Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page is not available in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Antigos Estudantes Ilustres da U.Porto: Leopoldina Ferreira Paulo

Memória U.Porto

Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto

Leopoldina Ferreira Paulo

Fotografia de Leopoldina Ferreira Paulo / Photo of Leopoldina Ferreira Paulo Leopoldina Ferreira Paulo
1908-1996
Professora, a 1.ª mulher doutorada pela U.Porto



Leopoldina Ferreira Paulo, filha de Zeferino Fernandes Paulo e de Leopoldina Ribeiro Ferreira Paulo, nasceu na freguesia da Vitória, Porto, a 12 de janeiro de 1908.

Em 1928 concluiu o Curso Complementar dos Liceus (Ciências) no Liceu Carolina Michaëlis, tendo obtido a classificação final de 17 valores e o Prémio Carolina Michaëlis. Frequentou, em seguida, a Faculdade de Ciências da Universidade do Porto entre 1928 e 1933, licenciando-se em Ciências Histórico-Naturais. Concluiu a licenciatura com a classificação de 16 valores.
Durante a licenciatura frequentou e concluiu o Curso de Habilitação para Professor de Desenho do 9.º grupo dos Liceus (1930-1933) e, mais ou menos em simultâneo, cursou Estética e História de Arte na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (1930-1931), Desenho de Figura, Desenho de Estátua, Desenho de Modelo Vivo, Desenho de Ornato, Modelação e Estilização na Escola de Belas Artes do Porto (1931-1933) e Desenho Rigoroso na Faculdade de Ciências. Nesta Escola fez, também, exames às disciplinas de Matemáticas Gerais e Geometria Descritiva.
No ano-letivo de 1934-35 matriculou-se no Curso de Ciências Pedagógicas da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, que concluiu com 15 valores.

Leopoldina Ferreira Paulo tornou-se a primeira mulher doutorada pela Universidade do Porto a 23 de novembro de 1944, após defesa da tese intitulada Alguns caracteres morfológicos da mão nos portugueses. O trabalho - em Ciências Biológicas - foi apresentado à Faculdade de Ciências. A 14 de junho do ano seguinte foram-lhe impostas as insígnias doutorais, bem como a 6 novos doutores pela U.Porto - Judite dos Santos Pereira, Jayme Rios de Sousa, Joaquim Rodrigues Santos Júnior, Arnaldo da Fonseca Roseira, Joaquim Sarmento e José Ramos Bandeira.

Leopoldina Ferreira Paulo foi professora provisória do 8.º grupo – Matemática -, no Liceu Nacional Martins Sarmento de Guimarães, durante o ano letivo de 1933-34. Lecionou também no ensino secundário privado, no Porto, entre 1935 e 1942.
Em 1935 foi nomeada assistente do 3.º grupo – Zoologia e Antropologia, da 3.ª secção –, Ciências Histórico-naturais, da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, tendo sido reconduzida no lugar em 1938 e em 1941. Em 1945 foi contratada para o exercício das funções de 1.º assistente (contrato e tomada de posse datados de 2 e 17 de fevereiro, respetivamente).
Em 1970 assumiu funções como professora auxiliar; em 1971, como professora agregada além do quadro; e, em 1972, como professora extraordinária do 3.º grupo da 3.ª secção. Em 1975 foi nomeada, a título definitivo, professora extraordinária. Aposentou-se em 1976.

Ao longo da carreira académica, Leopoldina Paulo fez investigação antropológica sobre os povos das ex-colónias, sob a direção de Mendes Correia. Realizou viagens de estudo a museus belgas, alemães e franceses entre 1936 e 1939. Participou na Missão Antropológica e Etnológica da Guiné (1946-1947) e nos trabalhos do Gabinete do Centro de Antropologia da Junta do Ultramar. Foi bolseira do Instituto de Alta Cultura entre 1958 e 1959 e do Institut für Humangenetik da Universidade de Münster. Foi também bolseira do Instituto de Cultura Alemã (1969), do Zoologisches Staatsinstitut und Zoologisches Museum, em Hamburgo, Alemanha. Em 1969 estagiou nos institutos de Zoologia de Paris e de Hamburgo.

Participou em diversos encontros científicos. Em 1934, no Congresso Nacional de Antropologia Colonial que teve lugar no Porto; em 1937, na reunião da Sociedade Anatómica, em Coimbra; em 1940, no Congresso de Pré-história e Proto-história que decorreu em Lisboa e no Congresso Nacional das Ciências da População, que teve lugar no Porto; em 1941, no Congresso das Ciências Naturais, em Lisboa; em 1956 e 1959, no Congresso Luso-espanhol para o Progresso das Ciências (Coimbra e Málaga, respetivamente).

Leopoldina Ferreira Paulo publicou numerosos trabalhos científicos no âmbito do Centro de Estudos de Etnologia do Ultramar, da Junta de Investigações do Ultramar e da Sociedade Portuguesa de Antropologia. Foi membro da Sociedade Portuguesa de Antropologia e Etnografia e da Sociedade Portuguesa de Ciências Naturais.

A partir de 1954, dirigiu o Centro Universitário Feminino da Mocidade Portuguesa.

Morreu em 1996.
(Universidade do Porto Digital / Gestão de Documentação e Informação, 2015)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2019-11-11 Página gerada em: 2019-12-12 às 03:31:04