Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Reitores da U.Porto: Luís António de Oliveira Ramos

Memória U.Porto

Reitores da Universidade do Porto


Luís António de Oliveira Ramos
15.º Reitor (1982-1985)

Retrato da autoria de Amândio Silva
Retrato de Luís António de Oliveira Ramos, 15.º Reitor / Portrait of Luís António de Oliveira Ramos, 15th Rector

Resumo biográfico

Nasceu na cidade de Braga no dia 27 de maio de 1939. Licenciou-se em Ciências Históricas e Filosóficas na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, em 1961. Doutorou-se em História na Faculdade de Letras da Universidade do Porto em abril de 1972, na especialidade de História Moderna e Contemporânea. Iniciou a sua carreira de docente universitário na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, em 1961, logo após a obtenção da licenciatura. Dois anos depois, iniciou, por convite, a sua colaboração com a reinstalada Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Manteve-se como assistente até 1972, ano em que se apresentou a provas de doutoramento. Logo ascendeu a professor auxiliar. Em 1978 foi contratado como professor agregado e extraordinário. Em 1979 foi promovido a professor catedrático, lugar que manteve até 2002, ano em que, a seu pedido, se aposentou. Durante este último período lecionou várias cadeiras e dirigiu seminários no âmbito da História Moderna e Contemporânea de Portugal, de História do Brasil, de Expansão Portuguesa. Foi também professor convidado de outras instituições universitárias portuguesas e estrangeiras. Foi nomeado reitor da Universidade do Porto pelo governo após eleição realizada na Universidade do Porto nos finais de janeiro de 1982, em que foi o mais votado. Como reitor, deve-se-lhe o apaziguamento interno do ambiente universitário portuense que passava por uma fase de crispação e o esforço de projeção da Universidade no exterior, através do incremento da investigação científica, da aquisição de novos meios tecnológicos e da adaptação da Universidade ao novo quadro legal dimanado da revolução de abril de 1974. A defesa do prestígio da função docente mereceu toda a atenção. A abertura da Universidade ao diálogo com os poderes estabelecidos na região norte, a interação com as universidades vizinhas da Galiza e a internacionalização da Universidade do Porto foram outros campos prioritários de intervenção. Por outro lado, prosseguiu-se a política de expansão da Universidade, instituindo-se a Comissão Instaladora da Faculdade de Arquitectura e dados passos para a feitura do projecto do seu novo edifício. Lançaram-se ainda as bases da construção da Faculdade de Desporto, bem como da instituição da Faculdade de Medicina Dentária e do Curso de Nutricionismo. Foi exonerado em 1985 por fim de mandato. Foi doutor honoris causa pela Universidade de Bordéus, condecorado com a Ordem das Palmas Académicas da República Francesa e ainda com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique e a Grã-Cruz da Instrução Pública. Publicou mais de centena e meia de trabalhos de investigação histórica. Aposentou-se em 2002. Continua ativo na produção de textos de investigação histórica e no desempenho de diversos cargos de relevância cívica e cultural.

SILVA, Francisco Ribeiro da – Luís de Oliveira Ramos, in “Os Reitores da Universidade do Porto 1911-2011”. Porto, U.Porto / Fundação Engenheiro António de Almeida, 2011, p.241.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2016-01-08 Página gerada em: 2021-05-15 às 04:42:40