Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Hoje é domingo
Você está em: U. Porto > A visitar

A visitar

Debruçado sobre o rio Douro, o Porto é uma das cidades e um dos destinos turísticos mais antigos da Europa.

O seu perfil “recortado” sobre o rio, as suas pontes notáveis – uma delas concebida por Gustavo Eiffel – têm sido motivo de inspiração de numerosos artistas. E logo que o Vinho do Porto a tornou conhecida, há quase três séculos atrás, têm sido muitos os viajantes ilustres que temos recebido.

As pontes construídas em ferro, os Paços do Concelho, a Estação de S. Bento ou a Igreja dos Clérigos são outras tantas obras representativas do património construído da cidade.

Fundação Ciência e Desenvolvimento
Museus, Exposições e Galerias
Monumentos
Parques e Jardins
Cruzeiros no Rio
O Vinho do Porto e as Caves

Fundação Ciência e Desenvolvimento

Propriedade da Fundação Ciência e Desenvolvimento (cujos fundadores são a Câmara Municipal do Porto e a Universidade do Porto), o Planetário do Porto e o Teatro do Campo Alegre situam-se no Pólo 3 da Universidade do Porto, no Campo Alegre.

A Fundação Ciência e Desenvolvimento é, ainda, responsável pela gestão do Pavilhão da Água. Este pavilhão foi apresentado na Expo 98, em Lisboa, e oferecido à Câmara Municipal do Porto pela Unicer, encontrando-se, desde Dezembro de 2002, instalado no Parque da Cidade. O edifício, da autoria dos arquitectos Alexandre Burmester e José Carlos Gonçalves, foi projectado de forma a criar a ilusão de que está suspenso no ar.

No seu espaço, uma série de experiências, concebidas no Experimentarium, na Dinamarca, por uma equipa dirigida pelo físico Nils Hornstrup e pelo designer Peter Claudell, formam um conjunto de jogos de cor, luz e som que produzem efeitos, simulam acontecimentos e explicam fenómenos. Tudo isto através da água, única fonte de energia das experiências.

A Fundação Ciência e Desenvolvimento, ao criar e gerir estes espaços, pretende diversificar a oferta de produtos em função dos diferentes segmentos reais e potenciais do público (fidelizando-o em torno da cultura artística e científica), bem como desenvolver formas de interacção com outras instituições culturais e científicas da cidade. Potenciando especialmente a sua inserção num Pólo Universitário (Teatro do Campo Alegre e Faculdades aí localizadas) propicia a valorização e crescente atracção a este pólo Universitário, nomeadamente do público não académico.

Planetário do Porto

O Planetário do Porto abriu ao público em 1998 e funciona com base num protocolo estabelecido entre a Fundação Ciência e Desenvolvimento, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e o Centro de Astrofísica da U.Porto, com quem partilha as suas instalações. Desta associação resultam vantagens acrescidas, tais como o envolvimento de especialistas na área científica em causa, e, sobretudo, a garantia de uma actualização permanente resultante da colaboração estreita entre as infra-estruturas de divulgação e investigação.

O Planetário do Porto acolhe 93 pessoas sob uma cúpula de 12,5 m de diâmetro, suspensa a 2,20 m do solo. As cadeiras reclinam-se, permitindo obter uma visão ampla de um céu luminoso, coberto com milhares de estrelas. As sessões são apresentadas ao vivo por especialistas em Astronomia. No final de cada sessão, o apresentador estará disponível para responder a perguntas da assistência.

Durante o tempo de aulas, as sessões de terça a sexta-feira são reservadas às escolas, com sessões preparadas para os diversos níveis escolares. O público em geral poderá assistir a sessões com a duração habitual de 40 minutos, adequadas a uma vasta gama de idades. O Planetário possui, ainda, um auditório com capacidade para 60 lugares, uma galeria de entrada e um hall polivalente – excelentes espaços para a realização de eventos.

Teatro do Campo Alegre

O Teatro do Campo Alegre abriu ao público em 1997. Possui excelentes equipamentos de luz e de som, bem como sistemas de aquecimento e de arrefecimento, além de um auditório com cerca de 400 lugares, um espaçoso foyer equipado com um bar e um restaurante, uma galeria de exposições, teatro experimental, café-concerto, cine-estúdio, sala de ensaios e biblioteca.
O Teatro do Campo Alegre exibe, ainda, com carácter regular sessões de cinema, cuja programação é da responsabilidade da Medeia filmes.

