Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Hoje é domingo
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Edifício da Rua dos Bragas

Memória U.Porto

U.Porto - Edifícios com história

Edifício da Rua dos Bragas

"[O edifício da Rua dos Bragas] implanta-se numa plataforma preparada no centro da área disponível. Aproveitando a pendente Rua dos Bragas, a topografia do terreno é modelada no sentido de acentuar uma pretendida monumentalidade da massa construída. Distanciado da rua, fugindo à continuidade dos alinhamentos (objectivo remetido ao muro da vedação) da edificação envolvente, o volume de silhueta de contornos principais regulares e de planta aproximadamente rectangular, distribui o seu programa por quatro pisos, e organiza-se planimétrica e altimetricamente, segundo um esquema regular tradicionalista, antiquado no seu ecletismo de modelo "Beaux-Arts" (…)" [Faculdade de Engenharia, in "Os edifícios da Universidade do Porto: projectos". Porto, Universidade, 1987, p. 24-25].

Fotografia da construção do Edifício da Rua dos Bragas (Fachada Posterior) / Photo of the construction of the Building in Rua dos Bragas (rear façade)O imóvel construído na Rua dos Bragas entre 1927 e 1937 destinou-se a acolher a Faculdade de Engenharia que, até então, utilizara as instalações de que a Universidade do Porto dispunha na Praça de Gomes Teixeira, partilhando o espaço com a Reitoria e com a Faculdade de Ciências.

"Os terrenos onde se rasgou esta Rua dos Bragas pertenciam a um casal rústico , chamado dos Carvalhos do Monte (…) à beira da estrada de Braga. Este casal veio por herança, à posse da família Ribeiro Braga [e] incorporou-se na Quinta do Mirante (…). Foram estes proprietários que deram o seu apelido à Rua dos Bragas." [Freitas, Eugénio Andrea da Cunha e – Toponímia Portuense. Matosinhos: Contemporânea Editora. [1999]. ISBN 972-8305-67-2].

A primeira pedra do edifício da Rua dos Bragas foi lançada no dia 9 de Março de 1927 e a sessão inaugural teve lugar dez anos depois, a 13 de Abril de 1937. A iniciativa da construção do novo edifício ficou a dever-se ao Dr. Alfredo de Magalhães, ministro do Estado Novo, embora, também, ao Dr. Antunes Guimarães, ao Professor Duarte Pacheco e ao Engenheiro Joaquim Abranches, ministros das Obras Públicas.

Fotografia do Átrio do Edifício da Rua dos Bragas, quando era ocupado pela FEUP / Photo of the Building Atrium in Rua dos Bragas, when it was occupied by FEUPÉ curioso registar que em 1921 houve uma tentativa para se construir um "Bairro Universitário" no Porto, cujo anteprojecto foi elaborado pelo Professor Luís Couto dos Santos, Engenheiro e Professor da Faculdade Técnica da U.Porto. O Bairro seria delimitado pela Avenida da Boavista, a nascente, e pela Avenida de Pereiró, a sul. Porém, esta iniciativa não foi por diante devido à saída do governo do então Ministro da Instrução, Ginestal Machado. [Cf. Rodrigues, António José Adriano - Um Século de Ensino de Engenharia no Pôrto, Porto, 1937, p. 98-99].

No novo edifício da Rua dos Bragas acomodaram-se a Direcção, a Secretaria, o Salão Nobre, uma sala de conferências, salas de aula, salas de trabalhos gráficos, laboratórios de resistência de Materiais e de Materiais de Construção, um laboratório de máquinas eléctricas, salas de Metalurgia e Minas e, ainda, uma Biblioteca. Num pavilhão anexo, funcionavam as oficinas de carpintaria, de serralharia, de fundição e os laboratórios de química.

Fotografia do Edifício da Rua dos Bragas, anterior às obras de recuperação / Photo of the Building in Rua dos Bragas, prior to the recovery workEstimadas para 200 alunos, as instalações da Rua dos Bragas manifestaram-se insuficientes desde muito cedo. Quando, no ano lectivo de 1946-47 se matricularam 650 alunos na Faculdade de Engenharia, começou a pensar-se na melhor forma de ampliação dos espaços. A solução recaiu na construção de novas instalações no Pólo 2 da Universidade. O ano lectivo de 2000-2001 já decorreu na Asprela, uma vez que a mudança teve lugar durante o mês de Setembro de 2000.

Fotografia actual do Edifício da Rua dos Bragas / Current photo of the Building in Rua dos BragasQuando o edifício da Rua dos Bragas ficou devoluto, foi recuperado de acordo com o projecto da autoria do arquitecto Domingos Tavares. A Faculdade de Direito pôde, então, instalar-se de forma condigna. A cerimónia inaugural teve lugar no dia 22 de Março de 2004 (Dia da Universidade do Porto).

Actualmente, o edifício dispõe de um Salão Nobre, de três anfiteatros, de oito salas de aula, duas salas de exames, de diversas salas para os órgãos de gestão, de espaços reservados a um Serviço de Relações com o Exterior e à Secretaria, de trinta e seis gabinetes, de uma Biblioteca, de uma sala de informática, de uma escola de criminologia (composta por um laboratório com quatro boxes e prisão experimental com duas celas).

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2020 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2012-04-26 Página gerada em: 2020-10-25 às 10:09:21