Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > M502

Mosaico II

Código: M502     Sigla: M2

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Artes Plásticas

Ocorrência: 2015/2016 - 1S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Artes Plásticas
Curso/CE Responsável: Artes Plásticas

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
AP 10 Plano de estudos oficial 2011 3 - 4,5 64 121,5
4

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Teresa Maria Castro de Almeida Regente

Docência - Horas

Teorico-Prática: 4,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teorico-Prática Totais 1 4,00
Teresa Maria Castro de Almeida 4,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Na continuidade do Nível 1 o Nível II de mosaico versa toda a informação sobre esta técnica nos aspectos fundamentais da pintura monumental e parietal.
Entende-se que esta disciplina deverá ser alargada numa perspectiva que abarque os aspectos de criatividade. A técnica não se limita a um meio e um método mas, constitui-se ela própria, um incontroverso significado de criatividade.
Analisar, entender e usar as diversas funções do mosaico nas diferentes técnicas utilizadas anteriormente aprendidas.

Resultados de aprendizagem e competências

Pretende-se que os/as estudantes compreendam a tecnologia do mosaico, como uma arte contemporânea de grandes possibilidades estéticas e conceptuais.

O trabalho desenvolvido pelo/a estudante deverá constar num projeto que será desenvolvido durante o semestre

O mosaico desenvolvido deve conter na sua criação novos elementos de tesselas de mosaicos diferentes dos tradicionais, demonstrando originalidade dos materiais

Modo de trabalho

Presencial

Programa

1 . O mosaico a parede o colectivo

2 . O mosaico e a integração na arquitectura

3 . O mosaico e a integração no espaço
3.1. Os novos materiais para a realização de mosaico

4 . A relação mosaico pintura/escultura
4.1 A tridimensionalidade do mosaico

5 . Projectação de casos determinados de integração
5.1. Realização prática total ou parcial do projecto desenvolvido no ponto anterior

Bibliografia Obrigatória

Georges Allary; Les Mosaïques, Ed. Métires d'Art , 1979
Isolda Fiorentini , R; Mosaico Materiali e Tecniche dalle Origine a Oggi, Ed. Longo Ravenna,
Isolda Fiorentini R; Arte e Tecnologia nel Mosaico, Ed. Longo Ravenna
Arthur Goodwin; The Technique Of Mosaic, Ed. Barsford, 1985
Haswell J. Hellentin; Mosaic, Ed.Thames and Hudson
C RbottiI; Mosaico e Architettura Disegni Sinopie Cartoni, Ed. Ferraro Napoli, 1983
Ferdinando Rossi; La Mosaïque, Ed. Bibliotèque des Arts
G Severini; Lezione sul Mosaico, Ed. Longo Ravenna, 1968
Giovanna Galli; La Mosaïque, Ed. Ulisses , 1989
Giovanna Galli; L'Art de la Mosaïque, Ed. Ulisses , 1989

Bibliografia Complementar

L. Trotabas; Marc Chagall le Message de Ulisse, Ed. R.M.N, 1980

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

As Horas de Trabalho Semestral (HTS) nesta disciplina são organizadas da seguinte maneira:
Horas de Contacto Semestral (HCS), distribuídas por:
Aulas teóricas de apresentação e explanação dos conteúdos programáticos.
Aulas teórico-práticas de:
Concretização, desenvolvimento e exploração dos exercícios/conteúdos.
Análise, critica e avaliação dos resultados obtidos.
As restantes HTS são utilizadas no desenvolvimento e aprofundamento da prática implicada, a partir dos enunciados específicos para e exploração de conteúdos.

Palavras Chave

Humanidades > Artes > Belas artes

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 70,00
Trabalho de campo 30,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Frequência das aulas
Trabalho de investigação
Total: 0,00

Obtenção de frequência

A avaliação é contínua, o que implica a presença sistemática dos alunos nas aulas. Assim, considera-se como limite para a obtenção de frequência a participação a 3/4 das aulas dadas.

Fórmula de cálculo da classificação final

Cumprimento dos objectivos da disciplina.
Cumprimento rigoroso e adequado do plano de trabalho proposto, atendendo ao seu grau de compreensão e desenvolvimento.
Capacidade de observar e entender no domínio das diferentes aplicações do mosaico.
Conhecimento do património histórico do mosaico.
Interesse na participação dos workshops.
Capacidade de organização e sistematização do trabalho.
Envolvimento e capacidade de produção.
Capacidade de reflexão e autocrítica.
Capacidade de finalizar os trabalhos dentro da data prevista.
Assiduidade e pontualidade.
Criatividade e auto crítica

A avaliação é contínua, respeita o calendário programado e os seguintes itens:

- Cumprimento dos objectivos da disciplina.
- Cumprimento rigoroso e adequado do plano de trabalho proposto, atendendo ao seu grau de compreensão e desenvolvimento.
- Capacidade de compreensão e realização das diferentes técnicas propostas no mosaico.
- Conhecimento do património histórico do mosaico.
- Capacidade de organização e sistematização do trabalho.
- Interesse na participação dos workshops e seminários realizados.
- Envolvimento e capacidade de produção.
- Capacidade de reflexão e autocrítica. 

- Capacidade de finalizar os trabalhos dentro da data prevista.
- Assiduidade e pontualidade.

Provas e trabalhos especiais

workshops

Melhoria de classificação

Mediante frequência do ano lectivo seguinte.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-05-23 às 22:37:04 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais