Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > Dissertações e Teses

Dissertações e Teses | Mestrados e Doutoramentos


Mestrados

Regras para a orientação da dissertação

Prazos de:

  1. Submissão do projeto de dissertação;
  2. Entrega da dissertação;
  3. ato público de defesa da dissertação.

Regras para a entrega da dissertação e admissão a provas

Doutoramentos

Processo de nomeação do orientador ou dos coorientadores
Registo do tema e do plano da tese
Caducidade do registo do tema da tese
Condições para a entrega da tese
Entrega dos documentos finais

 

Mestrados

O ciclo de estudos conducente ao grau de mestre integra uma dissertação de natureza científica ou um trabalho de projeto, originais e especialmente realizados para este fim, ou um estágio de natureza profissional objeto de relatório final, consoante os objetivos específicos visados, nos termos que sejam fixados pelo regulamento específico de cada ciclo de estudos, a que corresponde um mínimo de 30 créditos ECTS. No caso dos Mestrados atualmente disponíveis na Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, as Unidades Curriculares Dissertação e Dissertação/Projeto têm 60 créditos ECTS e são anuais.

Regras para a orientação da dissertação

De acordo com o artigo 10.º do Regulamento Geral dos Segundos Ciclos de Estudos da Universidade do Porto - Despacho 7677/2017 de 31 de agosto:

“A elaboração da dissertação deve ser orientada por professor ou investigador doutorado da U.Porto ou por doutor ou especialista de mérito reconhecido pelo(s) órgão(s) competente(s) da(s) Faculdade(s),  ouvida a comissão científica do ciclo de estudos, na área científica da dissertação, nacional ou estrangeiro, devendo sempre assegurar -se a inclusão de um docente da faculdade na equipa de orientação.

2- A nomeação do orientador e do coorientador, caso exista, será feita pelo órgão estatutariamente competente da Faculdade sede do ciclo de estudos depois de ouvidos o estudante de mestrado e o orientador a nomear.

3- Excecionalmente poderá o órgão científico da Faculdade nomear mais do que um coorientador, devendo essa exceção ser fundamentada.

4- As regras a observar na orientação devem ser definidas no regulamento específico de cada ciclo de estudos.”

Consulte aqui os regulamentos específicos dos Mestrados da FCNAUP.


Prazos:

  1. Submissão do projeto de dissertação:
No ato da inscrição no 2.º ano do Mestrado, o Estudante terá que proceder à entrega presencial e envio por e-mail (mnc@fcna.up.pt ou mac@fcna.up.pt), do plano de trabalho ( Minuta MNC e Minuta MAC), da declaração do orientador e, nos casos aplicáveis, da declaração do coorientador. Esta documentação será sujeita a apreciação pela Comissão Científica do Ciclo de Estudos e pelo Conselho Científico da FCNAUP.
  1. Entrega da dissertação:
De acordo com o ponto 1 do artigo 12.º do Regulamento Geral dos Segundos Ciclos de Estudos da Universidade do Porto - Despacho 7677/2017 de 31 de agosto:
“O prazo limite para a entrega das dissertações e relatórios de projeto ou estágio profissional é o final do último semestre ou trimestre do ciclo de estudos.”

Prazos para o ano letivo 2017/2018 (de acordo com o calendário escolar 2017/2018):

Até 29 de junho de 2018 (final do último semestre)

Entrega em “Época especial para entrega de Dissertação do Mestrado”: até 11 de setembro de 2018
  1. Prazos para o ato público de defesa da dissertação (de acordo com o ponto 2 do artigo 12.º do Regulamento Geral dos Segundos Ciclos de Estudos da Universidade do Porto - Despacho 7677/2017 de 31 de agosto):
“O ato público de defesa da dissertação, do trabalho de projeto ou do relatório de estágio terá de ocorrer até ao 90.º dia útil depois da sua entrega, mas nunca depois de 31 de dezembro desse ano.”


Regras para a entrega da dissertação e admissão a provas:
 
Para poder entregar a Dissertação, o estudante terá que ter concluído todas as unidades curriculares que constituem o plano do ciclo de estudos, com exceção da unidade curricular de Dissertação ou Dissertação/Projeto.

A situação de propinas terá que estar regularizada
.