Museus, Exposições e Galerias

Para além dos museus da Universidade, a cidade conta com muitos outros, de natureza mais regional ou mesmo nacional. Há museus gratuitos, outros têm descontos para estudantes ou têm um dia por semana com entrada livre.

Dos museus do Porto, destaca-se o Museu de Arte Contemporânea de Serralves, inaugurado em 1999, e projectado pelo Arquitecto Siza Vieira (responsável, também, pelo projecto da Faculdade de Arquitectura da U.Porto). Este museu é exclusivamente dedicado à arte contemporânea e representa uma ampliação significativa da programação artística da Fundação de Serralves.

Destaca-se, ainda, o Museu Nacional Soares dos Reis, localizado no Palácio das Carrancas, um edifício de estilo neoclássico. Este museu expõe regularmente todo o tipo de obras de arte dos séculos XIX e XX, mas sobretudo pinturas e esculturas, para além de artes decorativas.

Ao longo dos últimos anos tem-se multiplicado, também, o número de galerias existentes, onde se expõe regularmente trabalhos, não só de artistas portugueses, mas também internacionais.

Monumentos

A riqueza histórica e arquitectónica do Porto está patente na grande diversidade de monumentos existentes, bem como na grande diversidade cultural da cidade, que lhe vale a classificação de Património Mundial. Por toda a cidade existem marcos históricos, apesar de estarem maioritariamente concentrados na parte antiga da cidade (centro histórico e ribeira).

Parques e Jardins

O Porto não é apenas uma cidade para estudar e trabalhar, mas também para passar tempos de lazer. Para isso, existe uma grande diversidade de parques e jardins um pouco por toda a cidade, dos quais se destacam o parque da cidade, os jardins da Casa de Serralves e os jardins do Palácio de Cristal. Todos eles contribuem para uma maior qualidade de vida no Porto, proporcionando momentos de bem-estar, relaxamento e descontracção.

Cruzeiros no Rio

Uma das melhores formas de desfrutar do encanto do Porto e do seu rio é fazer um passeio no Douro. Durante praticamente todo o ano partem da Praça da Ribeira diversas embarcações. As viagens disponíveis podem ser mais ou menos longas, dependendo daquilo que os visitantes pretendem. Existem diversos operadores, que propõem percursos alternativos.

O Vinho do Porto e as Caves

O Porto é uma cidade que apela aos sentidos, e como tal, para além de ser uma cidade a ver e a sentir, é também uma cidade a provar.

Sendo mundialmente famoso, o Vinho do Porto marca decisivamente a cidade que lhe dá o nome, seja pelo elo que criou com os ingleses (visível, inclusivamente, ao nível da arquitectura), seja pelas caves que ladeiam o rio na margem de Gaia. De facto, sendo um vinho proveniente das terras xistosas do Alto Douro, envelhece nos armazéns em Vila Nova de Gaia, na semi-obscuridade das peculiares caves, em cascos de carvalho ou em garrafas. Com o passar dos anos, o vinho do Porto refina as suas qualidades. Por isso mesmo visitar as caves do vinho do Porto constitui um momento único e quase obrigatório: as diferentes companhias oferecem uma oportunidade única de descobrir todo este mundo peculiar, de aprender os segredos deste vinho generoso e de apreciá-lo convenientemente.

As caves do vinho do Porto situam-se na margem sul do rio Douro, em Vila Nova de Gaia, e encontram-se normalmente encerradas ao domingo, mas abertas até às 17h00 nos restantes dias.

Para além das caves, existe ainda um simpático local onde, para além da oportunidade de provar os diferentes tipos e marcas de vinho do Porto num ambiente requintado, poderá desfrutar de uma fantástica panorâmica sobre o rio Douro, desde a zona das caves, em Gaia, até à sua foz, no oceano Atlântico. Trata-se do Solar do vinho do Porto, localizado nas imediações do Palácio de Cristal.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2009-04-08 Página gerada em: 2022-10-02 às 13:26:59 Denúncias