À imagem das melhores universidades mundiais, a Universidade do Porto combina a vocação para o ensino com um trabalho de excelência na área da investigação científica. De facto, é na relação umbilical entre as duas dimensões – aprendizagem e criação de saber - que radica o posicionamento da U.Porto enquanto Universidade de Investigação (Research University).

Os números falam por si. Em resultado do esforço liderado por 51 unidades de investigação classificadas pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), nove das quais são Laboratórios associados, a U.Porto é hoje um dos grandes produtores de Ciência do país, sendo responsável por mais de 23% dos artigos científicos portugueses indexados na ISI Web of Science. O segredo? O trabalho diário desenvolvido nalguns dos mais reconhecidos centros portugueses de investigação e desenvolvimento (I&D) das várias áreas do saber, das humanidades às ciências e tecnologias.

Para o volume e qualidade do conhecimento produzido na U.Porto contribui o forte investimento em laboratórios e equipamentos de ponta, aliado a um corpo científico altamente qualificado, no qual se conjuga o saber de investigadores experientes e a irreverência de centenas de jovens investigadores em início de carreira. Contudo, é o caráter profundamente orientado para as necessidades da sociedade que melhor define a investigação da U.Porto. Do trabalho desenvolvido diariamente pelos nossos centros de investigação – muitas vezes colaborando entre si, e/ou em articulação com outros organismos internacionais – têm nascido importantes descobertas nos diferentes domínios do conhecimento, mas também algumas das mais relevantes inovações da indústria portuguesa.

Por tudo isto, a U.Porto é reconhecida internacionalmente pela qualidade da investigação que produz. Para além de estar representada em redes e consórcios que configuram a elite em áreas de importância estratégica, a Universidade tem cimentado a sua posição nos principais rankings que ordenam as instituições de Ensino Superior mundiais de acordo com a produção científica.