Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Hoje é domingo
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Antigos Estudantes Ilustres U.Porto: José Parada Leitão

Memória U.Porto

Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto

José Parada Leitão

Fotografia de Parada Leitão / Photo of Parada Leitão José Parada Leitão
1809-1880
Militar, engenheiro, professor e publicista



José Guilherme de Parada e Silva Leitão, filho do capitão José da Silva Leitão e de D. Francisca Rita de Parada e Silva Leitão, nasceu em Cernache do Bonjardim, concelho da Sertã, em Junho de 1809.

Estudou no Seminário das Missões de Cernache, no Convento de S. Vicente de Fora, no Real Colégio Militar de Lisboa e na Universidade de Coimbra, onde se associou aos grupos liberais.

Fotografia do Padrão comemorativo do Desembarque do Mindelo, na praia da Memória / Photo of the commemorative Standard of the Mindelo Landing, in the Memória beachCombateu na Guerra Civil e nas campanhas da Junta do Porto. Esteve exilado na Galiza, em Plymouth, em Ostende e nos Açores. Foi um dos "Bravos do Mindelo", vivendo o Cerco do Porto (1832-1833).

Em 1837 concluiu os estudos universitários iniciados no exílio. Bacharel em Filosofia e Matemática pela Universidade de Coimbra, foi nomeado lente da 8.ª cadeira – Física Teórica e Experimental da Academia Politécnica do Porto, que lecionou, e dirigiu, até 1875. Entretanto, foi-lhe atribuída a carta de curso de Engenharia de Pontes e Estradas da Academia Politécnica do Porto em 24 de novembro de 1866.

Voltou à luta política durante o período conturbado de 1846-1847, que acabou por abandonar após a pacificação do país com a assinatura da Convenção de Gramido, a 30 de Junho de 1847. Em 1851 foi reintegrado no posto de major, mas as suas prioridades eram então o ensino e o jornalismo.

Parada Leitão foi representante da Academia Politécnica do Porto no Parlamento durante os anos de 1854, 1863 e 1869; representou igualmente a Academia na Conferência Escolar Oficial.
Integrou o projeto da Escola Industrial do Porto (Instituto Industrial do Porto a partir de 1864), de que foi diretor interino entre 1853 e 1863. Lecionou, também, neste Instituto, nomeadamente a 4.ª Cadeira – “Noções elementares de química e de física”.

Na sequência da apresentação do projeto de lei de Júlio Máximo de Oliveira Pimentel à Câmara de Deputados, em 1854, que propunha a reforma dos estabelecimentos de ensino superior e previa a extinção da Academia Politécnica do Porto, Parada Leitão integrou uma comissão do conselho académico que escreveu a “Breve Memória sobra a Instrução Pública Superior no Porto e nas províncias do norte”.

Fotografia de António Joaquim Ferreira da Silva / Photo of António Joaquim Ferreira da SilvaMilitar condecorado, fundador da Associação Industrial Portuense e defensor do ensino industrial, Parada Leitão publicou artigos n’O Industrial Portuense (1845-1846), onde colaborou com Vitorino Damásio, Sousa Brandão, Luís Soares e outros lentes da Academia Politécnica, e n’O Jornal da Associação Industrial Portuense, seu sucessor, até 1854. Foi redator da Estrella do Norte e do Nacional, jornais portuenses pro-liberais, entre 1846 e 1847. Entusiasta do desenvolvimento tecnológico, Parada Leitão participou com Francisco António Gallo no primeiro ensaio de telegrafia elétrica, que ligou a Associação Comercial do Porto à Associação Industrial do Porto (atual AEP) em 4 de Abril de 1853.

Faleceu no Porto a 14 de Abril de 1880.
Na «Homenagem à memória de José de Parada e Silva Leitão», publicada em 1917 na "Revista de Química pura e aplicada", Ferreira da Silva escreveu sobre ele as seguintes palavras: "Era um nobilíssimo carácter, qualidade primacial de todo o homem culto. Mas foi também um dos mais ilustres representantes do professorado superior português do seu tempo".
(Universidade Digital / Gestão de Informação, 2010)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2018 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2016-06-27 Página gerada em: 2018-12-16 às 11:27:25