Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Edifício da Reitoria - Sala do Conselho

Memória U.Porto

Edifício da Reitoria da U.Porto - Pisos Nobres

Sala do Conselho

Fotografia da Sala do Conselho, no edifício da Reitoria - Pintura a óleo (1917)No piso 3, do lado poente do Salão Nobre e comunicando com este através de uma porta, localiza-se a "Sala do Conselho", espaço retangular cujas janelas também se encontram voltadas a norte, para a Praça de Gomes Teixeira.

É esta a sala que acolhe a Galeria de Retratos de Reitores da U.Porto, dispostos ao longo da parede poente. Alguns destes retratos são da autoria de artistas de renome, como Agostinho Salgado, Abel Moura, Carlos Carneiro, Joaquim Lopes e Júlio Resende. A parede oposta é dominada paisagem marinha do pintor brasileiro Navarro da Costa.

Aqui têm lugar diferentes reuniões. Meramente a título de exemplo, refiram-se as da Equipa Reitoral, reuniões com os diretores das faculdades, reuniões de júris de concursos e outras sessões de trabalho.

Galeria de Retratos

Fotografia da Sala do Conselho, 3º piso do edifício da Reitoria - Galeria de retratos de antigos reitores da U.PortoO conjunto de pinturas a óleo de reitores da U.Porto foi sendo designado como “Galeria de Retratos de antigos reitores” ao longo dos tempos, quase logo desde a ideia da sua criação.

Durante a reunião do Senado da Universidade que teve lugar a 14 de janeiro de 1931 sob a presidência do Vice-Reitor, Dr. Carlos Alberto de Lima foi por este lembrada a pertinência de se completar o conjunto de fotografias de antigos reitores da Universidade, acrescentando-se aos retratos existentes os dos doutores Alfredo Mendes de Magalhães (1871-1957) e Alexandre de Sousa Pinto (1853-1912). Esta decisão foi aprovada por unanimidade pelos vogais do Senado que, ao tempo, eram os doutores António Augusto Mendes Correia (1888-1960), Alberto Pereira Pinto de Aguiar (1868-1948), Américo Pires de Lima (1886-1966), José Pereira Salgado (1873-1946), Antão de Almeida Garrett (1896-1961) e Luís Couto dos Santos (1872-1938). (cf. Livro de Atas do Senado da Universidade do Porto, 1.º volume, fólios 10v-11v).

Duas décadas mais tarde, a 15 de Maio de 1950, o Professor Amândio Joaquim Tavares (1900-1974), Reitor da U.Porto, manifestou perante os vogais do Senado a sua vontade em "substituir as fotografias existentes no Gabinete da Reitoria" por retratos a óleo dos oito primeiros reitores. Porém, atendendo a que as verbas disponíveis para a pronta execução da obra não eram suficientes, aventou a possibilidade de apenas se pintarem 2 óleos durante o ano em curso - os dos professores Francisco Gomes Teixeira (1851-1933) e Cândido de Pinho (1853-1919) primeiros reitores da U.Porto, deixando para anos seguintes a continuação e conclusão deste projeto. A pintura dos 2 retratos importaria "em treze mil escudos" e seria executada pelos artistas Abel de Moura e Agostinho Salgado. "Assim, dentro de quatro ou cinco anos o mais tardar espera-se que estejam concluídos todos os retratos dos primeiros oito Reitores da Universidade", rematou assim o Reitor. (cf. Livro de Atas do Senado da Universidade do Porto, 3.º volume, fólios 11v-13v).

Retrato de Francisco Gomes Teixeira, 1º reitor da U.PortoA 15 de Fevereiro do ano seguinte, o assunto das pinturas a óleo dos antigos reitores da U.Porto foi de novo trazido a lume durante uma reunião do Senado. Nesta ocasião, o Reitor informou os presentes que já se encontravam concluídos os retratos dos professores Francisco Gomes Teixeira e Cândido de Pinho, executados pelos artistas Abel de Moura e Agostinho Salgado, respetivamente. E acrescentou que, durante o ano que corria, se iria proceder à pintura dos retratos dos dois reitores seguintes - os professores Augusto Pereira Nobre (1865-1946) e Alfredo de Magalhães – e que os artistas incumbidos desta tarefa, no valor total de 15$000.00, iriam ser os mesmos de anteriormente. A despesa seria suportada pela verba normal da Reitoria.

Porém, o desejo de que a Galeria de Retratos dos antigos reitores fosse rapidamente inaugurada era muito profundo. E, para o concretizar, o Reitor anunciou aos vogais do Senado que, a exemplo do que já se verificara com a Universidade de Coimbra, iria solicitar ao Ministério que, pela verba destinada à Junta Nacional de Educação, fosse concedido auxílio para que, ainda em 1951, fosse pintado mais um retrato e se pagassem "as cinco molduras respectivas". (cf. Livro de Atas do Senado da Universidade do Porto, 3.º volume, fólios 16-20v).

Em Janeiro de 1954, quando o Professor Amândio Tavares comemorou o seu 8.º aniversário à frente dos destinos da U.Porto, a Galeria de Retratos foi solenemente inaugurada. A imprensa da época, que não deixou passar em branco este acontecimento, chamou a atenção para a oferta que o corpo docente da U.Porto fizera ao reitor homenageado e que consistiu no retrato a óleo do próprio Professor Amândio Tavares.

A cerimónia decorreu no Salão Nobre, repleta de personalidades. Para além dos diretores de todas as Faculdades, estiveram também presentes, entre outros, o Governador Civil do distrito, o Presidente da Câmara Municipal do Porto, o Comandante da I Região Militar. A Galeria de Retratos, profusamente iluminada por "tubos fluorescentes", como é noticiado na imprensa, era, então, constituída por reproduções dos doutores Francisco Gomes Teixeira, Cândido de Pinho, Augusto Nobre (1865-1946), Alfredo de Magalhães (1871-1957), Sousa Pinto (1880-1982), Alberto Plácido (1874-1942), José Pereira Salgado, Adriano Rodrigues (1890-1978) e Amândio Tavares.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2017-09-08 Página gerada em: 2024-05-24 às 02:09:49 Denúncias