É obrigatório proceder à entrega, nos Serviços Académicos, dos seguintes documentos:

a) Requerimento ( MNC ou MAC);
b) Parecer do orientador e do(s) co-orientador(es), caso exista(m), no qual deve constar o nome completo, número de Cartão de Cidadão e identificador ORCID (caso tenham);
c) Uma declaração de cedência de dados;
d) Um exemplar da dissertação em ficheiro pdf gravado em CD-ROM devidamente identificado na superfície do disco (usando um marcador ou um autocolante), em particular com o nome do estudante, o título da dissertação, o ano de submissão e a sigla MNC ou MAC. O ficheiro pdf deve iniciar e terminar com a capa seguindo o modelo em vigor na UPorto; de igual modo, a capa do CD-ROM deve seguir o modelo em vigor na UPorto. Poderá utilizar o template da dissertação do Mestrado ( tMNC ou tMAC);
e) Um exemplar da Dissertação em ficheiro pdf enviado para o endereço de correio eletrónico dos Mestrados (mnc@fcna.up.pt ou mac@fcna.up.pt) igual ao gravado em CD-ROM.
 
A dissertação deverá ser redigida em Português ou Inglês e deverá conter pelo menos dois resumos, um em Português e outro em Inglês.  
 
O estudante tem a responsabilidade de verificar que a versão em CD-ROM da Dissertação corresponde à versão pdf enviada por e-mail e que esta tem aspeto idêntico em diferentes sistemas operativos.
 
Defesa pública e versão definitiva:

O estudante será notificado da constituição do júri da prova e data da respetiva defesa.
A informação quanto à data e local da defesa será publicada nas notícias, no SIGARRA da FCNAUP.

Caso haja a necessidade de fazer alterações à versão da dissertação inicialmente entregue (alterações solicitadas e registas pelo Júri na ata das provas), o estudante dispõe de 5 dias úteis após a defesa para entregar a versão definitiva nos Serviços Académicos. Esta versão terá que ser validada pelo Júri.

O estudante só poderá receber a certidão do grau depois da entrega da versão definitiva (nos casos aplicáveis).
 
Doutoramentos

O ciclo de estudos conducente ao grau de doutor integra a elaboração de uma tese original especialmente elaborada para este fim, adequada à natureza do ramo de conhecimento ou da sua especialidade.

Processo de nomeação do orientador ou dos coorientadores

De acordo com o artigo 10.º do Regulamento Geral dos Terceiros Ciclos de Estudos da Universidade do Porto (Despacho 7982/2017 de 12 de setembro):

“1 — A preparação da tese de doutoramento deve efetuar-se sob a orientação de um doutor ou investigador doutorado da(s) área(s) científica(s) do ciclo de estudos, pertencente ao perímetro institucional da Universidade do Porto ou, caso seja aceite pela comissão científica, de outra instituição de ensino superior ou de investigação nacional ou estrangeira.
2 — Em qualquer dos casos, dever-se-á incluir um docente/investigador da U.Porto na equipa de orientação.
3 — Excecionalmente, poderá a Comissão Científica do Ciclo de Estudos propor aos órgãos científicos competentes da Faculdade uma equipa de orientação que não verifique aquela regra, devendo essa exceção ser devidamente fundamentada.
4 — O orientador e o(s) coorientador(es), caso este(s) exista(m), serão propostos pela comissão científica do ciclo de estudos, depois de ouvido o candidato, e da aceitação expressa do(s) designado(s), e serão nomeados pelo conselho científico da Faculdade a que pertence o membro da equipa de orientação da U.Porto.
5 — O regulamento específico de cada ciclo de estudos definirá as condições em que é admitida a coorientação e as regras a observar na orientação, conforme indicado na alínea c) do n.º 1 do artigo 8.º.”

Registo do tema e do plano da tese 

De acordo com o artigo 12.º do Regulamento Geral dos Terceiros Ciclos de Estudos da Universidade do Porto (Despacho 7982/2017 de 12 de setembro):

“1 — O tema da tese é proposto pelo orientador tão cedo quanto possível, em articulação direta com o estudante e, se existir curso de doutoramento, necessariamente antes do final deste. Caso não exista curso de doutoramento, o tema da tese deverá, por regra, ser proposto até ao final da primeira inscrição, se em regime de tempo integral ou até ao final da segunda inscrição, se em regime de tempo parcial.
2 — Quando o ciclo de estudos integra um curso de doutoramento, a inscrição em tese deve ocorrer, por regra, após a aprovação neste e mediante parecer favorável do orientador e da comissão científica do ciclo de estudos, que terão em consideração o desempenho no curso e o projeto ou plano de tese.
3 — Após a inscrição em tese, o estudante deve, no prazo de trinta dias úteis, proceder ao registo do tema da tese e à indicação do orientador e, se aplicável, do(s) coorientador(es) junto dos Serviços Académicos, que comunicarão à Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência do Ministério da Educação e Ciência os dados necessários para os efeitos previstos no Decreto-Lei n.º 52/2002, de 2 de março.” (…)

