Reunindo a mais completa oferta de programas de formação disponível no panorama do ensino superior português, as 15 escolas (14 faculdades + 1 business school) da Universidade do Porto oferecem condições únicas a quem pretende construir um percurso académico de excelência e devidamente valorizado pelo mercado de trabalho. Tudo isto num ambiente de aprendizagem inovador, multicultural e comprometido com os mais elevados padrões de exigência e de qualidade.

O "bilhete de identidade" dos cursos da U.Porto distingue-se pela sua diversidade, traduzida em mais de 600 programas de formação (pré-graduada, pós-graduada e contínua) que garantem soluções de ensino para todos os públicos em todas as grandes áreas de estudo, desde o 1.º Ciclo (licenciatura e mestrado integrado) até aos mais elevados graus de pós-graduação (mestrado e doutoramento). A estes junta-se uma oferta alargada de cursos de educação contínua, altamente voltados para a requalificação profissional dos participantes.

O ensino da U.Porto é ainda fortemente orientado para a empregabilidade e para a inserção imediata dos estudantes no mercado de trabalho. Competem para isso os curricula construídos em função das necessidades do mercado e um ensino “hands on”, desenvolvido em contacto permanente com profissionais de várias áreas e instituições. Como resultado, os estudantes da U.Porto registam uma elevada taxa de inserção profissional, sendo que, todos os anos, as maiores empresas portuguesas vêm à Universidade fortalecer os seus quadros.

Na base deste sucesso está um modelo de ensino/aprendizagem moldado de forma a que o estudante possa adquirir competências multidisciplinares e desenvolver capacidades de trabalho autónomo, empreendedorismo e de adaptação aos desafios do mercado de trabalho. Afinal, não é todos os dias que se pode aprender com um corpo docente altamente qualificado, aceder a tecnologias e equipamentos laboratoriais avançados e a uma rede moderna de bibliotecas, ou aproveitar uma das muitas oportunidades de mobilidade académica oferecidas pela Universidade. Tudo isto em estreita ligação à investigação científica e ao tecido empresarial e industrial, bem como aos dois hospitais centrais da cidade.