Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Antigos Estudantes Ilustres U.Porto: Aarão de Lacerda

Memória U.Porto

Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto

Aarão de Lacerda

Fotografia de Aarão de Lacerda / Photo of Aarão de Lacerda Aarão de Lacerda
1863-1921
Zoólogo, médico e professor universitário



Aarão Ferreira de Lacerda nasceu em S. Sebastião do Touro, Concelho de Vila Nova de Paiva, a 3 de outubro de 1863.

Frequentou Filosofia na Universidade de Coimbra, onde, em 1886, viu aprovadas as "Theses de Phiolosophia Natural" (3 de julho) e a dissertação inaugural "Equações Geraes da Thermodynamica", defendida no dia 30 de outubro perante um júri presidido por António dos Santos Viegas.

Em 1887 foi nomeado lente-substituto da Secção de Filosofia da Academia Politécnica do Porto por decreto de 7 de abril e carta régia de 10 de novembro. Em 1890, após publicação do decreto de 6 de fevereiro e da carta régia de 19 de março, assumiu as funções de lente proprietário da 11.ª Cadeira – Zoologia, tendo apresentado a concurso a dissertação intitulada "As Protallophitas".

Retrato do Prof. Maximiano Lemos / Portrait of Professor Maximiano LemosEntre 1896 e 1897, Aarão Ferreira de Lacerda exerceu o cargo de deputado pelo círculo de Lamego. Depois de concluído o mandato regressou à Academia Politécnica.
Para aperfeiçoar os seus conhecimentos de Zoologia estudou Anatomia e Fisiologia Humana na Escola Médico-Cirúrgica do Porto. Concluiu o curso com classificações elevadas e com a apresentação da dissertação inaugural "Breves considerações acerca d’alguns casos de paralysia geral" (Porto, 1905), orientada por Maximiano Lemos.

Por decreto de 19 de maio de 1910 passou a lecionar a 20.ª cadeira – 2.ª de Mineralogia. Em 1911, após a criação da Universidade do Porto, integrou o 1.º grupo da 3.ª Secção da Faculdade de Ciências. Deste ano até à data da sua morte dirigiu o Grupo de Ciências Geológicas e o Museu e Laboratório Mineralógico e Geológico da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

Aarão de Lacerda retomou o tema da sua tese no XV Congresso Internacional de Medicina, onde apresentou uma comunicação intitulada "Le traitement mercuriel intensif de la paralysie générale". Foi autor, entre outras obras, do opúsculo "Breves considerações sobre alguns factos da hereditariedade".
Aarão Soeiro Moreira de Lacerda, filho de Aarão de Lacerda / Photo of Aarão Soeiro Moreira de Lacerda, son of Aarão de LacerdaAarão de Lacerda contribuiu para fomentar o estudo da Zoologia e da Geologia Peninsular. Foi um dos impulsionadores da Sociedade Portuguesa de Antropologia e Etnologia, tendo representado a Academia Politécnica do Porto na comemoração darwiniana em Cambridge. Reservou a atividade como clínico para os amigos e os mais desfavorecidos.

Do casamento com Josefina Cândida Moreira nasceu Aarão Soeiro Moreira de Lacerda (1890-1947), de igual modo professor na Universidade do Porto, escritor ilustre, historiador de arte e musicólogo.
Aarão Ferreira de Lacerda faleceu no Porto em 16 de janeiro de 1921.
(Universidade Digital / Gestão de Informação, 2011)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2016-07-06 Página gerada em: 2019-01-23 às 18:35:57