Caducidade do registo do tema da tese

De acordo com o artigo 12.º do Regulamento Geral dos Terceiros Ciclos de Estudos da Universidade do Porto (Despacho 7982/2017 de 12 de setembro):

(…) “4 — O registo caduca se a tese não for entregue nos quatro anos subsequentes ao mesmo quando o ciclo de estudos tem 180 ECTS, ou nos cinco anos subsequentes quando esteja em causa um ciclo de estudos com 240 ECTS, adequando -se proporcionalmente nos casos em que o estudante está inscrito em regime de tempo parcial.
5 — A caducidade implica o cancelamento do trabalho, a efetuar pelos Serviços Académicos, no Registo Nacional de Teses e Dissertações no prazo de 60 dias a partir da data de ocorrência do facto que o determina.
6 — Em caso de caducidade do registo prevista no número anterior, pode o mesmo ser revisto e renovado, por proposta da comissão científica, considerando, designadamente, a pertinência e validade do tema da tese, tendo em conta o seu caráter atual e original e aprovação pelo órgão científico competente da Faculdade, com base em motivos concretos e fundamentados.”

Condições para a entrega da tese

Para solicitar admissão a provas de doutoramento, o estudante deverá apresentar requerimento nos serviços académicos, não podendo este ser apresentado antes da terceira inscrição no ciclo de estudos (no caso de ciclo de estudos com 180 créditos ECTS), salvo se ocorreu um processo de creditação de formação anterior ou de experiência profissional ou se o estudante se apresentar a provas sob sua exclusiva responsabilidade (regime especial de apresentação de tese).

De notar que a admissão a provas só é possível caso se mantenham válidos o registo do tema da tese e a inscrição no ciclo de estudos em causa.

Um estudante inscrito em regime de tempo parcial apenas poderá apresentar requerimento para prestação de provas decorrido que seja o tempo resultante da adequação proporcional das regras gerais aplicáveis ao ciclo de estudos em causa.

A admissão a provas requer o pagamento de um emolumento no valor de 550 euros (conforme Tabela de Emolumentos da Universidade do Porto)

Documentação necessária para solicitar admissão a provas de doutoramento:

a) Requerimento ( DCCAN ou DNC);
b) Parecer do orientador e do(s) co-orientador(es) , caso exista(m), no qual deve constar o nome completo, número de Cartão de Cidadão e identificador ORCID (caso tenham);
c) declaração de cedência de dados;
d) Exemplar da tese e do curriculum vitae em ficheiros pdf gravados em CD-ROM devidamente identificado na superfície do disco (usando um marcador ou um autocolante), em particular com o nome do estudante, o título da tese, o ano de submissão e a sigla DCCAN ou DNC. O ficheiro pdf da tese deve iniciar e terminar com a capa seguindo o modelo em vigor na UPorto; de igual modo, a capa do CD-ROM deve seguir o modelo em vigor na UPorto.
e) Um exemplar da tese e do curriculum vitae em ficheiros pdf enviados para o endereço de correio eletrónico dos Doutoramentos (dccan@fcna.up.pt ou dnc@fcna.up.pt) iguais ao gravados em CD-ROM;
 
A tese deverá ser redigida em Português ou Inglês e deverá conter pelo menos dois resumos, um em Português e outro em Inglês.  
 
O estudante tem a responsabilidade de verificar que a versão em CD-ROM da tese e do curriculum vitae corresponde à versão pdf enviada por e-mail e que esta tem aspeto idêntico em diferentes sistemas operativos.

 Entrega dos documentos finais 

Após a defesa pública, caso haja a necessidade de fazer alterações à versão da tese inicialmente entregue (alterações solicitadas e registadas pelo Júri na ata das provas), o estudante dispõe de um mês após a defesa para entregar a versão definitiva nos Serviços Académicos. Esta versão terá que ser validada pelo Júri.
Para efeitos de depósito legal (envio à Biblioteca Nacional), deverá ser entregue, um exemplar da tese em papel, encadernado de acordo com as normas, nos Serviços Académicos.
A emissão da carta doutoral, da certidão de doutoramento e do suplemento ao diploma fica dependente da entrega da versão definitiva (caso aplicável) e do exemplar para depósito legal.  
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2018-03-02 I  Página gerada em: 2019-04-25 às 17:35:06 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais