Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto: Luís José de Pina Guimarães

Memória U.Porto

Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto

Luís de Pina

Fotografia de Luís de Pina / Photo of Luís de Pina Luís de Pina
1901-1972
Médico, professor universitário e político



Luís José de Pina Guimarães nasceu em Lisboa a 24 de Agosto de 1901.

Depois de concluídos os estudos preparatórios médicos na Universidade de Coimbra, licenciou-se, em 1927 e doutorou-se, em 1930, tendo apresentado a dissertação "Vimaranes" já na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, onde, entretanto, passara a trabalhar.
Nesta Faculdade ocupou progressivamente os lugares de assistente de Anatomia (1927), de professor auxiliar de Medicina Legal, História da Medicina e Deontologia Criminal (1931) e de professor catedrático de História da Medicina e Deontologia Profissional (1944).

Jubilou-se em 1971.

Para além das funções docentes, Luís de Pina desempenhou diversos cargos em diferentes instituições. Foi Procurador-vogal do Centro de Estudos Demográficos do Instituto Nacional de Estatística, vogal da Junta das Missões Geográficas e de Investigações Coloniais, vogal da Comissão Nacional de História das Ciências, Vice-presidente do Conselho Regional da Ordem dos Médicos (1942-1944) e Provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto no biénio 1953-1955. Durante décadas dirigiu o Instituto de Criminologia do Porto. Foi um dos grandes entusiastas da criação do Centro de Estudos Humanísticos do Porto, organização cultural a que presidiu e, em grande parte devido à ação dedicada aos estudos históricos, foi o primeiro Diretor da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, entre 1961-1966.

Fotografia de Estatuário religioso da autoria de Luís de Pina / Photo of Religious Statuary made by Luís de PinaOrganizador (com outras figuras da História e das Letras portuenses) das comemorações do 6.º Centenário da Morte do Infante D. Henrique, no Porto, apresentou numerosos trabalhos científicos em congressos nacionais e internacionais. Escreveu textos nas áreas da História da Medicina e da Deontologia Profissional, como o capítulo "Instituições de bemfazer e atividades culturais", na História da Cidade do Porto, dirigida por Damião Peres e "A medicina portuense no século XV", publicada na Revista "Studium Generale" (Número Especial dedicado ao Infante D. Henrique, Volume VII, Porto, 1960) do Centro de Estudos Humanísticos. Foi autor de desenhos, caricaturas e esculturas.

Fundou e dirigiu o Museu de História da Medicina Maximiano Lemos da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, em 1933, que ajudou a transferir para o edifício do Hospital de S. João, que também acolhe a Faculdade de Medicina.

Integrou diversas sociedades científicas portuguesas e estrangeiras e recebeu altas distinções. Foi agraciado com a Medalha de Honra da Cidade do Porto, e nomeado Grande Oficial da Ordem de Cristo, da Ordem do Infante D. Henrique, da Ordem Equestre do Santo Sepulcro, Oficial de Mérito da República Italiana, e ainda Oficial da Ordem Científica de Carlos Finlay.

Na sua carreira política desempenhou os cargos de Vogal da Comissão Consultiva da União Nacional, de deputado pelo Porto (1938-1945), de vogal da Comissão Administrativa da Câmara Municipal do Porto (1935-1937), de Presidente da Câmara Municipal do Porto (de 8 de Março de 1945 a 8 de Novembro de 1949), e de Procurador à Câmara Corporativa (entre 1945 e 1957).

Luís de Pina morreu em 1972.
(Universidade Digital / Gestão de Informação, 2011)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2017 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2016-07-06 Página gerada em: 2017-05-01 às 07:19:08