Soa a cliché mas não é. Frequentar um curso da Universidade do Porto é uma porta privilegiada para o mercado de trabalho. Contribuem para isso a excelência da formação administrada pela Universidade, amplamente reconhecida pelo mercado de trabalho nacional e internacional, mas também um conjunto alargado de serviços de apoio à inserção profissional, com os quais os nossos estudantes podem contar ao longo do seu percurso.

A estas estruturas, dispersas por todo o campus ou à distância de um clique, cabe estabelecer e dinamizar o contacto com empresas e outras organizações, seja através da disponibilização de bolsas de emprego, ou da organização de feiras de emprego em que os estudantes são colocados em contacto direto com as entidades empregadoras. Muitas vezes, porém, são as próprias organizações que procuram a Universidade, atraídas pelo talento e pela qualidade da nossa comunidade académica.

O resultado desta aposta está expresso no sucesso profissional dos nossos estudantes, conforme é atestado pelos estudos conduzidos regularmente pelo Observatório de Emprego da U.Porto – organismo ao qual cabe analisar e lançar novas estratégias para a promoção da empregabilidade dos graduados da U.Porto. Desde 2015, esta missão envolve também o Gabinete de Apoio ao Estudante e Empregabilidade da Universidade do Porto (GAEE.UP), um serviço sediado na Reitoria e que tem como missão apoiar a integração profissional dos estudantes e diplomados da U.Porto.