Desenvolver competências que potenciem uma aprendizagem contínua e a gestão autónoma do trabalho.

Resultados de aprendizagem e competências

Capacidade em lidar com informação visual complexa de forma clara e crítica, sobretudo em assuntos de natureza espacial, anatómica e cénica.

Capacidade de mobilização e adaptação de procedimentos e estratégias adequados ao trabalho em curso.

Conhecimento e capacidade de experimentação dos meios e das técnicas do desenho.

Familiaridade com regimes gráficos de natureza diversa, da abordagem caligráfica à taxonómica.

Capacidade de relacionar o saber adquirido, a história, os modos do desenho, e as expectativas individuais.

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Frequência da UC Desenho I.
Demonstração de conhecimentos de conteúdo e nível similar ao programa de Desenho I.

Programa

O Desenho II destina-se a consolidar nos estudantes o uso do desenho como instrumento de mediação da realidade visível e conceptual, aprofundando os aspetos expressivos da relação entre perceção e representação. O seu programa procura dotar o estudante de estratégias de observação, expressão e comunicação pelo desenho, tendo em vista a sua adaptação individual aos diversos campos de ação e interesses com que se venham a confrontar. O programa está organizado em duas partes, numa progressiva articulação entre a dimensão expressiva e comunicativa do desenho:

 

PRIMEIRA PARTE - INSTRUMENTALIDADE E EXPRESSÃO

Pensar e agir pelo desenho - Análise e experimentação em torno dos instrumentos, processos e comportamentos gestuais do desenho.

Perceção e representação do movimento – O Desenho em tempo real; intensidade, amplitude, velocidade e frequência do gesto na representação da ação;

A relação corpo e espaço – Introdução à miologia; da disposição cénica do corpo à representação do espaço cénico.

Tonalidade e expressão na caracterização de objetos e espaço - Desenho de luz e com luz.

Materiais e meios do desenho - Propriedades abrasivas e fluídas da matéria gráfica; suportes e espaços de atuação; apropriação, desvio e invenção dos meios.

Processos e atitudes: o desenho como variante, arrependimento e reserva

 

 

SEGUNDA PARTE – O DESENHO COMO COMUNICAÇÃO

Estratégias do desenho de reportagem: o desenho como reconhecimento, registo e organização narrativa.

Articulações entre a imagem gráfica, a imagem impressa e a imagem projetada.

Estratégias comunicativas do desenho - da abordagem caligráfica à abordagem taxonómica.

Bibliografia Obrigatória

Cozens John Robert; A^New method of landscape. ISBN: 0-448-22120-9
Goldstein Nathan; The^art of responsive drawing
Massironi Manfredo; The^Psychology of graphic images. ISBN: 0-8058-2933-4
Gómez Molina Juan José 340; Estrategias del dibujo en el arte contemporáneo. ISBN: 84-376-1694-8
Gómez Molina Juan José 340; La^representación de la representación. ISBN: 978-84-376-2425-9
Betti Claudia; Drawing
Portugal Instituto de Arte Contemporânea; Desenho projecto de desenho. ISBN: 972-8560-249
Tavares Eduardo; Anatomia artística
Tofani Annamaria Petrioli 080; Drawing
ROSAND, David ; Drawing Acts: Studies in Graphic Expression and Representation
WATROUS, James ; The Draft of Old Master Drawings
MASLEN, Mick; SOUTHERN, Jack ; Drawing Projects – An exploration on the language of drawing.

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Ensino Teórico Prático, composto por:

Sessões teóricas e visuais de apresentação e explanação dos conteúdos programáticos.
Concretização, desenvolvimento e exploração dos exercícios/conteúdos apresentados pelo docente oportunamente, em trabalho de aula e trabalho de campo, ambos de caracter presencial.
Análise, discussão e avaliação dos resultados obtidos.

Desenvolvimento e aprofundamento da prática implicada, a partir dos enunciados específicos para e exploração de conteúdos em trabalho complementar, a realizar nas horas de trabalho sem contato com o docente.

Serão objecto de estudo visitas a exposições e locais de interesse para os conteúdos da UC, estando ainda aberta à participação em semináriose oficinas específicas.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 100,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Frequência das aulas
Trabalho de campo
Total: 0,00

Obtenção de frequência

A frequência é obtida mediante o cumprimento rigoroso e adequado do plano de trabalho apresentado pelos docentes, ao nível do trabalho de aula e complementar, na demonstração dos objectivos e resultados de aprendizagem. Sendo uma UC de carácter presencial, considera-se como limite para a obtenção de frequência a participação mínima em 75% das aulas dadas.

Fórmula de cálculo da classificação final

A classificação final respeita os seguintes itens de uma forma global, adaptada ao contexto de aprendizagem no qual cada estudante desenvolve o seu trabalho:
- Cumprimento dos objectivos da disciplina e resultados da aprendizagem.
- Cumprimento rigoroso e adequado do plano de trabalho apresentado, atendendo ao seu grau de compreensão e desenvolvimento.
- Capacidade de observar e entender no domínio dos diferentes modos do desenho e dos meios de representação.
 - Conhecimento do património histórico do desenho.
- Capacidade de organização e sistematização do trabalho.

- Envolvimento, iniciativa e capacidade de produção.
- Capacidade de reflexão e autocrítica.
- Assiduidade e pontualidade.

Melhoria de classificação

Mediante frequência do ano lectivo seguinte

Observações

BIBLIOGRAFIA
CARNEIRO, Alberto; TÁVORA, Fernando; MORENO, Joaquim (2002). Desenho Projecto de Desenho (cat. exp.) Porto: Museu Nacional Soares dos Reis, 18 de Maio – 30 de Junho de 2002.
COZENS, Alexander ([1785] 1977). A New Method of Landscape. London: Paddington Press.
GOLDSTEIN, Nathan (1999). The Art of Responsive Drawing. 5º Edição. New Jersey, Prentice-Hall.
MASSIRONI, Manfredo (2002). The Psychology of Graphic Images – Seeing, Drawing, Communicating. Tradução de Nicola Bruno. New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates. MOLINA, Juan José Gómez (ed.) (1999) Estrategias del Dibujo en el Arte Contemporâneo. Madrid: Cátedra. MOLINA, Juan José Gómez (ed.) (2007). La Representación de la Representación - Danza, Teatro, Cine, Música. Madrid: Cátedra.
ROSAND, David (2002). Drawing Acts: Studies in Graphic Expression and Representation. Cambridge: Cambridge University Press. SALE, Tell; BETTI, Claudia (2004). Drawing – A Contemporary Aproach. 5ª Edição. Belmont: Thomson.
TAVARES, Eduardo (1994). Anatomia Artística: construção plástica do corpo humano. Porto: Asa.
TOFANI, A.M. Petrioli; RODINÓ, S.P. Valenti; SCIOLLA, G. Carlo (1991). Drawing - Forms, techniques, meanings. Milano: Silvana Editoriale.
WATROUS, James (2006). The Draft of Old Master Drawings. Madison: University of Wisconsin Press.
MASLEN, Mick; SOUTHERN, Jack (2011). Drawing Projects – An exploration on the language of drawing. London: Black Dog Publishing.
(Nota: outros recursos bibliográficos/icónicos serão fornecidos através das plataformas on-line)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-05-24 às 00:43:38 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais