Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Antigos Estudantes Ilustres U.Porto: José Eduardo Pinto da Costa

Memória U.Porto

Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto

José Eduardo Pinto da Costa

Fotografia de José Eduardo Pinto da Costa / Photo of José Eduardo Pinto da Costa José Eduardo Pinto da Costa
1934-
Médico e professor universitário



José Eduardo Lima Pinto da Costa nasceu em Cedofeita, no Porto, a 3 de Abril de 1934, no seio de uma família da alta burguesia portuense. É o mais velho dos 6 filhos do casal José Alexandrino Teixeira da Costa (1910-1977) e Maria Elisa Bessa Lima de Amorim Pinto (1913-1997).
Do seu avô Honório Lima (1856-1939), que muito admirava, ficou-lhe o gosto pelas Artes, nomeadamente pela música e pela pintura. Dos seus cinco irmãos o mais mediático é Jorge Nuno Pinto da Costa, presidente do Futebol Clube do Porto.

Fotografia da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto / Photo of the Faculty of Medicine of the University of PortoNo ano lectivo de 1953-1954 José Eduardo inscreveu-se na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, que frequentou até 1960, ano em que concluiu a licenciatura em Medicina com a tese "Morte por Acção do Óxido de Carbono", um estudo médico-legal classificado com 18 valores e citado na revista da Interpol. Como média final de curso obteve 16 valores e o diploma foi-lhe passado a 17 de Outubro de 1960.

Em 1961 foi nomeado assistente de Medicina Legal e Toxicologia Forense (1961-1974). Entretanto, fez uma pós-graduação no curso superior de Medicina Legal do Porto e doutorou-se (1973).

De Professor Assistente passou a Professor Auxiliar, e depois sucessivamente a Professor Associado (1979) e a Professor Catedrático (1996), da Faculdade de Medicina do Porto.

Em 1975 foi nomeado subdiretor do Instituto de Medicina Legal do Porto, instituição que passou a dirigir no ano seguinte.

No final dos anos oitenta do século XX foi eleito 1º presidente do Colégio da Especialidade de Medicina Legal da Ordem dos Médicos, e presidiu ao Conselho Superior de Medicina Legal (1988- 1998).

Honra-se de ser o primeiro português a ser escolhido para a vice-presidência da Academia Internacional de Medicina Legal e Medicina Social (1985-1991), numa assembleia-geral que teve lugar na capital da Hungria.

Fotografia do edifício do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar / Photo of the building of the Institute of Biomedical Sciences Abel SalazarLecionou em várias faculdades portuguesas, para além da Faculdade de Medicina do Porto. É o responsável pela instituição do Mestrado de Medicina Legal do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, curso criado em 1999. Orientou múltiplas teses de doutoramento, organizou três congressos internacionais, tendo inclusivamente coordenado e presidido o 9 º meeting da Academia Internacional de Medicina Legal, o único realizado em Portugal, na cidade de Vila Real. Orgulha-se de ao longo da sua carreira ter efetuado cerca de trinta mil autópsias.

Paralelamente às atividades académicas e ao exercício da Medicina também está ligado ao associativismo desportivo. Jogou futebol no Futebol Clube Infesta, entre 1960 e 1962, fez parte do corpo clínico do Futebol Clube do Porto, de 1970 a 1971, preside a Assembleia-geral da Federação Portuguesa de Hóquei (2008-2012) e à Associação de Boxe.
Também se dedicou às áreas da Cultura, da Educação e da Justiça e à intervenção pública e cívica, apesar da sua paixão ser a Medicina.

Fotografia do edifício do Instituto de Medicina Legal do Porto / Photo of the building of the Institute of Forensic Medicine in PortoEm 1997 abandonou a Clínica Geral para se dedicar em exclusividade à Medicina Legal (ensino, investigação científica e perícias), sendo hoje professor jubilado do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto.

Este nome maior da Medicina Legal é membro de dezenas de sociedades científicas, nacionais e internacionais, e autor de inúmeros livros e artigos de opinião, publicados em vários órgãos da Comunicação Social.

É casado com Maria José Carneiro de Sousa Pinto da Costa, Professora de Medicina Legal e Toxicologia Forense no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar e médica-legista no IMML. É pai de 4 filhos.

Afirma-se contra "o aborto e a favor da mulher" e considera que esta é um ser superior ao homem, em termos biológicos, o que se reflete na sua capacidade de desempenhar vários papéis e na sua maior longevidade. Acha a eutanásia admissível se esta for o resultado de uma vontade expressa ao longo de um espaço temporal significativo.
(Universidade Digital / Gestão de Informação, 2009)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2017 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2016-01-05 Página gerada em: 2017-11-23 às 18:32:19