Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > TD03
Mapa das Instalações
Ed. Principal Ed. Principal Ed. Principal

Sociologia do Desporto

Código: TD03     Sigla: TD03

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Ciências do Desporto

Ocorrência: 2019/2020 - 1S

Ativa? Sim
Curso/CE Responsável: 2º Ciclo em Treino Desportivo - Treino de Alto Rendimento e Treino de Jovens

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
2CTD 92 Plano Oficial (2018 - ) 1 - 3 21 81

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Rui Manuel Proença de Campos Garcia Regente

Docência - Horas

Teórica: 2,80
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 2,80
Rui Manuel Proença de Campos Garcia 2,80

Língua de trabalho

Português

Objetivos

O objetivo desta unidade curricular é levar o estudante a compreender que o fenómeno do desporto do mais elevado rendimento não acontece de forma isolada ou descontextualizada da sociedade mas inserida numa lógica axiológica muita vasta. Para tal, torna-se fundamental que o estudante conheça minimamente os fundamentos antropológicos que legitimam o desporto, sua inserção na contemporaneidade e a partir daí ter a competência de ler o desporto de elevado nível através de um quadro de valores, onde o rendimento é uma categoria com elevada importância humana, e não apenas algo de conjuntural.

Resultados de aprendizagem e competências

O estudante deve ser conduzido à prática da reflexão crítica e fundamentada a partir de questões colocadas nas aulas. Através do diálogo e da experiência desportiva dos estudantes, fomenta-se a discussão dos temas propostos na Unidade Curricular. Temas que permitem a contemplação do verdadeiro significado do Treino Desportivo. O caminho a seguir centra-se numa questionação constante acerca do valor que o Rendimento representa na vida humana. O grande propósito é desenvolver nos estudantes um elevado grau de independência discursiva, que se irá refletir tanto na discussão dos conteúdos programáticos, como na interpretação de textos e na procura de novos desafios. Fundamental, é levar o estudante a perceber que este tempo é um tempo que pede uma ética que se centre no esforço e numa eterna busca da transcendência. Por isso, apela-se à capacidade que cada estudante tem de se disciplinar e de investir na busca do conhecimento. Daí este curso fazer brotar do estudante o seu mais elevado sentido de responsabilidade e superação, que se traduzirá, mormente, na compreensão profunda dos fundamentos antropológicos que enlevam o Treino Desportivo a um estatuto de exemplaridade

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Não aplicável

Programa

1. O que significa Desporto de Alto-Rendimento 1.1. Ideia antropológica de rendimento 1.2. Ideia contemporânea de desporto 2. Projecto da modernidade: Progresso ilimitado 2.1. Trilogia olímpica: citius - altius - fortius 2.2. Ideia de Super-Homem em F. Nietzsche 2.3. A mercantilização do rendimento desportivo 2.3.1. O rendimento desportivo como um bem económico 2.4. A aparente inversão da hierarquia de valores 2.5. Função utópica do desporto: acentuação da diferença a partir da igualdade 3. Ética no e do desporto 3.1. Os conceitos de ética e de moral em Platão 3.1.1. Ética e estética: uma aproximação entre o Bem e o Belo 3.1.1.1. O desporto como o campo do Bem e do Belo 3.2. Doping como um problema ético 3.3. Violência no desporto versus violência do desporto 3.3.1. O campo simbólico da violência 3.3.2. O risco e sua fronteira com a violência 4. Treino e Sísifo 5. Jogos Olímpicos da Juventude 6. Conclusão: Para uma ética centrada no rendimento e no esforço

Bibliografia Obrigatória

Rui Garcia, Kátia Lemos; Temas (quase) Éticos de Desporto,, Casa da Educação Física, 2004
AA.VV.; Que valores para este Tempo, Gradiva, 2010

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Dadas as circunstâncias, o principal método é o expositivo, partindo-se de uma questão para se chegar à questão final que, por sua vez, assumir-se-á como o ponto de partida para a aula seguinte, podendo assim os Estudantes refletir sobre o tema da próxima aula. Assim, e em resumo, podemos evidenciar a metodologia desta Unidade Curricular: 1.Método expositivo, com recurso a meios audio-visuais, seguido de discussão dos temas apresentados. 2.Normalmente as aulas terminam com a colocação de uma questão que é o ponto de partida da aula seguinte. 3.Fornecimento aos estudantes de todos os elementos obrigatórios de estudo e indicação de bibliografia complementar. A avaliação é feita com recurso a um exame final.

Palavras Chave

Ciências Sociais

Tipo de avaliação

Avaliação por exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Exame 100,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 61,00
Frequência das aulas 20,00
Total: 81,00

Obtenção de frequência

Os exames são efetuados de acordo com o Regulamento Geral de Avaliação da Universidade do Porto

Fórmula de cálculo da classificação final

Para obterem a passagem à Unidade Curricular: nota igual ou superior a 9,5 valores.

Provas e trabalhos especiais

Não aplicável

Trabalho de estágio/projeto

Não aplicável

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Não aplicável

Melhoria de classificação

Exame
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Desporto da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-08-16 às 17:08:41 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias