Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Logótipo
Você está em: Início > Mobilidade Staff

MOBILIDADE DE STAFF
 
DOCENTES, INVESTIGADORES E TÉCNICOS DA FPCEUP
 
 
 A Universidade do Porto é uma universidade aberta ao mundo e, como tal, oferece a todos os seus docentes, investigadores e técnicos a oportunidade de realizar períodos de mobilidade, destinados essencialmente a promover os intercâmbios e a cooperação entre instituições de ensino superior.
 
 Estas mobilidades podem ser realizadas ao abrigo dos seguintes programas:


1. PROGRAMA ERASMUS+
2. PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES
3. PROGRAMA ERASMUS MUNDUS - AÇÃO 2
4. ACORDOS COOPERAÇÃO INTERNACIONAL
5. PROGRAMA FULBRIGHT – EUA
6. APOIOS DA REITORIA

 

1. PROGRAMA ERASMUS+



O ERASMUS+ é o novo programa da União Europeia para o ensino, a formação, a juventude e o desporto. Entre outras atividades, este programa promove atividades de mobilidade para ensino e/ou formação, numa instituição parceira da União Europeia, destinadas a docentes, investigadores e técnicos do Ensino Superior.


MOBILIDADE DOCENTE: PRIORIDADES ESPECÍFICAS PARA MISSÕES DE ENSINO

a) Participar na lecionação de unidades curriculares integradas em ciclos de estudos oficiais na instituição de acolhimento;
b) Contribuir para a elaboração e futura produção de novos materiais de ensino;
c) Discutir a possibilidade de criação das condições necessárias à preparação de ciclos de estudo em parcerias e/ou em associação;
d) Analisar novas oportunidades para expandir e enriquecer a gama e o conteúdo dos cursos oferecidos;
e) Promover a troca de experiências de ensino que potenciem a adoção de novas metodologias e de abordagens inovadoras;
f) Estimular outras atividades de ensino conjuntas (exemplo: cotutelas, supervisão conjunta de teses de mestrado/doutoramento);
g) Propor atividades que possam futuramente resultar em projetos de interesse para ambas as partes.


MOBILIDADE INVESTIGADORES E TÉCNICOS: PRIORIDADES ESPECÍFICAS PARA FORMAÇÃO

a) Reforçar a capacidade de gestão das instituições envolvidas no processo de mobilidade em áreas consideradas de importância estratégica para o desenvolvimento das relações de cooperação entre as Instituições de Ensino Superior;
b) Analisar novas oportunidades e promover a criação e/ou fortalecimento das ações de cooperação internacional entre as instituições;
c) Identificar boas práticas na gestão da cooperação internacional e, em particular, de novos procedimentos relativos a uma preparação e implementação mais fluída das mobilidades;
d) Propor atividades que possam resultar em projetos de interesse para ambas as instituições;
e) Promover a produção de novos materiais de trabalho facilitadores do processo de gestão das ações de cooperação interna


CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE

Docentes para missões de ensino e técnicos para formação:
a) Ser nacional de um dos países participantes do Programa ou ter estatuto de residência permanente, apátrida ou refugiado;
b) Ter um vínculo contratual com a U.Porto (funcionário docente ou técnico) no ano académico em que se candidata e durante o período de realização da mobilidade;
c) Realizar a mobilidade baseada em acordos institucionais celebrados entre as Instituições;
d) As Instituições de origem e de acolhimento (através das UOs e Departamentos dos candidatos) deverão acordar e aprovar, antecipadamente, a mobilidade proposta, nomeadamente o programa de ensino/trabalho a ser desenvolvido pelo candidato.


DURAÇÃO


A subvenção comunitária Erasmus+ determina como duração média da mobilidade:
   5 dias para Pessoal Docente para Missões de Ensino (mínimo de 8 horas/semana)
   6 dias para Pessoal Não Docente para Formação
   Todas as mobilidades aprovadas deverão ter início até 31 de Dezembro do ano em questão



CANDIDATURA



• Formalização:
    a) Ler atentamente o Regulamento da Mobilidade de Pessoal da U.Porto para Missões de Ensino e/ou Formação no Espaço da União Europeia; (com link para o documento);
    b) Recolher toda a informação e documentos necessários ao preenchimento do Formulário de Candidatura online: o candidato deverá criar um nome de utilizador e uma palavra-passe para aceder ao Formulário de Candidatura disponível no site. As candidaturas enviadas por  fax, correio eletrónico ou correio não serão aceites;
    c) Preencher e submeter o Formulário de Candidatura online em: http://international.up.pt/  até à data limite estabelecida para cada uma das calls e divulgada pelo SRIM;
    d) Informar o SRIM sobre a candidatura apresentada e solicitar o seu apoio na obtenção de documentação relevante para a submissão da candidatura.

• Prazo:


    Divulgado anualmente pelo SRIM.



• Seleção:


    A seleção decorre em dois momentos:
        A FPCEUP será instada a confirmar a elegibilidade dos seus candidatos e a avaliar o interesse estratégico das candidaturas submetidas;
        A Reitoria realizará uma reunião com vista à seleção final das candidaturas previamente aprovadas pelas U.O.s.

Todos os candidatos serão informados individualmente, via correio eletrónico, acerca do resultado da sua candidatura (financiadas e não financiadas);

A lista final dos candidatos selecionados será publicada no referido site para assegurar total transparência;

 

ANTES DA MOBILIDADE



Após tomar conhecimento de que foi selecionado/a, o/a candidato/a, deverá:
    1. Encetar contactos junto da Universidade de destino de forma a acordar o plano de trabalhos e período de mobilidade a realizar (definidos no Programa de Missão de Ensino/Trabalho);
    2. Tratar das questões práticas como a viagem, alojamento e documentos pessoais (questões da sua inteira responsabilidade).

Documentos obrigatórios antes da mobilidade:

    DOCENTES: Programa de Missão de Ensino aprovado previamente pela FPCEUP e pela instituição de ensino parceira antes da mobilidade (STAFF MOBILITY FOR TEACHING – Mobility Agreement);

    INVESTIGADORES E TÉCNICOS PARA FORMAÇÃO: Programa de Trabalho aprovado previamente pela FPCEUP e pela instituição parceira antes da mobilidade (STAFF MOBILITY FOR TRAINING – Mobility Agreement);

e ainda:

    Assinar o contrato de bolsa Erasmus+ e efetuar o upload do documento assinado na plataforma disponibilizada para o efeito em: http://international.up.pt;
    Enviar o contrato original de bolsa Erasmus+ para o Serviço de Relações Internacionais, através do SRIM;
    Efetuar no site http://international.up.pt upload de quaisquer outros documentos considerados relevantes.

 

DURANTE A MOBILIDADE



    Solicitar no Serviço de Relações Internacionais, ou serviço congénere, da Universidade de Destino a assinatura do documento comprovativo da mobilidade com indicação da/s atividade/s desenvolvida/s e data de início e de fim.


APÓS A MOBILIDADE



    Fazer o upload em http://international.up.pt , de todos os documentos exigidos pelo Programa Erasmus+ e identificados na secção do bolseiro;
    Entregar no SRIM o original do documento que comprove a presença e a atividade realizada no estrangeiro sob a forma de uma declaração assinada pela entidade de acolhimento e que especifique o nome do participante, o objetivo da atividade, as horas de trabalho/lecionação e as datas de início e de fim da mobilidade, excluindo dias de viagem;
    Entregar no SRIM todos os comprovativos de realização de viagem: fatura/recibo, os cartões de embarque de avião e/ou bilhete de comboio, recibos de combustível e de portagens e de transportes locais.
    Preencher e submeter o Relatório Individual online (Mobility tool), no máximo, 30 dias depois da notificação para preenchimento.

O processamento com vista à transferência para pagamento do valor global da bolsa só será iniciado após a conclusão dos procedimentos referidos nas alíneas acima.

 

FINANCIAMENTO

O programa Erasmus+ prevê a atribuição de uma Bolsa de Mobilidade no valor máximo de 900 euros (dependendo do país).
Consultar: REGULAMENTO DA MOBILIDADE DE PESSOAL DA U.PORTO PARA MISSÕES DE ENSINO E/OU FORMAÇÃO NO ESPAÇO DA UNIÃO EUROPEIA
Para mais informações e esclarecimento de dúvidas, contactar o SRIM: erasmus@fpce.up.pt
 

Voltar ao Inicio


2. BOLSAS SANTANDER IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E INVESTIGADORES


No sentido de complementar a formação e especialização científica e técnica dos membros da sua comunidade académica, a U.Porto através de uma parceria com o Banco Santander Totta, disponibiliza BOLSAS SANTANDER IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E INVESTIGADORES, inteiramente suportadas pelo referido Banco, para a realização de um período de mobilidade numa das universidades ibero-americanas participantes no programa.
CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE

a) ter, preferencialmente, idade igual ou inferior a 35 anos;
b) ser de nacionalidade portuguesa ou ter estatuto de residência permanente em Portugal;
c) ter um vínculo contratual com a U.Porto no momento da candidatura e no momento da realização e término previstos para a mobilidade;
d) satisfazer todos os requisitos específicos estabelecidos pela U.Porto, pela FPCE-UP e pela instituição de acolhimento, assim como todos os regulamentos específicos do Programa em que participa;
e) selecionar uma instituição parceira elegível (ver no regulamento);
f) obter a concordância da FPCE-UP sobre a proposta de plano de trabalho a realizar durante a mobilidade;
g) candidatar-se à mobilidade no website da U.Porto: http://international.up.pt.



DURAÇÃO

    A mobilidade de jovens professores e investigadores terá como duração única um mês
    Todas as mobilidades aprovadas deverão ter início até 31 de Dezembro do ano em questão.

 


CANDIDATURA



• Formalização:


    a) Ler atentamente o Regulamento Bolsas Santander;
    b) Candidatar-se à mobilidade no website da U.Porto: http://international.up.pt 
    c) Candidatar-se a um período mínimo de um mês, em tempo integral, na instituição de acolhimento;
    d) Apresentar a proposta de Plano de Trabalho a realizar na instituição de acolhimento;
    e) Recolher toda a informação e documentos necessários para preencher o Formulário de Candidatura online: As candidaturas enviadas por fax, correio eletrónico ou correio não serão aceites;
    f) Preencher e submeter o Formulário de Candidatura online até à DATA LIMITE estabelecida e divulgada pelo SRIM;
    g) Informar o SRIM sobre a candidatura apresentada e solicitar o seu apoio na obtenção de documentação relevante para a submissão da candidatura;
    h) após a submissão da candidatura no website da U.Porto deve registar-se na página das Bolsas Santander através do preenchimento do formulário correspondente em: http://www.becas-santander.com

• Prazo:


    Divulgado anualmente pelo SRIM.



• Seleção:


    a) As candidaturas à mobilidade Erasmus+ são individuais;
    b) A seleção decorre em dois momentos:
        A FPCE-UP confirmará a elegibilidade dos seus candidatos e avaliará o interesse estratégico das candidaturas submetidas;
        A Reitoria realizará uma reunião com vista à seleção final das candidaturas previamente aprovadas pela FPCE-UP

Todos os candidatos serão informados individualmente via correio eletrónico acerca do resultado da sua candidatura (financiadas e não financiadas);
A lista final dos candidatos selecionados será publicada no referido site para assegurar total transparência.


ANTES DA MOBILIDADE



Após tomar conhecimento de que foi selecionado/a, o/a candidato/a, deverá:
    1. Encetar contactos junto da Universidade de destino de forma a acordar o plano de trabalhos e período de mobilidade a realizar
    2. Tratar das questões práticas como a viagem e o alojamento (da sua inteira responsabilidade);

Documentos obrigatórios:
    a) proceder à assinatura do contrato de bolsa Santander e enviar o contrato original para o Serviço de Relações Internacionais da UP, através do SRIM;
    b) efetuar o upload dos documentos comprovativos do Seguro de Saúde privado e reserva da viagem e outros documentos relevantes para a candidatura, no website http://international.up.pt ;

Processamento do pagamento da Bolsa:
    a) Upload pelo bolseiro dos documentos da mobilidade: Carta de Aceitação, Contrato de Estudos/Programa de Trabalho assinado pelo próprio e pelas instituições/entidades envolvidas, comprovativos do seguro de saúde privado e da reserva de voo;
    b) Assinatura do Contrato de Bolseiro, junto do Serviço de Relações Internacionais da UP.


DURANTE A MOBILIDADE

Solicitar no Serviço de Relações Internacionais ou serviço congénere da Universidade de Destino a assinatura do documento comprovativo da mobilidade, com indicação da/s atividade/s desenvolvida/s e data de início e de fim.


APÓS A MOBILIDADE

a) Fazer o upload, em http://international.up.pt, da Declaração do Período de Mobilidade, o documento que comprova a presença do bolseiro na instituição de acolhimento, com o registo da data de chegada e de partida, assinada e carimbada pela entidade de acolhimento;
b) Entregar no SRIM o original da Declaração do Período de Mobilidade;
c) Fazer o upload em http://international.up.pt, dos comprovativos de realização de viagem, tais como os cartões de embarque de avião e/ou bilhete de comboio;
d) Preencher e submeter o Relatório Individual, no máximo, 30 dias após a conclusão da mobilidade.



