Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Hoje é domingo
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Antigos Estudantes Ilustres U.Porto: Heitor Cramez

Memória U.Porto

Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto

Heitor Cramez

Autoretrato de Heitor Cramez / Self-portrait of Heitor Cramez, 1957 Heitor Cramez
1889-1967
Pintor e professor



Fotografia da Igreja de S. Dinis / Photograph of the Church of S. DinisHeitor Cramez, filho de José Cramez e de Vicência Augusta dos Prazeres, nasceu em S. Dinis, Vila Real, a 1 de Dezembro de 1889.
Na sua terra natal, estudou na Escola de Desenho Industrial, tendo terminado o liceu no ano letivo de 1904-1905, com a classificação de 18 valores. Face aos resultados obtidos foi incentivado pelo diretor desse estabelecimento de ensino, Nuno de Novais Júnior (1888-1906), a seguir Belas Artes.

No Porto, frequentou a Academia Portuense de Belas Artes, onde foi aluno dos mestres José de Brito e de Marques de Oliveira.

Em 1914 concorreu ao lugar de pensionista do Estado, na classe de Pintura. No ano seguinte, iniciou as provas do concurso, mas, depois de selecionado, só viria a partir para Paris em 1919, na companhia do pensionista de Arquitetura, Manuel Marques, devido a atrasos motivados pelo primeiro confronto mundial (1914-1918).
Em Paris, foi discípulo do pintor francês Fernand Cormon (1845-1924), companheiro de artistas portugueses como Diogo de Macedo, Abel Manta, Francisco Franco e Dórdio Gomes. Entre os seus colegas franceses, Cramez ficou conhecido por "Porto".

Fotografia do Óleo sobre cartão de Heitor Cramez / Photograph of the Oil on card, by Heitor Cramez (1923)Em 1925, Heitor Cramez terminou o pensionato no estrangeiro e realizou a sua primeira exposição no Ateneu Comercial do Porto.
Passados quatro anos, com Miguel Barrias, co-fundou no Porto a Escola Nacional de Desenho, uma empresa de ensino por correspondência.

Em 1930, este artista transmontano de nascimento e portuense de adoção iniciou uma carreira no ensino, durante a qual lecionou em Vila Real, na Escola Comercial e Industrial de "José Júlio Rodrigues", primeiro como professor provisório (1930), depois como professor agregado, entre 1932 e 1938. No Porto, lecionou na Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis e na Escola de Belas Artes do Porto (1948-1959).

Em 1959, jubilou-se e foi distinguido com o Grau de Oficial da Ordem de Instrução Pública.

Cramez produziu inúmeras paisagens, muitas delas transmontanas, naturezas mortas e retratos, usando uma paleta rica em cores e uma pincelada geometrizante. Viajou pelo Oriente, nomeadamente por Macau. Casou com Madeleine Bizoulier, de quem teve um filho, João José Bizoulier Cramez.

Morreu em Mira, Coimbra, em 30 de Agosto de 1967.
(Universidade Digital / Gestão de Informação, 2009)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2018 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2016-06-27 Página gerada em: 2018-12-16 às 04:11:48