Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Hoje é domingo
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Antigos Estudantes Ilustres U.Porto: Luís Pádua Ramos

Memória U.Porto

Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto

Luís Pádua Ramos

Fotografia de Luís Pádua Ramos Luís Pádua Ramos
1931-2005
Arquiteto e professor



Cidade de MaputoLuís Duarte Pádua Ramos nasceu em Lourenço Marques, actual Maputo, em Moçambique, a 22 de Janeiro de 1931 e nessa cidade fez a instrução primária e frequentou o liceu até ao terceiro ano.

Em 1945 veio para Portugal e acabou os estudos secundários, como aluno interno, no já extinto Colégio Almeida Garrett, no Porto.

Em 1949 inscreveu-se na Escola Superior de Belas Artes do Porto, onde teve como mestres Carlos Ramos e Júlio Resende e, como condiscípulos, José Rodrigues, Jorge Pinheiro, Ângelo de Sousa e Espiga Pinto.

Durante a licenciatura foi distinguido com os prémios Mota Coelho, da ESBAP (1952), Soares dos Reis e da Academia Nacional de Belas-Artes (1953). Fez parte da organização da I Exposição Magna da ESBAP (1952), dedicada a Mestre Barata Feyo, e participou na segunda edição desta mostra (1953). Em 1955 foi convidado a trabalhar, como colaborador, no gabinete de arquitetura de José Carlos Loureiro.

Em 1957 apresentou uma tese sobre a incidência solar na arquitetura e urbanismo, tendo concluído a licenciatura a 30 de Março desse ano com a classificação de 20 valores.

Em 1959 recebeu o prémio do Rotary Club do Porto e deu início à sua atividade profissional ao integrar uma das equipas escolhidas pela Fundação Calouste Gulbenkian para o concurso de anteprojeto da sua sede.

No ano seguinte, encetou a carreira de docente do ensino superior ao ser nomeado segundo assistente da ESBAP (cadeira de Geometria Aplicada) e passou a ser sócio do Gabinete do arquiteto Carlos Loureiro, por convite deste.

Em 1969 abdicou do ensino para se aplicar inteiramente à Arquitetura.

Hotel SolverdeEm 1976 criou o GALP Lda. (Gabinete de Urbanismo, Arquitetura e Urbanismo, Lda.) com o seu parceiro José Carlos Loureiro. Este Gabinete produziu inúmeros projetos, entre os quais o do Centro Pastoral Paulo VI, o da zona de proteção e de valorização da Capela das Aparições e o dos edifícios laico-religiosos do Santuário de Fátima. Acrescem, ainda, o Hotel Solverde, na Granja; o Hotel D. Henrique, no Porto; a renovação do Hospital Geral de Santo António, no Porto, e a Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, no Pólo 3.

Hospital de Santo AntónioEm simultâneo com a Arquitetura, interessou-se, também, por Arte em geral. Foi criador de peças de ourivesaria e um ávido colecionador. Esta paixão, que o perseguiu desde a juventude, levou-o a juntar centenas de peças de arte popular e erudita, de artistas e artesãos nacionais e estrangeiros. Do impressionante espólio que reuniu, considerado como uma das maiores coleções europeias de arte do século XVI ao XX, constam milhares de peças, entre jóias, móveis, esculturas, cerâmicas e pinturas, muitas das quais da autoria de célebres artistas como Lalique, Tiffany, Braque ou Dali.

Fotografia de Júlio ResendeParticipou com regularidade em diversas exposições de arte, no país e no estrangeiro, e foi um dos fundadores do Lugar do Desenho, de Júlio Resende.

Casado com Maria da Graça, foi pai de Luísa Maria e avô de Diogo e de Luisinha.

Morreu na sua casa em Matosinhos, a 19 de Outubro de 2005, com 74 anos de idade. Foi a sepultar no jazigo de família, no cemitério da Senhora da Hora, que o próprio desenhou e que ostenta uma porta criada pelo amigo e colega José Rodrigues.

Em 2014 a Fundação José Rodrigues, no Porto, apresentou a exposição Pádua Ramos: 50 anos de design 1955:2005.
(Universidade Digital / Gestão de Informação, 2010)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2018 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2016-06-23 Página gerada em: 2018-12-16 às 04:11:02