Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Antigos Estudantes Ilustres U.Porto: José Sardinha

Memória U.Porto

Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto

José Sardinha

Inexistência de fotografia José Sardinha
1845-1906
Arquiteto



José Geraldo da Silva Sardinha nasceu a 13 de Fevereiro de 1845, em Pedroso, Vila Nova de Gaia. Era filho de Francisco Geraldo da Silva Sardinha e de Maria Pedrosa.

No Porto fez os estudos liceais, frequentou Matemática no Instituto Industrial e cursou Arquitetura Civil na Academia Portuense de Belas Artes (1863-1867), onde teve por mestres Manuel José Carneiro e Manuel de Almeida Ribeiro, sucessores do arquiteto e professor Joaquim da Costa Lima.

Em 1867, entrou no primeiro concurso para pensionistas da APBA, na categoria de Arquitetura, com os condiscípulos Tomás Soller e Bonifácio Lopes, no qual se classificou em primeiro lugar.

Fotografia de António Soares dos ReisPouco depois partiu para Paris, na companhia do candidato único de Escultura, António Soares dos Reis. Na capital francesa fez o exame de admissão à École des Beaux-Arts (1870) e frequentou o prestigiado atelier Questel-Pascal, mas viu os seus estudos abruptamente interrompidos pela Guerra Franco-Prussiana.

Após o seu regresso, que aconteceu em Dezembro de 1870, passou reger a cadeira de Arquitetura Civil da APBA, em substituição do engenheiro Manuel de Almeida Ribeiro, que se encontrava doente.

Dois anos mais tarde retomou o pensionato, que concluiu em Agosto de 1873. Durante esta segunda estadia em Paris, trabalhou arduamente e foi premiado na École de Beaux-Arts.

No total do tempo passado como bolseiro do estado foi enviando trabalhos à APBA, concretamente os projetos de um Museu num Parque, de um Mercado e de uma Igreja para o Porto (Bonfim), que se conservam no espólio da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, e ainda desenhos de um Teatro, de uma Torre de Observação e Sinais e de uma Igreja, entretanto desaparecidos.

Fotografia da Igreja da Trindade - PortoFindo o seu período de formação complementar, dirigiu importantes obras na cidade do Porto, nomeadamente as do Palácio Episcopal, as da Escola Médico-cirúrgica, as da Igreja do Bonfim, e as da Igreja da Trindade, monumento no qual trabalharam o seu pai, Francisco Geraldo, e o seu avô João da Silva, e onde tomou o lugar deixado vago pelo arquiteto João Francisco de Guimarães, e riscou várias outras.

Grande Hotel do PortoVenceu o concurso para o Santuário vimaranense de S. Torcato, projetou o Grande Hotel do Porto, na Rua de Santa Catarina, construiu o Colégio dos Órfãos de S. Caetano, no Largo Paulo Osório, em Braga (1880), planeou o Teatro Sá de Miranda (1881), em Viana do Castelo, uma obra de inspiração italiana inaugurada em 1885, e propôs uma ampliação da Biblioteca Pública do Porto, que não veio a ser realizada.

Teatro Municipal de Viana do CasteloEm 1878 foi convidado a reger por inteiro a aula de Arquitetura Civil e Perspetiva, após a morte do professor Manuel de Almeida Ribeiro, e no ano seguinte, por nomeação régia, passou a professor proprietário (3 de Julho de 1879).

Na APBA foi colega dos mestres Marques de Oliveira e Soares dos Reis, professor de dois vultos da arquitetura portuguesa, Miguel Ventura Terra (1866-1919) e de José Marques da Silva (1869-1947), e assumiu o cargo de diretor, em 1896.

José Sardinha, homem que soube acompanhar a evolução dos processos construtivos, valorizou a matemática na construção, e se interessou por outras áreas do saber como a Arqueologia e a Jurisprudência das edificações, morreu a 28 de Novembro de 1906.
(Universidade Digital / Gestão de Informação, 2009)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2018 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2016-06-22 Página gerada em: 2018-12-13 às 05:05:24