Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Antigos Estudantes Ilustres U.Porto: José Castro Portugal

Memória U.Porto

Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto

José Castro Portugal

Retrato de José Castro Portugal / Portrait of José Castro Portugal José Castro Portugal
1870-1936
Cientista, mineralogista e professor universitário



José Amadeu dos Reis Castro Portugal nasceu a 25 de dezembro de 1870 em Vila Nova de Gaia. Era filho de António Joaquim dos Reis Castro Portugal, membro de uma família fidalga gaiense.

Formou-se em Engenharia de Minas e Industrial, em 1896, na Academia Politécnica do Porto. Desempenhou as funções de Demonstrador de Física, para as quais foi nomeado em 1901, e de Naturalista de Mineralogia. Em 1913, por decreto de 28 de outubro, foi nomeado professor extraordinário da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, após a apresentação a concurso, em 1912, da dissertação intitulada "Materiais para o estudo da riqueza mineralógica da província de Trás-os-Montes", e de um trabalho sobre "Minas de estanho de Caminha e Viana do Castelo".

Na Faculdade de Ciências ministrou as disciplinas de Mineralogia e Petrologia, Mineralogia e Geologia e o curso de Cristalografia e de Geografia Física. O grau de doutor em Ciências Histórico-Naturais foi-lhe atribuído em 1918. Entre 1926 e 1934 dirigiu o Museu e Laboratório Mineralógico e Geológico da FCUP, que veio suceder ao Gabinete de Mineralogia e Geologia da Academia Politécnica. A ação desenvolvida neste Museu e Laboratório foi determinante para que a valiosa coleção de mineralogia portuguesa aí existente passasse a ser designada "Coleção Castro Portugal".

Em Portugal, desenvolveu o estudo da Mineralogia Ótica, foi responsável pela aquisição de grande parte dos aparelhos do laboratório escolar e realizou trabalhos de docimasia (determinação da proporção de metais existentes nos minérios). Participou nos congressos da Associação Portuguesa para o Progresso das Ciências e esteve ligado a empresas de exploração de minérios no norte do país, área geográfica onde também recolheu minerais e rochas.

Profundo conhecedor de agricultura, investiu na apicultura e na pecuária; foi um avicultor galardoado e importou porcos e vacas de várias raças estrangeiras. Associou-se a diversas campanhas agrícolas, instalou uma fábrica de máquinas agrícolas em Vila Nova de Gaia e introduziu a sementeira em linha, o uso dos adubos químicos e a indústria dos lacticínios.
José Castro Portugal contribuiu para a fundação da Sociedade de Horticultura do Porto, em 1898, e foi sócio da Liga Agrária do Norte e da Sociedade Protetora dos Animais. Instalou a Câmara Regional da Agricultura do Porto e fundou uma escola prática de Pomologia e Horticultura.

Defensor do regime monárquico, católico praticante e distinto membro da sociedade portuense, foi um dos pioneiros do velocipedismo, adepto da equitação e participante de memoráveis cavalhadas.

Faleceu em Vila Nova de Gaia a 4 de dezembro de 1936.
(Universidade Digital / Gestão de Informação, 2011)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2018 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2016-06-29 Página gerada em: 2018-12-18 às 17:51:43