FINANCIAMENTO

São atribuídas bolsas no valor total de 2500 euros.

Consultar: REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSAS SANTANDER UNIVERSIDADES

Para mais informações e esclarecimento de dúvidas, contactar o SRIM: erasmus@fpce.up.pt.


Voltar ao Inicio


3. PROGRAMA ERASMUS MUNDUS – AÇÃO 2


O programa Erasmus Mundus é um programa de cooperação e mobilidade no âmbito do Ensino Superior que apoia projectos de cooperação e mobilidade entre a Europa e países terceiros. Tem como principal objetivo tornar a União Europeia num pólo de excelência, no domínio do Ensino Superior, de nível mundial e, ainda, promover o diálogo e a compreensão através da cooperação com países terceiros.

A Universidade do Porto participa em vários consórcios internacionais Erasmus Mundus ao abrigo dos quais existem bolsas para docentes, investigadores e técnicos da UP poderem realizar mobilidade em países extra comunitários.

CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE

Podem candidatar-se a estas bolsas docentes, investigadores e técnicos da UP que tenham nacionalidade de um dos países Europeus elegíveis para o Projeto e que não tenham já usufruído de uma bolsa Erasmus Mundus Ação 2 para o mesmo tipo de mobilidade ou ao abrigo do mesmo projeto (não se aplica a mobilidades de staff).


CANDIDATURA

• Consultar as calls abertas no site da UP: http://emundus.up.pt/
• Consultar as vagas disponíveis, requisitos de eligibilidade e instruções de candidatura no site de cada projeto;
• Consultar as instruções de candidatura no site do projeto;
• Reunir os documentos obrigatórios e preencher a CANDIDATURA diretamente on-line;
• Dar conhecimento ao SRIM da submissão da candidatura.


PRAZO DE CANDIDATURA

Estes programas são divulgados à medida que as convocatórias para apresentação de candidaturas são abertas, pelo SRIM ou no site: http://emundus.up.pt/


FINANCIAMENTO

As bolsas no âmbito deste programa oferecem as seguintes condições:
    - viagem ida e regresso;
    - seguro de saúde e acidentes pessoais;
    - bolsa mensal: Investigadores de Pós-doutoramento - 1.800¤ e Docentes ou Técnicos: 2.500¤ (apenas 1 mês)

Para mais informações e esclarecimento de dúvidas, contactar o SRIM: erasmus@fpce.up.pt.


Voltar ao Inicio


4. ACORDOS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL


Com o objectivo de oferecer um leque cada vez mais alargado de oportunidades de mobilidade, a Universidade do Porto tem firmado com um elevado número de universidades estrangeiras ACORDOS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL que possibilitam , entre outras atividades, a mobilidade de estudantes, docentes e técnicos destinadas a promover essencialmente os intercâmbios e a cooperação entre instituições de ensino superior.
Acordos existentes:

PRAZO DE CANDIDATURA

    Durante todo o ano
    Atenção aos prazos de candidatura a APOIOS DA REITORIA (ver adiante)
    Dar conhecimento ao SRIM da submissão da candidatura.

FINANCIAMENTO

Não existe financiamento específico para este tipo de mobilidade, no entanto, existe a possibilidade de candidatura a um APOIO DA REITORIA (ver adiante).
Para mais informações e esclarecimento de dúvidas, contactar o SRIM: erasmus@fpce.up.pt


Voltar ao Inicio


5. PROGRAMA FULBRIGHT - EUA

O Programa Fulbright atribui financiamento a professores portugueses que pretendam lecionar ou realizar trabalhos de investigação em universidades dos Estados Unidos da América, por um período de 3 a 12 meses, através das BOLSAS PARA PROFESSORES E INVESTIGADORES DOUTORADOS .



ÁREAS DE ESTUDO

Todas as áreas.

REQUISITOS

    Doutoramento já concluído no momento do concurso à bolsa
    Bons conhecimentos de Inglês.
    Prova de concordância com o projecto por parte da instituição norte-americana.

CONDIÇÕES DE ELEGIBILIDADE

    Ter nacionalidade portuguesa;
    Não ter residido nos EUA durante um período igual ou superior a 5 anos, nos 6 anos anteriores à data do concurso.
    Não possuir dupla nacionalidade, portuguesa e norte-americana
    Não possuir autorização de residência (green card) nos EUA;
    Não possuir visto que permita residir nos EUA, entre a altura do concurso à bolsa e o início do período de estadia nos EUA.


CANDIDATURA


• Formalização:


    1. A candidatura é submetida online pelo candidato, diretamente no site da Fulbright, no link: http://www.fulbright.pt/articles/category/bolsas-para-professores-e-investigadores-doutorados
    2. Além do formulário de candidatura preenchido em inglês, a candidatura só estará completa com os seguintes elementos:
        a) Três cartas de recomendação (Letters of Reference);
        b) Cópia dos certificados ou diplomas comprovativos de cada grau académico obtido;
        c) Carta de aceitação da instituição norte-americana. O candidato deverá entrar em contacto com a instituição onde pretende realizar o seu projecto e obter uma carta de aceitação, que especifique as datas de início e de fim de estadia e eventuais custos e benefícios envolvidos;
        d) Fotocópia do Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão;
        e) Os candidatos poderão ainda submeter cópias de trabalhos, artigos, livros, prémios, portfolios ou outros documentos que considerem relevantes.
    3. Dar conhecimento ao SRIM da submissão da candidatura.

• Prazo:


Divulgado anualmente no site da Fulbright e pelo SRIM.

• selecção:


- Apreciação curricular e do projecto
- Entrevista



FINANCIAMENTO

A Comissão Fulbright atribui bolsas para leccionar e/ou realizar trabalhos de investigação em universidades ou centros de investigação nos EUA. Informação sobre o valor atribuído disponível no site da mesma.

Consultar: REGULAMENTO DA BOLSA

Os pedidos de informação sobre estas bolsas devem ser enviados, por email, diretamente para:
Comissão Fulbright
Dra. Paula Lemos
Email: plemos@fulbright.pt.


Voltar ao Inicio


6. APOIOS DA REITORIA


Considerada a pertinência de algumas atividades não diretamente financiadas pelos centros de I&D, bem como a importância de mobilidade não docente e de iniciativas projetadas por docentes e/ou estudantes, a Reitoria da Universidade do Porto, no âmbito do protocolo realizado com o Banco Santander, prevê a concessão de subsídios diversificados que se destinam a apoiar a comunidade académica, nas seguintes atividades:

    a) Mobilidade docente (excluindo a mobilidade prevista nos programas Erasmus+) e não docente (trabalhadores e estudantes, que não estejam, abrangidos por programas financiados);
    a) Eventos científicos;
    b) Eventos culturais e desportivos organizados por organizações estudantis;
    c) Outras atividades consideradas de interesse para a Universidade do Porto e não abrangidas pelas alíneas anteriores


I. MOBILIDADE DOCENTE

Os apoios à mobilidade docente devem privilegiar as relações com Universidades estrangeiras, visando intensificar:

a) Parcerias na formação pré- e/ou pós-graduada;
b) Desenvolvimento de atividades de investigação conjuntas;
e) Implementação do ensino da língua e cultura portuguesas.


Ao abrigo deste programa serão atribuídas bolsas de mobilidade para missões a decorrer nos próximos quatro anos académicos (2014/15 a 2017/18), com uma duração mínima de 5 dias (3 dias no caso da Europa);

A mobilidade não docente tem em vista apoiar a criação de condições, do ponto de vista administrativo, para o estabelecimento de ciclos de estudos de nível pós-graduado - conjuntos ou em associação — com universidades estrangeiras;

A mobilidade deve ser previamente acordada entre as partes e deverá realizar-se em Instituições de Ensino Superior e Ciência localizadas em qualquer país do mundo e que se evidenciem como parceiras de exceção;


DURAÇÃO

• entre 3 (Europa) e 5 dias
 


FINANCIAMENTO

Valor variável, conforme a proposta apresentada e orçamento disponível

Valor máximo do apoio:
Galiza e IES Espanholas • 1.000¤
Europa e Norte de África • 1.500¤
Américas • 2.500¤
África • 2.500¤
Ásia • 2.500¤
Oceânia • 3.000¤


CANDIDATURA

• Formalização:


    a) Candidatura apresentada, através do SRIM, à Vice-Reitoria Relações Externas e Cultura da UP, para o endereço de correio eletrónico apoio.comunidade.academica@reit.up.pt;
    b) Indicando de forma clara o plano de trabalhos a desenvolver durante a mobilidade e instruída com os seguintes documentos:
        - declaração em como os docentes têm um contrato com a U.Porto válido até, pelo menos, três anos (ou um ano para a mobilidade de não docentes) após a data de conclusão da mobilidade a que concorrem;
        - declaração da instituição de acolhimento manifestando explicitamente interesse na mobilidade e nas parcerias projetadas, assim como a especificação das atividades previstas (encontros ao mais alto nível, lecionação, procedimentos administrativos);
        - declaração do(a) diretor(a) da unidade orgânica em como autoriza o(a) docente/não docente em causa a encetar as negociações com vista ao acordo formal futuro entre as duas instituições o interesse que a mobilidade em causa tem para a U.Porto.


• Prazo:


4 convocatórias por ano: 15 março | 15 junho | 15 setembro |15 dezembro para realização até ao fim do ano letivo seguinte.


• Seleção:


O processo de seleção terá em conta os critérios a seguir definidos:

Fatores obrigatórios:


    a) Processo de candidatura completo;
    b) Cumprimento do âmbito dos apoios a conceder;
    c) Satisfação das condições para a concessão de apoios (cf. n°1 do art.° 8°do regulamento);

Fatores de ponderação:


    a) 25%:
        - Contributo para o desenvolvimento de parcerias na formação pré ou pós-graduada; ou
        - Desenvolvimento de atividades de investigação conjuntas; ou
        - Implementação do ensino da língua e cultura portuguesas;
    b) 25%: Qualidade da candidatura;
    c) 25%: CV do candidato;
    d) 25%: Interesse estratégico para a U.Porto.

Serão consideradas prioritárias as candidaturas que não apresentem sobreposição de financiamento para a mesma mobilidade e para o mesmo docente/não docente, no mesmo ano académico, no âmbito do mesmo ou de outros programas (ex. Programa Erasmus +), devendo o candidato à mobilidade indicar expressarnente se tem ou não outro tipo de apoio financeiro;
II. Os Eventos científicos / Eventos culturais e desportivos patrocinados por organizações estudantis / Outras atividades consideradas de interesse


CONDIÇÕES PARA A CONCESSÃO DO APOIO



    • Os candidatos a apoios da UPorto devem ser docentes, não docentes, investigadores ou estudantes da comunidade académica da UPorto;
    • O logotipo da Universidade deve ser usado em todos os documentos de divulgação e nas atas que, eventualmente, sejam editadas (no caso de encontros científicos).


FINANCIAMENTO

O valor dos apoios será fixado anualmente por deliberação do Conselho de Gestão a cada evento será atribuído um máximo de 2.500,00 ¤.


CANDIDATURA


• Formalização:


As candidaturas devem ser apresentadas, através da respetiva unidade orgânica, à Vice-Reitoria Relações Externas e Cultura da UP, para o endereço de correio eletrónico apoio.comunidade.academica@reit.up.pt e devem ser instruídas da seguinte forma:
    a) Carta de apresentação
    b) Memória descritiva do evento ou da atividade prevista, incluindo o programa detalhado, o número de participantes previsto, o público a que se destina, o CV do organizador e a previsão de despesas e receitas;
    c) O pedido de subsídio pode incluir a solicitação de kits com informação e material da Universidade

• Prazo:


4 convocatórias por ano: 15 março | 15 junho | 15 setembro |15 dezembro para realização até ao fim do ano letivo seguinte.


SELEÇÃO

Critérios para apreciação das candidaturas:

Fatores eliminatórios:


    a) Processo de candidatura completo;
    b) Cumprimento do âmbito dos apoios a conceder
    c) Satisfação das condições para a concessão de apoios (cf n°1 do art.° 8° do regulamento);

Fatores de ponderação:


    a) Prioridade para os eventos de cariz científico, académico e cultural - 10%
    b) Qualidade da candidatura - 20%
    c) Originalidade do evento - 10%
    d) Grau de intemacionalizaço – 20%
    e) CV do organizador — 30%;
    f) Interesse estratégico para a U.Porto — 10%


Consultar: REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE APOIOS PELA REITORIA DA UNIVERSIDADE DO PORTO

Para mais informações e esclarecimento de dúvidas, contactar o SRIM: erasmus@fpce.up.pt.


Voltar ao Inicio

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2020-05-11 I  Página gerada em: 2021-06-25 às 04:54:49 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais