Estudantes da Universidade do Porto. | © U.Porto

Há inúmeras formas de ingressar nos ciclos de estudos de 1º ciclo / Graduação (licenciaturas e mestrados integrados) da Universidade do Porto. Se és nacional de um dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) ou de Timor Leste, poderás utilizar um dos regimes especiais promovidos anualmente pela Direção Geral do Ensino Superior. Caso contrário, deves fazê-lo através do Concurso Especial para Estudantes Internacionais, criado em 2014, no âmbito da implementação do Estatuto do Estudante Internacional (EEI). Eis o que precisas de saber:

Quem pode candidatar-se?

Para te candidatares a um curso da U.Porto ao abrigo do EEI é necessário cumprires um dos seguintes requisitos:

  • Ser titular de um diploma do ensino secundário português ou de habilitação legalmente equivalente, atribuída por uma escola secundária ou pelos serviços competentes do Ministério da Educação;
  • Ser titular de uma qualificação que dê acesso ao ensino superior, entendida como qualquer diploma ou certificado emitido por uma autoridade competente no país de origem que ateste a aprovação num programa de ensino e lhes confira o direito de se candidatar e poder ingressar no ensino superior em Portugal. A validação desta titularidade deve ser emitida pela pelos serviços oficiais de educação do país em que a qualificação foi obtida.

Nota: Os estudantes que cumpram os requisitos do EEI mas que estejam inscritos na U.Porto antes do ano letivo 2014/2015, são equiparados a estudantes portugueses até à conclusão, sem interrupção, do seu percurso na Universidade.

Como funciona?

A candidatura deve ser apresentada junto dos serviços académicos da faculdade da U.Porto onde o estudante pretende ingressar. A candidatura é efetuada mediante entrega ou submissão eletrónica de requerimento, acompanhada dos documentos necessários e o pagamento dos emolumentos devidos.

As candidaturas para o ano letivo 2016/2017 encontram-se encerradas. Na tabela abaixo pode encontrar o Calendário de Candidaturas para o ano letivo 2017/2018.

Procedimentos Prazos (1.ª Fase) Prazos (2.ª Fase) Prazos (3.ª Fase)
Apresentação das candidaturas 12 dezembro 2016 › 30 janeiro 2017 4 abril › 24 abril 2017 30 junho › 19 julho 2017
Análise de Candidaturas 31 janeiro › 10 fevereiro 2017 26 abril › 8 maio 2017 20 julho › 28 julho 2017
Afixação de resultados provisórios 10 fevereiro 2017 8 maio 2017 28 julho 2017
Audiência prévia 13 fevereiro › 24 fevereiro 2017 9 maio › 22 maio 2017 31 julho › 11 agosto 2017
Afixação de resultados definitivos 3 março 2017 29 maio 2017 5 setembro 2017
Apresentação de reclamações  6 março › 27 março 2017 30 maio › 20 junho 2017 6 setembro › 26 setembro 2017
Publicação da decisão de reclamações 3 abril 2017 27 junho 2017 3 outubro 2017
Matrículas 10 fevereiro › 21 fevereiro 2017 5 junho › 16 junho 2017 11 setembro › 18 setembro 2017
Eventual colocação de suplentes 27 março › 31 março 2017 21 junho › 26 junho 2017 21 setembro › 26 setembro  2017
Publicação de vagas sobrantes 3 abril 2017 29 junho 2017  

O que é necessário?

As condições de ingresso são estabelecidas por cada faculdade da U.Porto de acordo com o . Em termos gerais, os candidatos aos cursos de 1.º Ciclo (Licenciaturas) e Mestrados Integrados da U.Porto devem:

  • Possuir qualificação académica específica* nas áreas do saber requeridas para o ciclo de estudos a que se candidatam. Essa qualificação pode ser comprovada mediante apresentação de prova documental no momento da candidatura e/ou através da realização de um exame escrito e/ou oral e provas práticas (incidindo sobre as matérias das provas de ingresso fixadas para o ciclo de estudos em causa no âmbito do regime geral de acesso ao ensino superior português) na faculdade em que o candidato pretende ingressar;
  • Ser utilizadores independentes da língua portuguesa, correspondente ao nível B2, de acordo com o Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas - QECRL. A verificação dos conhecimentos linguísticos pode incluir uma avaliação da competência oral, com recurso à videoconferência; 
  • Satisfazer os pré-requisitos fixados para o ciclo de estudos em causa no âmbito do regime geral de acesso e ingresso no ensino superior português [ver Pré-Requisitos];

* Fruto de um acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), do Brasil, a Universidade do Porto permite a utilização dos resultados do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio – para fins de seleção de brasileiros candidatos aos cursos de licenciatura e mestrado integrado (1.º ciclo) da U.Porto.

Vagas

Para o ano letivo 2016/2017, as faculdades da U.Porto disponibilizam 421 vagas  para 43 cursos de 1.º Ciclo (Licenciatura) e Mestrado Integrado no âmbito do Concurso Especial para Estudantes Internacionais. As faculdades de Ciências da Nutrição e Alimentação, Medicina e Medicina Dentária, e o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) não abrem vagas para este concurso. Consulta o mapa de vagas disponíveis por curso.

Taxas/Propinas

O valor da taxa/propina anual a pagar pelos estudantes abrangidos pelo EEI é definido por cada faculdade da U.Porto de acordo com o custo real do ciclo de estudos.

O valor da propina anual para estudantes com EEI que frequentam os cursos de 1º Ciclo (Licenciatura) e Mestrado Integrado da U.Porto a tempo integral no ano letivo 2016/2017 varia entre os 3.000 euros e os 6.000 euros (ver valores por curso). . Contudo, e atendendo aos laços que unem Portugal aos estados que integram a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste), podes usufruir de uma redução de até 50% no valor da taxa/propina anual. Para saberes os valores que poderás pagar, procura o(s) teu(s) curso(s).

Os estudantes bolseiros da Fundação da Ciência e Tecnologia (FCT) ou de outra entidade externa podem também beneficiar de uma redução correspondente à diferença entre o valor da taxa/propina anual e o valor do subsídio atribuído à Universidade do Porto pela entidade financiadora. Nestes casos, o estudante deve fazer prova do tipo de bolsa de que usufrui. 

Legislação Útil

A legislação genérica relativa ao Concurso Especial para Estudantes Internacionais encontra-se disponível para consulta (apenas em versão portuguesa) na área respetiva do site da Direção Geral do Ensino Superior (DGES). Para mais informações, poderá consultar o (brevemente disponível em inglês).

Contactos e informações úteis

No site da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) poderás encontrar toda a informação relevante sobre o Concurso Especial para Estudantes Internacionais. Para mais informações, contacta o Gabinete de Acesso ao Ensino Superior da U.Porto (GAES-UP) ou os serviços académicos da escola/faculdade à qual te pretendes candidatar.

Gabinete de Acesso ao Ensino Superior (GAES-UP)

Reitoria da U.Porto
Praça de Gomes Teixeira
4099-002 Porto, Portugal
Telefone: (+351) 220 408 237
E-mail: acesso.es@reit.up.pt
Atendimento presencial e telefónico durante todo o ano:
10h00 › 12h30 / 14h00 > 16h00 (2.ª, 4.ª e 6.ª feira); 12h00 > 17h00 (3.ª e 5.ª feira)
Atendimento presencial e telefónico no período de candidaturas ao Ensino Superior:
09h30 › 15h30 (2.ª a 6.ª feira)
Mais informações