Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Docentes e Estudantes da 1ª Faculdade de Letras da Universidade do Porto: Joaquim da Rocha Peixoto Magalhães

Memória U.Porto

Docentes e Estudantes da Primeira Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Joaquim da Rocha Peixoto Magalhães


Fotografia de Joaquim da Rocha Peixoto Magalhães

1909-1999
Professor Liceal e Escritor



Nascido na freguesia da Sé da cidade do Porto, a 3 de Maio de 1909, realizou os estudos do ensino primário nas Escolas Primárias de Massarelos e de S. Martinho de Sande, Marco de Canaveses, de onde provinha parte da sua família. De regresso à cidade natal, frequentou o Colégio Francês do Porto e o Liceu Rodrigues de Freitas para conclusão dos estudos liceais, matriculando-se na 1.ª Faculdade de Letras do Porto no ano letivo de 1926-1927. A 16 de Julho de 1930 terminou a licenciatura em Ciências Histórico-Filosóficas com a classificação de 16 valores, de acordo com os registos da Reitoria da Universidade do Porto, pois outra informação existe, em biografias suas, que o dão como licenciado em Filologia Românica, curso este em que, de facto, alicerçou a sua carreira profissional.

Ingressado no magistério secundário, foi colocado como Professor Provisório na Escola Comercial Oliveira Martins, no Porto, apresentando-se a concurso para admissão ao estágio pedagógico do 2.º Grupo do ensino liceal (Português e Francês) no Liceu Normal de Coimbra, em Outubro de 1931. Nos dois anos seguintes, que compreenderam o estágio pedagógico, lecionou ainda no ensino particular, no Colégio de S. Luís em Espinho e no Internato de Sernache do Bom Jardim, até à sua apresentação ao Exame de Estado no Liceu Normal Pedro Nunes, em Lisboa, em Junho de 1933, no qual obteve a classificação profissional de 17 valores.

Retrato familiar do biografado com a sua famíliaLogo no ano letivo de 1933-1934 foi colocado como Professor Agregado do 2.º Grupo no Liceu João de Deus, em Faro, deslocando-se no ano seguinte para o Liceu Jaime Moniz, no Funchal, onde obteve a efetivação nos quadros docentes do ensino liceal. De regresso a Faro no ano letivo de 1935-1936, foi professor efetivo de Português e Francês no Liceu João de Deus até à sua aposentação, em 1974, desempenhando igualmente as funções de Vice-Reitor e de Reitor entre 1968 e 1974. Durante a sua carreira profissional foi, em diversas ocasiões, nomeado para as comissões oficiais relativas aos assuntos do ensino liceal, demonstrando uma particular atenção pelas atividades circum-escolares: realizando récitas de teatro e jogos florais, publicando o jornal escolar e proferindo conferências e palestras sobre os mais variados temas.

Enquanto cidadão revelou uma exemplar e forte conduta cívica, em concordância com a sua conduta republicana, quer como fundador, quer exercendo vários cargos diretivos em organizações culturais e de assistência social: Círculo Cultural do Algarve, Aliança Francesa de Faro, Misericórdia de Faro, Conservatório Regional do Algarve, entre outros. Em 1991, numa sentida homenagem, atribuiu o seu nome à Escola C+S n.º 2 de Faro, cidade onde faleceu a 16 de Outubro de 1999.

Fotografia de Joaquim da Rocha Peixoto Magalhães Grande cultivador das Letras ao longo de toda a sua vida, incentivou escritores algarvios como Lídia Jorge, Pedro Jorge, Teresa Rita Lopes e José Maria Fonseca Domingos. Ficou particularmente famoso pela sua ligação ao poeta António Aleixo, para quem compilou os versos para o primeiro livro, "Quando Começo a Cantar" (1943), e a quem persuadiu a registar a sua produção em cadernos, os quais lhe granjearam reputação nacional de poeta após publicação e divulgação. Reconhecido pela valiosa ajuda do Dr. Joaquim Peixoto Magalhães em todo este processo, António Aleixo dedicou uma quadra de agradecimento ao seu patrono:

        «Não há nenhum milionário
          Que seja feliz como eu,
          Tenho como secretário
          Um professor do Liceu.»
(Universidade Digital / Gestão de Informação, 2008)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2016-01-05 Página gerada em: 2021-10-25 às 03:19:30