Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Hoje é domingo
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Edifício da Rua de Aníbal Cunha

Memória U.Porto

U.Porto - Edifícios com história

Edifício da Rua de Aníbal Cunha

Fotografia do Edifício da Rua de Aníbal Cunha / Photo of the Building in Rua de Aníbal CunhaO imóvel que faz gaveto com as ruas de Aníbal Cunha e de Sacadura Cabral foi construído especificamente para acolher a Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto. Durante os primeiros anos de funcionamento, esta Faculdade ocupou um edifício na rua do Rosário. Porém, a insuficiência das instalações levou o Conselho Escolar e, logo a seguir, o Senado Universitário, a equacionar a necessidade de construção de um edifício próprio. O terreno foi doado pela Câmara Municipal do Porto e a Faculdade apenas teve de recorrer a empréstimos para a edificação.
A 1 de Fevereiro de 1916 deu-se o lançamento da primeira pedra na presença do Presidente da República e o início das obras teve lugar no mês seguinte. Em 1918 já decorreram aulas na ala construída do lado sul. A construção, de planta retangular e com a frente voltada para a rua de Aníbal Cunha (na época, rua da Carvalhosa), foi projetada pelo engenheiro Arnaldo Casimiro Barbosa.

Desenho do Projecto de reconstrução do Edifício da Rua de Aníbal Cunha (Alçado lateral norte) / Drawing of the Reconstruction Project of the Building in Rua de Aníbal Cunha (North Side Elevation)No início de 1927, o edifício ainda não se encontrava concluído. Por incumbência do Conselho Escolar da Faculdade, o arquiteto Aucíndio dos Santos ficou responsável pela execução do projeto. Durante os dois anos seguintes tiveram lugar obras de beneficiação da fachada voltada para a rua da Carvalhosa, construiu-se uma varanda no corpo principal e modificaram-se as guarnições das janelas.

Fotografia da Fachada Principal do Edifício da Rua de Aníbal Cunha / Photo of the Main Façade of the Building in Rua de Aníbal CunhaCom o passar dos anos e o envelhecimento natural do edifício, houve lugar para mais obras de recuperação, para a construção de um pavilhão situado nas suas traseiras, inaugurado em 1966 e até para a construção de mais um andar para fazer face à insuficiência das instalações. Com dois pavimentos, o corpo central albergou o Salão Nobre e a escadaria.

Em 1975, um violento incêndio destruiu a quase totalidade do edifício.

A Faculdade de Farmácia partilha agora as instalações com o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, na rua de D. Manuel II, no renovado espaço outrora ocupado pela Reitoria da U.Porto até 2006.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2020 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2017-05-24 Página gerada em: 2020-10-25 às 12:09:34